Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 11 Abril 2021

‘Cine sem sair de Casa’ exibe documentário sobre Oscarino Varjão neste sábado, 6

O ventríloquo Oscarino Farias Varjão, que dava vida e voz ao boneco Peteleco, no palco do Teatro Gebes Medeiros, é tema do documentário 'Ventríloquo Oscarino e seu boneco Peteleco – A Voz e o dono da Voz" que será exibido neste sábado, 6, a partir das 19h, no Facebook da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (@culturadoam), pelo projeto 'Cine Sem sair de Casa'.

No documentário, apesar de debilitado pela perda da voz no final do ano de 2015, Oscarino se emociona com o registro marcante das paródias e piadas que marcaram várias gerações. No filme, que tem cerca de 20 minutos, Oscarino destaca a relevância de Peteleco em sua trajetória profissional. 

Foto: Divulgação

"Esse boneco representa tudo de bom pra mim, desde quando eu o criei, no dia 15 de maio de 1957. Eu já sabia que ele ia divertir as pessoas, a plateia, mas eu não sabia que ia conviver tanto tempo com ele", contou Oscarino no documentário. "Eu nasci pra completar o meu destino, eu nasci ventríloquo e o Peteleco já nasceu pra mim", completou.

O personagem foi criado em uma reunião na casa da sogra de Oscarino, no Boulevard Álvaro Maia, como uma forma de superar as necessidades financeiras da família. Desde então, o artista passou a apresentar o personagem em escolas, programas de rádio e TV. A dupla foi sucesso tanto na capital, quanto no interior. O boneco Peteleco é Patrimônio Cultural e Imaterial do Amazonas desde 2016.

A última apresentação do artista no Teatro Amazonas aconteceu em junho de 2017, dentro da programação do projeto "Duetos Populares", como parte das comemorações pelos 120 anos do Teatro. O artista morreu em 15 de abril de 2018.

Nesta temporada, o 'Cine Sem Sair de Casa' exibirá também os filmes "O Inesquecível Mário Jorge Bittencourt", "Jandr Reis – Abstração da Flora Amazônica", e "Pepeta – Coração de Campeão".

Todos os curtas têm direção do artista plástico e dramaturgo Sérgio Cardoso, que destaca personagens icônicos da sociedade e da cultura amazonense, com as extensas pesquisas que esse trabalho exige, e sobre a importância de se preservar os relatos de quem viveu e vive a história para as novas gerações.

Cine sem sair de casa - Em 2020 foram exibidos, ao todo, 19 filmes no Facebook da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (@culturadoam), que juntos acumulam mais 11 mil visualizações. Entre os destaques estão documentários sobre os artistas Óscar Ramos, Roberto Evangelista, Joaquim Marinho, Jair Jacqmont, Hahnemann Bacelar, personalidades do esporte, como Carlos Zamith, e lendas do teatro amazonense como Luiz Vitalli e Selma Bustamante.

Os filmes também estão disponíveis no Portal da Cultura (bit.ly/cinedecasaportal). Já a lista de reprodução no Facebook, você acessa aqui bit.ly/cinedecasaface.

Cultura sem sair de casa

Iniciativa do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, o "Cultura Sem Sair de Casa" disponibiliza diversas atividades, tais como Gincana do Livro; documentários; cursos completos de Teclado, Violão, Desenho e até espetáculos direto do palco do Teatro Amazonas.

São oferecidas aulas virtuais por meio do projeto "Praticarte", com professores do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro; performances dos Corpos Artísticos; além de exposições, visitas virtuais e muito mais.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 11 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/