Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 09 Mai 2021

O colorido dos 'cocares emoldurados' do artista parintinense Alessandro Oliveira

O projeto pioneiro do artista plástico e figurinista, Alessandro Oliveira, 39 anos, natural de Parintins (a 325 quilômetros de Manaus), começa a despontar no cenário nacional. O artista que anuncia para o dia 6 de maio a exposição "Cocares Emoldurados", recentemente, fixou por encomenda, dois de seus cocares estilizados em moldura de vidro com um colorido fantástico na casa da cantora Anitta.

Diante da repercussão, Alessandro deu continuidade a produção das obras de arte o que resultou no projeto de exposição em Parintins. Após o sucesso das peças na Ilha Tupinambarana, a mostra chega à capital amazonense para uma breve temporada na sede da Secretaria Executiva do Trabalho e Empreendedorismo (Setemp), na Galeria+, localizada na avenida Djalma Batista, 1.018, bairro Chapada, Zona Centro-Sul. Logo depois, a exposição segue para São Paulo.

Sem o Festival de Parintins e sem o Carnaval, em razão da pandemia, Alessandro teve que se reinventar para atender o mercado cultural. Ele conta que sua exposição de cocares decorativos foi uma ideia que surgiu há dez meses.

"Uma arquiteta me contratou para eu fazer um trabalho para a cantora Anitta e, dessa atividade comecei a fazer esse novo tipo de arte, que é o cocar em moldura de MDF com vidro, a partir daí comecei com o meu novo ramo artístico", contou Alessandro.

Foto: Divulgação

O artista ressaltou ainda, que o projeto "Cocares Emoldurados" foi contemplado pela Lei Aldir Blanc, uma espécie de auxílio cultural fomentado pelo Governo Federal, o que permitiu que ele colocasse a ideia em prática. "Diante do recurso obtido conseguir projetar a exposição em Parintins, uma vez que, já estava em desenvolvimento esse trabalho artístico e, apenas o transformei em projeto, este, contemplado em edital da Lei Aldir Blanc", destacou.

Com diversos trabalhos reconhecidos no eixo Rio-São Paulo, Parintins e Manaus, Alessandro pretende levar sua arte aos lugares mais longínquos. Sonho este, que está próximo de acontecer, pois o artista recebeu convite para participar da "Bela Bienal de Arte Contemporânea", prevista para ocorrer em agosto desde ano, em Helsinque, na Finlândia e, em novembro, a segundo edição ano com sede no Rio de Janeiro. "Minha meta é levar a exposição para outros estados e, em breve, em São Paulo e, quem sabe, mostrar a arte parintinense para outros lugares do mundo", completou.

Ainda, durante o evento em Manaus, haverá o lançamento do site de Alessandro Oliveira. A página irá dispor da biografia, história das obras e os novos projetos do artista. A exposição em Manaus tem o apoio da agência de notícias Amazônia 360º.

Para quem quiser adquirir a obra do artista parintinense, o cocar com modura em madeira e vidro, no tamanho grande medindo 1,30 metro de altura por 90 cm largura, sai por R$2,5 mil. O tamanho médio (1,10 metro altura por 85 cm largura) a R$ 2 mil, enquanto que a peça no tamanho menor (1 metro de altura por 70 cm largura) o desembolso fica por R$1,6 mil.

Sobre o artista

Natural de Parintins, Alessandro Oliveira é artesão, figurinista, artista plástico e decorador. Começou no cenário artístico aos 16 anos de idade, na escola de artes Irmão Miguel de Pascale.

Em 2009, atuou como decorador de carros alegóricos no Carnaval de São Paulo. Foram anos de uma carreira vitoriosa nas escolas de samba por onde passou: Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre, Mancha Verde, Vila Maria e Independente Tricolor. Nos últimos sete anos, as obras de Alessandro se tornaram mais evidentes na região Norte, com trabalhos nos bois Garantido e Caprichoso, além das escolas de samba em Manaus e Rio de Janeiro.

Veja mais notícias sobre ArteCulturaAmazonas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 09 Mai 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/