BNDES terá linha de financiamento para energia solar na Amazônia

Objetivo é atender principalmente áreas remotas da região.

O BNDES vai oferecer financiamento para quem tiver interesse em instalar luz solar na Amazônia. Nesta terça-feira (15), o Ministério de Minas e Energia e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social assinaram acordo de cooperação técnica que prevê a captação de recursos financeiros para a execução do Programa Mais Luz para a Amazônia.

Programa Mais Luz. (Foto:Marcelo Camargo/Agência Brasil)

De acordo com o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, o banco já faz conversas com investidores interessados em atuar na região com ações sustentáveis.

Distribuidoras de energia interessadas na instalação de infraestrutura de painéis fotovoltaicos e comunidades locais podem buscar recursos.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, serão linhas de financiamento com prazo de 20 anos, incluindo cinco anos de carência para início da amortização, podendo, a depender do caso, ser qualificado a fundo perdido.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque falou que o programa vai beneficiar principalmente pessoas em áreas remotas dos nove estados da Amazônia Legal.

Segundo o Departamento de políticas sociais do ministério, a expectativa é que as obras tenham início em novembro. O Programa Mais Luz para a Amazônia (MLA) foi criado pelo governo federal em fevereiro deste ano.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Censo Demográfico: quilombolas rondonienses tem idade mediana um ano a mais que população total

Na região norte, o maior índice de envelhecimento dos quilombolas foi apresentado por Mato Grosso (76,93) e os menores foram no Amazonas (23,4) e Amapá (28,96).

Leia também

Publicidade