Troca da bandeira e outorga de medalhas celebram os 55 anos do Acre

Em comemoração à data que marca os 55 anos de elevação do Acre à categoria de Estado, o governador Tião Viana e a vice-governadora Nazareth Araújo, em conjunto com as forças militares da Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, realizam a cerimônia cívico-militar de troca da bandeira nesta quinta-feira, 15, às 17 horas, no Calçadão da Gameleira.

Foto:Val Fernandes/Secom-AC

Na oportunidade, o governador, que é Grão-Mestre da Ordem da Estrela do Acre, e a chefe da Casa Civil, Márcia Regina Pereira, chanceler da referida ordem, farão a outorga de medalhas a pessoas e instituições que, por sua contribuição ao Estado ou mérito excepcional, tornaram-se dignas do reconhecimento do povo acreano.

Ao todo, 18 pessoas receberão a concessão da Ordem da Estrela do Acre, em cinco categorias: Grau Grã-Cruz, que será atribuído ao primeiro governador eleito do Acre, José Augusto de Araújo (em memória), Grau Grande Oficial, Grau Comendador, Grau Oficial e Grau Cavaleiro. Entre as autoridades que receberão as demais honrarias, estão representantes dos tribunais de Justiça e de Contas, Ministério Público, Assembleia Legislativa e Universidade Federal do Acre, entre outros.

A história

Antes Território, o Acre foi elevado à condição de Estado em 1962, quando a lei 4.070 foi sancionada. O processo durou anos em meio a dificuldades e conflitos, porém, com a ajuda de José Augusto de Araújo, foi possível que se tornasse finalmente brasileiro.

A tradição da troca da bandeira no aniversário do Acre é realizada duas vezes ao ano ou quando se tem necessidade devido ao deterioramento causado pela ação do tempo.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Nas curvas do tempo com Luiz Antony

Toda nova geração, especialmente aquela que imigra para nosso estado, e, é o caso de Luiz Antony, forja novos padrões, valores e atitudes sobre a vida e a sociedade em que se estabeleceram.

Leia também

Publicidade