Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 25 Julho 2021

Brava Festival realiza exposição online com mais de 60 obras produzidas por artistas negras da Amazônia

Está aberta para visitações a exposição Brava, o primeiro festival de artes visuais de mulheres negras realizado em Mato Grosso. São mais de 60 esculturas, cerâmicas, pinturas em tela, ilustrações em aquarela, artes digitais, fotografias e artesanatos expostos até o dia 21 de maio, de segunda a sexta, das 08h às 17h, no Museu de Imagem e Som de Cuiabá (Misc), situado na Rua 7 de Setembro, 1 - Centro Norte, Cuiabá - MT.

As obras apresentam uma diversidade de técnicas, estéticas e possibilidades criativas. Ao todo, 10 mulheres artistas negras expõem seus trabalhos Misc. A exposição é uma das ações do projeto "Brava - Festival de Artes Visuais de Mulheres Negras", contemplado pelo edital Circuito Mostras e Festivais da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

Foto: Divulgação

A maior parte das artes são feitas por artistas mato-grossenses. Patty Wolf, Hiasmyn L e Rosa Argilosa foram as artistas convidadas pela curadoria. Foram convidadas três artistas graffiteiras, ilustradoras digitais e artistas plásticas de Teresina (PI), São Paulo e Rio de Janeiro. Também foram selecionadas através de convocatória pública a fotógrafa Carina Valéria, a artesã Maria Auxiliadora, a ilustradora Elaine Fogaça e a designer digital Lia Amazonas.

"O festival não busca, necessariamente, apresentar um panorama da diversidade artística negra. Tão pouco se trata de uma seleção com as principais personalidades negras do cenário regional e nacional. Com todo respeito às nossas ancestrais, nesta ocasião queremos conversar principalmente com as adolescentes e jovens negras. Para isso, a curadoria procurou artistas negras também jovens, em quem podemos nos referenciar. Queremos reunir mulheres estreantes com mulheres experientes. Queremos apresentar para as adolescentes negras, que desenham no caderno agora, que elas podem ser artistas valorizadas e reconhecidas em um futuro muito próximo", afirma Hiasmyn L, idealizadora do festival.

Todas as medidas de biossegurança estão sendo mantidas. O uso de máscaras é obrigatório, e é disponibilizado álcool gel na entrada da exposição. Também é permitido o máximo de 08 pessoas dentro das salas, mantendo o distanciamento mínimo de 02 metros. A exposição presencial conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer de Cuiabá, que disponibilizou o espaço do MISC.

Visitas guiadas presenciais e virtuais

O Brava Festival realiza visitas guiadas. Para isso basta entrar em contato com a organização do evento e reservar o horário de sua preferência, pelo instagram: www.instagram.com/bravafestival. A exposição também atende grupos de instituições públicas e privadas por meio de visitas virtuais por videoconferência guiadas por uma arte-educadora.

As escolas e instituições de todo estado de Mato Grosso que estiverem interessadas em agendar uma visita online, podem entrar em contato pelo e-mail: ou pelo telefone (65) 98150-0520. Nas visitas online os participantes poderão aprender mais sobre as diferentes técnicas de artes visuais e sobre o trabalho de cada artista negra que expõe no festival.

Após o encerramento da exposição presencial, será disponibilizada a exposição virtual, na qual as obras poderão ser visualizadas também no site do Brava Festival.

Brava Festival

Além da exposição, o Brava Festival já realizou oficinas, performances, palestras, consultorias e debates online, voltados à capacitação profissional de artistas de Mato Grosso. Foram abordados temas como: possibilidades de atuação no mercado das artes; pautas sociais no processo criativo; estilo estético e criação de redes colaborativas. Todas as ações formativas estão disponíveis no site www.bravafestival.com.br.

Veja mais notícias sobre NotíciasCulturaArte.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 26 Julho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/