Manaus 30º • Nublado
Quarta, 01 Fevereiro 2023

Amazonenses revelam o que os faz manter a paixão pelo hobby de colecionar

Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia

Existem pessoas que amam colecionar. Pode ser de selos, moedas, gibis, CDs, obras de arte, brinquedos e até carros. Há todo um universo de objetos que são reunidos pelos amantes das coleções. Elas criam um mundo diferente e repleto de significados próprios.

O Portal Amazônia conversou com três amazonenses que criaram suas próprias coleções e mostram o verdadeiro significado de amar algo.

Arte indígena

Desde criança o artista plástico Rui Machado teve contato com os povos indígenas do Alto Rio Negro. "Meu pai era português e trabalhava com produtos extrativistas. Por causa disso, muitos indígenas vinham para a cidade e com eles seus utensílios, como por exemplo, redes, tupé (uma espécie de esteira), cerâmicas, flechas e bancos, esses últimos eram o que mais me fascinavam", contou.

E os bancos indígenas se tornaram os queridinhos de Rui. A paixão é tanta que o artista conta com uma coleção de bancos e outras peças indígenas que só aumenta. Porém, devido ao volume, ele precisou doar algumas peças para o Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).
Rui Machado possui uma coleção de bancos e artesanato indígena. Foto: Arquivo Pessoal
Ainda por causa da coleção extensa de bancos indígenas, que já passam de 30 peças, Rui já participou de exposições, como a 1ª edição da Casa Cor Amazonas e na Fundação Amazônia Sustentável (FAS). Os bancos de Rui também são retratados em suas telas e obras.

Para a Rui, a importância de sua coleção vai além da satisfação pessoal. Ele acredita que as peças mantêm viva a história e memória dos povos originários da Amazônia. O artista destaca que é cada vez mais raro se conseguir peças autênticas de arte indígena.

"A tradição e a cultura estão se perdendo no tempo, tanto pela falta de políticas públicas, quanto pelas condições e descaso para com o verdadeiro guardião da floresta. Minha grande paixão mesmo é a arte indígena. Gosto um pouco de arte sacra e de antiguidades que tenham uma relação com a minha cidade de Manaus, que é uma outra paixão, uma outra história",

afirmou.

Noveleiro 

Não é segredo para ninguém que a novela é uma  paixão nacional. Isso se refletiu na vida do manauara Karam, que é noveleiro de carteirinha. A fascinação pelas novelas trouxe ao jovem uma coleção com mais de 300 CDs e a coleção musical só cresce.

O primeiro CD que Karam ganhou foi da trilha sonora nacional de 'Esperança', de 2002. O presente de natal despertou ainda mais a paixão do amazonense pelas coletâneas de novelas. Já o último álbum adquirido por ele é da novela protagonizada por Cauã Reymond, "Um lugar ao Sol", de 2021. 

Mas ser colecionador de CDs de novelas em época de streaming de música é desafiador. Até o momento, nenhuma das novas produções lançou a sua versão física, ou seja, o jovem precisa recorrer aos álbuns que ainda não possui.

"Eu gosto de ter a versão física, só que é triste para quem faz coleção não ter acesso a material inédito. Infelizmente, as novelas que estão no ar não vão lançar CDs. Mas a minha coleção não vai acabar. Vou garimpar os álbuns que eu ainda não possuo e aumentar a coleção", 

garantiu.

Artigos geeks

 O universo geek é extenso e cheio de possibilidades. O universitário Igor Falcão possui uma extensa coleção de produtos desse universo. Ele tentou catalogar todas, mas desistiu quando chegou ao número dois mil. Igor tem de tudo um pouco: desde bonecos, pôsteres, roupas, até objetos de decoração.

"É uma coleção de pai e filho. Eu descobri o universo geek graças ao meu pai e, hoje, dividimos uma coleção juntos. Com ele, eu aprendi a cultivar esse hobby e ter zelo por todos os itens",

afirmou Igor.

O quarto de Igor é a junção de sua coleção, que serve como decoração do espaço. Cada peça tem um valor, seja financeiro ou sentimental. "Tenho coisas valiosas assinadas por artistas ou escritores. É uma coleção de respeito, que pretendo passar para os meus filhos", contou o jovem.

Veja mais notícias sobre CulturaAmazonas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 01 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/