Manaus 30º • Nublado
Segunda, 26 Setembro 2022

Portal Amazônia responde: O que são os rios voadores?

Portal Amazônia responde: O que são os rios voadores?

Você provavelmente já deve ter visto várias nuvens que se unem e acabam formando um manto branco por cima das árvores na região amazônica. Chamado de rios voadores, esse fenômeno natural é uma espécie de curso de águas atmosféricas 'invisíveis' que circulam pela atmosfera.

O fenômeno surge a partir de grandes fluxos aéreos de vapor que vêm de áreas tropicais do Oceano Atlântico e que são alimentados pela umidade vinda da Amazônia. Ou seja, a floresta fornece água para os rios voadores conforme as árvores transpiram.

A origem dos rios voadores acontece quando as árvores da Floresta Amazônica "bombeiam" as águas das chuvas de volta para a atmosfera, através de um fenômeno chamado evapotranspiração, no qual a água das chuvas que fica retida nas copas das árvores evapora e permanece na atmosfera em forma de umidade.

Uma parte dessa água se transforma novamente em chuva que cai na própria floresta enquanto que a outra parte é transportada através da atmosfera.

Foto: Unsplash / David Clode

 Apesar de não conseguirmos ver, os rios voadores têm cerca de três quilômetros de altura e milhares de quilômetros de extensão. Eles são massas de ar carregadas de água vaporosa, muitas vezes acompanhadas por nuvens.

 Importância do fenômeno para o clima

Entre uma de suas importâncias, os rios voadores são responsáveis pela formação das nascentes, incluindo os rios que dão origem ao rio Amazonas. Os rios voadores se direcionam para o oeste até chegarem à Cordilheira dos Andes. Lá, eles se deparam com o paredão de mais de 4000 metros, o que faz com que parte dessa umidade precipite, ou seja, transforme-se em chuvas ou até mesmo em neve.

Outro ponto importante é que esses rios voadores interferem no clima da maior parte do território brasileiro. Isso acontece porque a umidade do ar que é barrada pela Cordilheira dos Andes e que acaba não se precipitando, fazendo com que essa umidade seja"rebatida" de volta para o continente, fornecendo umidade para as demais regiões do país.

Estima-se que a vazão dos rios voadores seja igual ou superior à vazão do Rio Amazonas, transportando cerca de 200.00m³ de água por segundo. A umidade é levada para as regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil.

Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 26 Setembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/