Manaus 30º • Nublado
Sexta, 02 Dezembro 2022

Cobra que voa? Conheça a Jequitiranabóia

Captura-de-Tela-2021-11-09-as-10.10.0_20211109-150008_1

Cobra-de-asa, cobra-voadora, cigarra-doida e jacaré-namboya.  Esses são alguns dos muitos apelidos que a Jequitiranabóia recebe. Seu nome deriva do Tupi-Guarani e significa "cigarra parecida com cobra". Mas a verdade é que o animal não é nem um, nem outro. 

A Jequitiranabóia é um inseto que vive basicamente em florestas tropicais, habitam muitos países da América do Sul, quase todo o Brasil, Venezuela, Peru e Colômbia, sendo muito encontrado na Amazônia.

O Portal Amazônia mostra algumas curiosidades sobre o inseto. Confira a seguir:

Foto: Reprodução/Kennedy Borges-Road

A primeira vista, o que mais chama atenção para o animal é o seu formato: Sua cabeça lembra a de um jacaré, com falsos olhos protuberantes e dentes afiados. O corpo remete à espécies de cobras como a jararaca devido a uma mancha semelhante.

Além disso, possui um estilete sugador para alimentação, popularmente associado a um "ferrão". Você provavelmente deve estar imaginando que devido a todas essas características, a jequitiranabóia deve ser um animal extremamente venenoso ou perigoso para seres humanos.

Mas não é nada disso. O inseto, que pode chegar a medir 9,5 centímetros de comprimento, nunca foi responsável por registros de mortes em humanos. Contudo, pode haver ferroada por manuseio incorreto e eliminação ocasional de substâncias tóxicas (terpenóides) armazenadas de plantas consumidas pelo animal.


Veja também :   Urutau: o pássaro amaldiçoado conhecido como "ave-fantasma da Amazônia"

Foto: Reprodução.

 Apesar de não se ter o registro de morte por estes insetos, há muitos mitos e lendas que cercam o animal. Por exemplo, aqui na região há a crença de que apresenta um veneno mortal para homens e animais, capaz de ressecar árvores das quais se alimenta.

Em alguns países que compõem a Amazônia Internacional a pessoa ferroada pelo inseto deve ter relações sexuais em até 24 horas para não morrer. Outro fato interessante sobre a jequitiranabóia é que mesmo seu habitat sendo em florestas tropicais, às vezes podem ter ocorrências nas cidades pois são atraídos pelas luzes urbanas.

Quando ameaçada a Jequitiranaboia abre suas asas que possuem manchas que lembram olhos grandes. Foto: Reprodução.

Algumas espécies desenvolvem eventualmente a bioluminescência devido a bactérias patogênicas no abdômen e cabeça.

Mesmo com seu destaque cultural, o jequitiranabóia pode figurar na lista de espécies ameaçadas de extinção em razão da destruição frequente das florestas.

Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários: 3

Cibele Viana da silva em Sexta, 19 Novembro 2021 04:14

Tenho um guardado aqui em casa..rsrsrs pensa num bicho feio

Tenho um guardado aqui em casa..rsrsrs pensa num bicho feio
Leonildo de Souza Pimentel em Domingo, 01 Mai 2022 19:11

hoje capturei uma tiranaboia no meu sitio aqui em Pacaraima estado de Roraima.

hoje capturei uma tiranaboia no meu sitio aqui em Pacaraima estado de Roraima.
Risomaria em Sexta, 01 Julho 2022 09:19

Hoje encontramos uma na parede da nossa casa em Itamarati AM

Hoje encontramos uma na parede da nossa casa em Itamarati AM
Visitante
Sexta, 02 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/