Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 26 Novembro 2020

Saiba como potencializar a sua mente para o aumento da produtividade no trabalho

Foto: Startaê Team/Unsplash

Você já pensou em aumentar a sua mente para produzir mais em todas as tarefas que executa no dia-a-dia? Sabia que temos como manipulá-la para que ela nos dê mais resultados positivos?

Nesse artigo falaremos sobre algumas estratégias que podemos colocar em prática e ver a nossa capacidade produtividade aumentar de forma "assustadora". Sim, é possível. O aumento de produtividade não é necessariamente passarmos mais tempo trabalhando, mas sim usarmos menos tempo com o maior nível de eficiência.

O segredo da mente é estimulá-la para que ela própria crie novas ideias, ligando fatos, pontos específicos ou sentidos cronológicos do que precisamos fazer ou falar. Quando exercitamos o cérebro, ele sempre estará em um nível maior de alerta. Novidade ou algo diferente sempre geram um ambiente de novidade para o nosso sistema corporal. 

Foto: Startaê Team/Unsplash

Técnica 7X7

Você já ouviu falar sobre "decorar"? Em muitos momentos da vida já presenciamos esse termo, seja na escola, no curso técnico, na faculdade ou na apresentação de algum trabalho. Para entendermos essa técnica, devemos esquecer esse conceito.

Essa técnica serve para quando tivermos que aprender sobre algo, fazer uma apresentação ou para entendermos algo com um nível de complexidade maior do que o normal. Na prática significa 7 repetições seguidas, envolvendo 49 minutos de exercício mental. Vamos a um exemplo prático?

O João precisa fazer uma apresentação para clientes. Para isso, precisa estudar sobre um assunto específico que não é tanto do seu domínio. 

11:00 - João vai ler o assunto que não é de seu pleno conhecimento.

11: 07 - João vai repetir a ação

11:14 - novamente.

11:21 - novamente.

11:28 - novamente.

11:35 - novamente.

11:42 - novamente.

11:49 - e novamente, para finalizar. 

Se João fizer isso por duas ou três vezes durante o dia, o seu sistema cerebral vai absorver as informações de maneira eficiente e enxuta, e mesmo que se passem anos, o que foi lido não será esquecido.

Foto: Startaê Team/Unsplash

Técnica invertidas

Outro fator que estimula a mente do ser humano é executar ações que sejam diferentes do dia-a-dia normal. Alguns exemplos:

- Levantar um dia com os olhos fechados e ir para o banho usando apenas o tato: isso cria um gatilho de exercício mental e, sem perceber, a estimulamos a pensar, a explorar e descobrir novidades.

- Usar a mão não dominante para fazer tarefas: se você é destro/a e se alimenta com a mão direita, use a esquerda num dia, a direita no outro e assim por diante. O mesmo gatilho do ponto anterior é ativado.

- Mudar o percurso indo ao trabalho ou saindo para alguma atividade: quando repetimos a rotina todos os dias, temos a impressão que ela é cansativa e chata. Isso é interpretado pelo cérebro como algo monótono e sem graça. Quando o nosso sistema mental fica dessa forma, dificilmente conseguiremos ter ideias ou cliques para fazermos algo novo. Esse estímulo também gera uma potência maior.

Mudanças no ambiente

As mudanças de layouts em ambientes também é bom para estimular a mente. Tudo que surge como novidade é visto pela mente como algo interessante. Isso faz com que ela "se movimente". Quando temos os mesmos ambientes sempre, a mente cria a ideia do "mais do mesmo, nossa que rotina". Sem que nós percebamos, o nosso nível de fadiga mental aumenta e, com o tempo, sentimos que estamos numa rotina maçante.

Essas mudanças podem ser simples, não requer que compremos nada novo. É mudar o sofá de local, a mesa para o outro lado da sala ou invertê-la, colocar as fotos em organização invertida, o ventilador em outro canto da casa, e assim por diante.

Além disso, há a estratégia de estímulo com base em cores. Amarelo e vermelho são cientificamente comprovadas como cores boas para que possamos o nosso estado mental de criação.

O poder das músicas

A música sempre foi um estimulo comportamental na vida das pessoas de todo o mundo. É interessante termos a ideia de que se começamos o dia ouvindo alguma música calma, a tendência é que o nosso estado mental fique da mesma forma durante o dia. O gatilho da calma não nos deixa em alerta para potencializar o nosso poder de criação e produção durante o dia-a-dia.

Nesse ponto o ideal é que, se for ouvir alguma música já pela manhã, seja gêneros como rock, eletrônica, reggaeton ou similar. Isso vai fazer com a que mente fique agitada. Essa agitação faz parte do processo de potencialização de produção.

E então? Vamos para a prática? 


Flávio Guimarães é diretor da Guimarães Consultoria, Administrador de Empresas, Especializado em Negócios, Comportamento e Recursos Humanos, Articulista de Carreira, Emprego e Oportunidade dos Jornais Bom Dia Amazônia e Jornal do Amazonas 1ª Edição, CBN Amazônia, Portal Amazônia e Consultor em Avaliação/Reelaboração Curricular.

Veja mais notícias sobre EducaçãoEu Profissional.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/