Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Segunda, 25 Mai 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

Luto na cultura do AM: cantor Arlindo Júnior morre aos 51 anos, em Manaus

Luto na cultura do AM: cantor Arlindo Júnior morre aos 51 anos, em Manaus
Aos 51 anos de idade, o cantor, ex-levantador de toadas do boi-bumbá Caprichoso e ex-vereador, Arlindo Júnior, morreu, na noite deste domingo (29), após uma luta contra o câncer, em um hospital particular de Manaus.
Foto:Divulgação/Boi Caprichoso


Em 2016, Arlindo anunciou estar com câncer na pleura e fazia tratamento em São Paulo. Em outubro de 2019, ele confirmou através de suas redes sociais um novo câncer, desta vez no cérebro.


Artistas manifestaram condolências e homenagens a Arlindo Júnior em redes sociais. O também cantor David Assayag postou em seu perfil no Instagram, uma foto com Arlindo, e a seguinte frase: "Descanse em paz. Arlindo Jr. Você foi um gueirreiro". A cantora Márcia Siqueira escreveu "O vento norte faz o meu coração navegar. R.i.p. Arlindo Jr". Uendel Pinheiro também lamentou a morte do artista, com o seguinte texto: "Obrigado por tudo! Conversamos muito sobre se um dia 'esse dia chegasse' chegou né!? Pelo menos deu tempo de eternizarmos esse lindo momento! Agora cumpre nosso combinado ae por cima! Que o meu eu vou cumprir por aqui! Te amo! Descanse em Paz! Luto @arlindojroficial".
Foto:Reprodução/Redes Sociais
Em nota, o governo do Amazonas manifestou pesar pela morte do reconhecido 'Pop da Selva' e "expressa condolências aos familiares, amigos e fãs de Arlindo Júnior neste momento de dor e luto".


A Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso também emitiu nota, ressaltando o artista como "a voz do Festival, a voz de nossa galera, a voz do lindo histórico de amor ao boi Caprichoso silencia neste mundo para cantar no mundo celestial ao lado de tantas outras estrelas azuladas", e decretou luto de 7 dias pelo falecimento de Arlindo Jr.


A prefeitura de Parintins também registra com pesar o falecimento do cantor. "Hoje, choramos a perda de um dos maiores ícones do Festival de Parintins. Um homem que amou nossa cidade, que distribuiu alegria e lutou até o fim".


Carreira


Arlindo Jr. começou a carreira como levantador de toadas em 1989, no Boi Caprichoso, em Parintins, quando teve reconhecimento profissional. No tempo que esteve à frente do boi, conquistou títulos e cantou toadas clássicas das festas de bumbás pelo Amazonas.


Velório


O corpo do cantor Arlindo Jr. está sendo velado durante essa segunda-feira (30), no Centro de Convenções Vasco Vasquez, ao lado da Arena da Amazônia, em Manaus.


Veja mais notícias sobre Arte.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 25 Mai 2020
No Internet Connection