Cruzeiro do Sul decreta situação de emergência por causa da cheia

A prefeitura de Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre, decretou situação de emergência nesta segunda-feira (30) devido à cheia do Rio Juruá. O manancial atingiu a marca de 14,5 metros e ultrapassou a cota de transbordamento, que é de 13 metros.

Até o momento 162 famílias estão desalojadas em nove bairros, num total de 728 pessoas. Muitas famílias estão hospedadas em casas de familiares, algumas se valendo do aluguel social, enquanto outras estão sendo alojadas no Centro Esportivo Alailton Negreiros de Melo. 

O nível do Rio Juruá voltou a subir. Foto: Onofre Brito/Secom
Equipes da Defesa Civil Estadual já atuam no município auxiliando os desabrigados. Na sede do Corpo de Bombeiros, foi destinada uma sala para localizar o comando das operações, que têm a participação de diversas secretarias do governo do Estado e da prefeitura, além do Exército e da Marinha.

Somente o CBM mantém 30 homens diretamente envolvidos nas operações e mais 20 de prontidão. O coordenador da Defesa Civil, coronel Carlos Batista, embarca nesta segunda-feira para Cruzeiro do Sul, onde se juntará às equipes de auxílio.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Fundação Rede Amazônica visita SEBRAE/RR para fortalecer parcerias no estado

Nesta quarta-feira (17), a Fundação Rede Amazônica realizou uma visita à sede do SEBRAE em Roraima, marcando um importante...

Leia também

Publicidade