Manaus 30º • Nublado
Terça, 16 Agosto 2022

Repelentes naturais: Confira 6 plantas que atuam como uma barreira contra mosquitos

Dedetizacao-e-Controle-de-Mosquitos-preco

Você provavelmente já deve ter sido incomodado pelo barulho ou até mesmo pela picada de insetos. Seja no interior ou até mesmo na cidade grande, a presença dos mosquitos está presente no dia a dia da população.

Além do incômodo constante, os mosquitos podem ser vetores de doenças como a dengue, a zyca e a chikungunya. Fatores como chuvas, a presença de água parada e a proximidade com a floresta fazem com que a presença dos insetos seja mais comum.

Contudo, além dos repelentes que podem ser comprados em supermercados e dependendo da eficácia, por preços não tão acessíveis, existem os repelentes naturais, extraídos de plantas comuns na natureza e que podem até ser cultivadas em casa.

O Portal Amazônia mostra 6 plantas que podem ser usadas como repelentes naturais e como prepará-las:

Copaíba

Um estudo publicado pela revista Scielo apontou que o óleo de copaíba é um efetivo repelente contra mosquitos forídeos (moscas) causadores de grandes prejuízos à criação racional das abelhas indígenas sem ferrão.

Onde encontrarO óleo de copaíba pode ser encontrado em farmácias ou lojas de produtos naturais na forma de cápsulas ou óleo essencial.

Foto: Reprodução

Andiroba

O óleo puro de andiroba (Carapa guianenses) mostrou em estudo boa ação de repelência quando comparado com a ausência do produto. Planta nativa da região amazônica, possui propriedades antissépticas, anti-inflamatórias e inseticidas.

Seu uso mais comum é como repelente natural, devido suas propriedades cicatrizantes, e também é utilizado no tratamento de coceiras e picadas causadas pelos insetos.

Também pode ser aplicado em móveis e madeiras, preservando-as e protegendo-as de cupins, além de aumentar sua durabilidade.

Aprenda a produzir o óleo de andiroba aqui.

Foto: Reprodução/ GreenMe

Citronela

É um dos repelentes naturais mais famosos. O repelente caseiro de citronela é feito a partir do óleo essencial desta planta  que possui propriedades inseticidas contra o mosquito da dengue, malária e febre amarela, além do pernilongo e da muriçoca.

O tempo de duração desse repelente é de 2 horas e pode causar irritação nos olhos ou alergia na pele e não deve ser usado por grávidas, crianças e por pessoas com pressão alta. Mesmo quando está em áreas comuns da casa, como no quintal, ela ajuda a manter moscas, mosquitos e formigas distantes. O ideal é que ela esteja plantada no caminho do vento, para espalhar o cheiro e aumentar a eficácia.

Ingredientes


  • 5 gotas de óleo essencial de citronela;
  • 1 colher (de sopa) de óleo de côco ou óleo de semente de girassol.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e colocar em um recipiente com spray. Borrifar na pele, espalhando nas áreas expostas ao mosquito como braços e pernas. Evitar passar no rosto e lavar as mãos após a aplicação para evitar contato acidental com os olhos, boca e nariz.

A citronela também pode ser usada na forma de velas ou difusores no ambiente para afastar os mosquitos.

Foto: Reprodução

Melaleuca

O óleo de melaleuca possui diversos benefícios e tem demonstrado excelentes resultados em afastar mosquitos, podendo, por isso, ser uma boa opção para a produção de um repelente natural contra o Aedes aegypti, agente transmissor da dengue.

Ingredientes


  • 10 ml de óleo essencial de Melaleuca;
  • 30 ml de água filtrada;
  • 30 ml de álcool de cereais.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e colocar no interior de uma garrafa com spray. Depois, aplicar sobre toda a pele sempre que for necessário sair na rua ou ficar em um local com maior risco de picadas de mosquito.

Este repelente também pode ser usado em todas as idades a partir dos 6 meses de idade.

Foto: Reprodução.

Tomilho

O tomilho pode ser menos conhecido pelas pessoas porém é uma excelente forma natural de afastar os mosquitos, e pode possuir uma eficácia superior a 90% dos casos. Muitas vezes é cultivado para manter os mosquitos afastados.

Este tipo de óleo pode ser encontrado em lojas de produtos naturais e supermercados.

Ingredientes


  • 2 ml de óleo essencial de tomilho;
  • 30 ml de óleo vegetal virgem, como amêndoas, calêndula ou abacate.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e aplicar uma fina camada sobre a pele de todo o corpo antes de sair na rua. O que sobrar da mistura pode ser guardado em um recipiente de vidro escuro e em um local protegido da luz.

Foto: Reprodução.

Cravo da índia

O repelente caseiro com cravo da índia é rico em eugenol, um óleo com propriedades inseticidas, que afastam o mosquito Aedes aegypti além de moscas e formigas.

Pode ser usado por adolescentes e adultos, incluindo mulheres grávidas, e o tempo de duração máximo desse repelente na pele é de 3 horas.

Ingredientes


  • 500 mL de álcool de cereais;
  • 10 g de cravo-da-índia;
  • 100 mL de óleo de amêndoas ou mineral.

Modo de preparo

Colocar o álcool e o cravo da índia num frasco escuro com tampa, ao abrigo da luz, por 4 dias. Mexer esta mistura 2 vezes por dia, de manhã e à noite. Coar e juntar o óleo corporal, agitando ligeiramente e colocar o repelente num recipiente com spray.

Contraindicações

Mulheres gestantes, crianças e pessoas com problemas de pressão no geral não devem verificar se podem utilizar esses repelentes. Em alguns casos, existem repelentes fabricados industrialmente específicos para esses grupos.

Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 16 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/