Manaus 30º • Nublado
Terça, 28 Setembro 2021

Lago Azul/Verde: balneário de Manaus chama a atenção pela coloração de sua água

lagoa

O Amazonas é uma caixinha de surpresas. No meio do caos da cidade, podemos encontrar lugares que nos trazem paz, como por exemplo, o "Lago Azul/Verde de Manaus", localizado no Distrito Industrial II, zona Leste da cidade. O balneário que funciona desde 2020, iniciou de uma maneira inusitada e reúne o melhor da região amazonense. O Portal Amazônia conversou com um dos responsáveis pelo empreendimento que contou tudo sobre o famoso lago.

Os responsáveis pelo espaço são Martha Castelo Branco e Valderedo Frazão, que são donos da propriedade há 25 anos e, até ano passado, não tinham a intenção de criar um balneário. De acordo com Martha, os próprios clientes são os culpados do "nascimento" do Lago Azul/Verde.


Foto: Reprodução/Instagram

Ela disse ao Portal Amazônia, que um motorista de aplicativo errou o caminho e deixou um grupo de pessoas no terreno. "Ele (o motorista) desceu no ramal e acreditava que ali funcionava um balneário. Depois de um tempo de conversa, acabamos liberando para que as pessoas pudessem se banhar no lago, que antes era de uso exclusivo da minha família", explicou a empresária.

Os "primeiros" clientes do Lago Azul/Verde ficaram apaixonados pelo espaço e registraram toda a experiência em imagens. Depois de um tempo, eles postaram nas redes sociais e explicaram sobre como descobriram o local. No final de semana seguinte, vários carros começaram a aparecer no terreno, todos curiosos para conhecer o lago azul.

Foto: Reprodução/Instagram

 Fazendo limonada

Devido a crise causada pela Covid-19, a família de Martha resolveu abraçar a ideia de criar um balneário. Aos poucos, eles foram aprendendo e desenvolvendo o espaço para receber os clientes. "A gente se organizou meio às pressas. Nosso terreno é grande, completamente ao ar livre, ou seja, não tinha nada, apenas a lagoa e nossa casa", contou.

Atualmente, além do balneário, o "Lago Azul/Verde" conta com um restaurante que vende pratos regionais para a clientela. A ideia era oferecer uma experiência completa aos visitantes. "Nós usamos tudo o que tínhamos. Entrou o peixe, pato e frango, uma gastronomia mais natural e deliciosa", destacou Martha.


Foto: Reprodução/Instagram

Tonalidade

Porém, a pergunta que não quer calar: como a água fica azul e verde? Segundo Martha, a cor da água muda de acordo com a argila. Logo cedo pela manhã, a água tem a coloração azulada. Já mais para o fim da tarde, e com a movimentação dos banhistas, a água ganha uma tonalidade verde.

Por esse motivo, o balneário ganhou o nome de "Lago Azul/Verde", que ganhou a atenção dos manauaras e, também, de empresas privadas. "Já recebemos vários tipos de propostas, inclusive, o pedido de um navio que vai aportar em Manaus, para que os turistas conhecessem o espaço, mas, infelizmente, ainda não temos a estrutura necessária. Estamos trabalhando para aprimorar tudo", afirmou Martha. 


Foto: Reprodução/Instagram

Serviço:

Ficou curioso para conhecer o "Lago Azul/Verde"? O espaço funciona diariamente das 8h às 17h, mas se o cliente quiser ficar além do horário, o balneário conta com iluminação. A entrada custa R$ 10 (por pessoa).

O empreendimento está localizado na Avenida Puraquequaera, sn - Distrito Industrial II. Pelo telefone (92) 98856-1025, a equipe do balneário manda a localização exata.

Veja mais notícias sobre Turismo.

Veja também:

 

Comentários: 1

Elcir Batista em Quarta, 15 Setembro 2021 12:08

Bom dia, bem diante das informações Lagoa Azul/Verde eu primeiro gostaria de conhecer o balneário, saber a localização para que possamos nos dirigir em um final de semana para conhecer.

Bom dia, bem diante das informações Lagoa Azul/Verde eu primeiro gostaria de conhecer o balneário, saber a localização para que possamos nos dirigir em um final de semana para conhecer.
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/