Manaus 30º • Nublado
Quinta, 22 Fevereiro 2024

Nome da gigante do comércio online 'Amazon' é inspirado no rio Amazonas

A disputa em torno do nome 'Amazon' é antiga, foi vencida pela gigante do comércio, mas voltou à tona nesta quinta-feira (30) quando o governador do Amazonas, Wilson Lima, cobrou contrapartida por seu uso. A empresa norte-americana já passou por essa disputa de valores em relação ao nome escolhido, em 1994, quando o fundador, o estadunidente Jeff Bezos, investiu na criação de uma loja de livros na internet.

Mas a inspiração de Bezos para o nome do domínio surgiu a partir de uma simples busca no dicionário, quando se deparou com 'Amazon', em referência ao rio Amazonas, definido como o "maior rio do planeta". Assim, Bezos escolheu o nome como referência ao seu objetivo: ser o maior em seu ramo.

A explicação foi registrada pelo escritor Brad Stone, autor do livro 'A Loja de Tudo: Jeff Bezos e a era da Amazon'. 

Foto: Reprodução/Amazon

De acordo com a reportagem do "Business Insider", a busca por um nome que começasse com "A" foi motivada pelo simples fato que, na época, os sites eram listados em ordem alfabética e Bezos queria estar no topo quando os usuários buscassem algo pela internet.

Imagem: Reprodução/ICANN
E a "briga" pelos direitos de uso do nome? Como dito, ela já é bem antiga. Oito dos nove países que compõem a Amazônia internacional passaram quase uma década questionando o uso do domínio por uma empresa norte-americana e não sul-americana, uma vez que o termo é uma clara alusão à região amazônica. 

Porém, já em 2019, a empresa de Bezos venceu a disputa, pois não houve acordo dos países com a gigante do comércio online, e a Corporação Global da Internet para Atribuição de Nomes e Números (ICANN) acatou o pedido da empresa.

Novo questionamento

Segundo o governador Wilson Lima, a empresa será questionada durante a 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP 28, que começou nesta quinta-feira (30), em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Em entrevista à Rede Amazônica, Lima disse que se reunirá com a Amazon com o objetivo de fechar parceria e que questionará a empresa norte-americana sobre o uso do nome que, segundo ele, faz alusão à Amazônia.

"A Amazon usa o nome do Amazonas, usa o nome da Amazônia. Quanto é que a gente ganha por isso? A gente quer saber. Esse é um dos questionamentos que a gente vai fazer lá na COP", afirmou.

Veja mais notícias sobre CulturaAmazonas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 22 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/