Elefantas comemoram um ano no Santuário de Mato Grosso

No dia 14 de outubro será comemorado, no mirante Altos do Céu, o aniversário de um ano da chegada de Guida e Maia ao Santuário dos Elefantes do Brasil (SEB), em Chapada dos Guimarães (distante a 65 quilômetros de Cuiabá). A informação é do G1 Mato Grosso.

Segundo Junia Machado, presidente do Santuário, a documentação já está sendo providenciada para que outro elefante, agora vindo do Chile, chegue nos próximos meses, para fazer companhia às duas. 

Foto: Divulgação / Santuário dos Elefantes do Brasil

Guida tem 43 anos e Maia, 45, e foram, durante muitos anos foram atrações em shows de circos na Ásia, antes de serem resgatadas. Elas viveram durante 6 anos em um pequeno sítio em Minas Gerais, até que em outubro de 2016 chegaram ao Santuário.

Para Junia, o objetivo é comemorar o primeiro ano das elefantas no Santuário. Ela conta que a antiga fazenda de criação de gado que tem áreas preservadas, onde Guida e Maia estão, foi ampliada. E hoje, o local tem capacidade para abrigar 50 elefantes. “Nós ampliamos o local para a Guida e a Maia. Para elas terem mais espaço e para nós abrigarmos mais elefantes”, disse.

Serviço
 
O evento acontecerá a partir das 16h. Crianças de até 7 anos não pagam e acima de 12 pagam meia entrada. O valor arrecadado pelo evento será doado para o Santuário de Elefantes Brasil.

Até este sábado (7), o ingresso irá custar R$ 60 por pessoa. Entre os dias 8 e 13 de outubro o ingresso custará R$ 80 e podem ser adquiridos pelo site da organização.

O menu escolhido para o evento inclui banana à milanesa, feijoada vegana, mandioca frita, caldinho de feijão, frutas da estação, além de bebidas que serão servidos durante o jantar e vendidas separadamente no restaurante.

Para o visitante ter acesso à trilha que leva ao mirante do Altos do Céu, é cobrada uma taxa de R$ 20,00. O Alto do Céu vai doar 50% do valor da taxa para o SEB, tanto no dia 14 como no dia 15, quando a elefanta inflável Terê estará no deck, enfeitando ainda mais a paisagem. 
Sobre o Santuário 

O Santuário dos Elefantes do Brasil, em Chapada, o primeiro da América do Sul, foi montado pela ONG Internacional Global Sanctuary for Elephants (Santuário Global dos Elefantes). A instituição comprou uma área de 1.100 hectares em uma fazenda a 40 km do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães para abrigar animais resgatados de circos e em outras condições de maus tratos.

O local escolhido pela ONG é uma antiga fazenda de criação de gado que tem áreas preservadas e com floresta intacta. De acordo com a instituição, outros 50 animais já foram mapeados e devem ser resgatados de situações de risco.

A ONG é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que resgata elefantes cativos em situação de risco e oferece a eles o espaço, as condições e os cuidados necessários para que possam se recuperar física e emocionalmente dos anos passados em cativeiro.
Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Censo Demográfico: quilombolas rondonienses tem idade mediana um ano a mais que população total

Na região norte, o maior índice de envelhecimento dos quilombolas foi apresentado por Mato Grosso (76,93) e os menores foram no Amazonas (23,4) e Amapá (28,96).

Leia também

Publicidade