Manaus 30º • Nublado
Sábado, 13 Agosto 2022

Governo peruano restringe visitação a Machu Picchu

Governo peruano restringe visitação a Machu Picchu
Com o intuito de proteger a cidade histórica de Machu Picchu, o governo do Peru anunciou nesta quarta-feira (14) algumas medidas para combater a grande quantidade de turistas que visitam o local.

Foto:Reprodução/Shutterstock
A partir do mês de julho, visitantes não poderão mais ficar na cidade o dia inteiro. Agora, terão que escolher entre dois horários de visitas, das 06h às 12h, ou do 12h às 17h30. Caso o turista queira passar o dia em Machu Picchu, deverá comprar um ingresso que custará US$ 70 cada.

De acordo com as novas regras, os turistas devem ser acompanhados por um guia certificado, e os grupos não podem ser formados por mais de 16 pessoas. Todos deverão seguir os três circuitos da visita planejada, sem poder deixar o caminho. 

Além disso, os visitantes não poderão entrar com guarda-chuvas ou bolsas maiores que 33x20 centímetros, carrinhos ou varas, tripés ou sapatos com saltos.

"Machu Picchu é uma grande atração, mas estamos preocupados com a sua sustentabilidade. A área está danificada porque há muitas pessoas ao mesmo tempo", disse Sandra Doig, vice-diretora da "PromPeru", comissão para a promoção do turismo no Peru. 

O número de turistas que visitaram Machu Picchu aumentou ao longo dos anos. Entre janeiro e julho de 2017, cerca de 610 mil pessoas estiveram na cidade histórica.

Veja mais notícias sobre Turismo.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 14 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/