Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 31 Mai 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

Amapá vai expor e comercializar artesanato na maior feira da América Latina

Amapá vai expor e comercializar artesanato na maior feira da América Latina
Entre os dias 3 e 14 de julho, seis artesãos amapaenses terão a oportunidade de expor e comercializar aproximadamente 13 toneladas de produtos na Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), a maior feira da América Latina do segmento e que vai ocorrer no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.
Foto:Divulgação/Governo do Amapá

Em 2018, o Amapá faturou R$ 61,5 mil com a venda de artesanato na Fenearte e mais R$ 3,3 mil em encomendas de peças. A meta para este ano é superar esta marca. Por meio de processo de inscrição e seleção simplificada, o governo do Estado selecionou os artesãos Eunice Ferreira Rocha, Celso Valadares Sales, Maria de Fátima dos Reis Bríccio, Sandra Maria de Melo Alfaia, Jansen Rafael da Silva e Antônio Augusto Simões Neto, para participarem da feira.


A Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete) é responsável pelo transporte das peças até o local do evento, estande e apoio logístico aos artesãos. O material é produzido em madeira, sementes, cerâmica e fibras vegetais, e já foi levado para Pernambuco. Os seis artesãos do Amapá vão ficar num estande coletivo de 36 metros quadrados, cedido pelo Programa de Artesanato Brasileiro (PAB).

Foto:Divulgação/Governo do Amapá

“É mais uma oportunidade de mostrar para o Brasil e ao mundo o artesanato produzido aqui no Amapá. A Fenearte é aguardada com expectativa pelo segmento, uma vez que é uma maneira de fechar bons negócios. Este ano batemos recorde em volume de peças que serão expostas no evento, graças à sensibilidade e olhar empreendedor do governo do Estado”, avaliou a secretária do Trabalho e Empreendedorismo, Marcella Chesca.


A 20ª Fenearte conta com investimentos de R$ 5,5 milhões e um total de 5 mil expositores abrigados em 800 estandes. A expectativa é movimentar R$ 43 milhões nos 11 dias do evento, que terá, além da venda de artesanato, oficinas, desfile de moda, mostra de decoração, teatro infantil, ações de cidadania, polos de gastronomia e alimentação artesanal.


Veja mais notícias sobre Arte.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 31 Mai 2020
No Internet Connection