Como ver animais raros da Colômbia em seu habitat natural

Os visitantes podem conhecer a diversa fauna colombiana em parques naturais nacionais. Saiba quais:

Uma arara voa alto sobre uma vasta selva colombiana. Ao lado dela estão seus companheiros, um bando da mesma espécie, todos voando juntos. As penas brilhantes tornam o céu noturno vermelho, amarelo e azul em uma cena que é preciso ver para acreditar.

São 17h e o Santander Plaza, em Leticia, na Colômbia, está cheio de turistas e moradores locais cuidando de seus afazeres diários. Isso até que os gritos dos papagaios façam todos levantarem a cabeça.

O sol, que se põe lentamente sobre as copas das árvores do tamanho de prédios na floresta amazônica, é obscurecido pelo bater de milhares de asas. De repente, como num filme, tudo se cala. 

Os pássaros pousam na praça e se aninham nas árvores. Uma experiência surreal, mas apenas um dos muitos encontros imediatos que os visitantes podem desfrutar com os animais colombianos em seu habitat natural.

Essa é uma noite comum na cidade colombiana, capital do departamento de Amazonas, mas é uma das muitas oportunidades de se conectar com a natureza em todo o país. Você quer encontrar esses e outros animais fascinantes em seu ambiente natural? 

Foto: Reprodução/ProColombia

Encante-se com a vida selvagem na Amazônia colombiana: Orinoco 

Leticia tem um lugar especial na busca pelo encontro com a vida selvagem amazônica e não são apenas os papagaios e araras de cores vivas que dão as boas-vindas aos visitantes. A região amazônica colombiana de Orinoco é uma das mais biodiversas, uma vasta área que abriga e é alimentada por alguns dos animais mais raros e incomuns do mundo.

A aventura começa com uma caminhada guiada pela natureza, onde é possível conhecer insetos curiosos (como a vespa caçadora de tarântulas), anfíbios (incluindo o sapo verde-flecha) e um dos mamíferos mais admirados do mundo: o boto-cor-de-rosa, que é a fonte de mitos atemporais e lendas.

Vasta extensão de planícies

Vastas planícies se estendem até a borda da floresta amazônica e esse contraste produziu um dos melhores lugares da Colômbia para mergulhar na observação da vida selvagem. Os “llanos” abrigam florestas e pântanos com extensa variedade de animais, incluindo capivaras, antas, tamanduás, ariranhas e a reverenciada onça-pintada.

Parques Naturais Nacionais: Ecossistemas frágeis que são cuidadosamente protegidos

A Colômbia tem ares de filme, cheia de personagens encantadores e protagonizada por sua biodiversidade. Todos os seus pássaros e animais merecem seu lugar no centro das atenções e muitos deles vivem em habitats protegidos. Os muitos parques nacionais naturais da Colômbia são ideais para explorar e coexistir com a vida selvagem, sabendo que seus frágeis ecossistemas estão protegidos.

Um dos exemplos é a Ilha Gorgona, no Pacífico colombiano, que até 1984 era uma “Alcatraz” da América do Sul, uma penitenciária que abrigava seus internos nas paisagens mais selvagens, repletas de cobras e insetos tropicais.

Restam apenas as ruínas da prisão há muito perdida e os encantos de Gorgona agora são totalmente dedicados à sua vida selvagem, incluindo espécies não encontradas em nenhum outro lugar da Terra. Alguns animais possíveis de conhecer no local são macacos de cara branca, preguiças de três dedos, tamanduás e o famoso lagarto azul, bem como a vida marinha sob as ondas.

Foto: Reprodução/ProColombia

Santuário de Flora e Fauna de Malpelo

Outro local popular é perto de Gorgona: a ilha de Malpelo. Em suas águas abriga uma criatura curiosa, um animal com um corpo alongado e fusiforme e uma grande predileção por águas tropicais, especialmente seus petiscos favoritos (crustáceos e peixes ósseos): o tubarão-martelo, um grande favorito entre os mergulhadores e um animal fácil de detectar, pois é um visitante frequente da região.

Utria e Nuqui

Há gigantes que dançam nas águas do Pacífico colombiano, tecendo uma intrincada e cativante coreografia desenhada para garantir a sobrevivência de sua espécie. Todos os anos, as baleias jubarte viajam muitos milhares de quilômetros até as águas mais quentes, perto da costa colombiana, para acasalar e dar à luz.

Este espetáculo natural acontece de julho a novembro e os visitantes podem embarcar em pequenos barcos para ver as baleias. Esses animais, por sua vez, são naturalmente curiosos e costumam nadar ao lado dos barcos para inspecionar quem vem visitá-los.

Toda aventura tem seus elementos imperdíveis e o Parque Natural Nacional Utria é, sem dúvida, um ponto alto para quem busca a vida selvagem colombiana e observar os filhotes de baleias jubarte.

Mas além das oportunidades de observação de baleias, a pequena cidade de Nuqui é um ótimo lugar para explorar, com cachoeiras, rios e praias. Suas águas também abrigam tartarugas marinhas que depositam seus ovos em suas margens, dando aos visitantes também a chance de observar filhotes de tartarugas recém-nascidas voltando para o oceano.

Foto: Reprodução/ProColombia

Espécies endêmicas da Colômbia 

Por tudo isso e muito mais é que os parques naturais nacionais da Colômbia são ideias para se aproximar da natureza. Principalmente para conhecer espécies endêmicas, aquelas que só existem em determinadas áreas, que também fazem parte das atrações naturais proporcionadas pelo país amazônico, como:

  • Tartaruga de Morrocoy: Esta alma sábia pode viver até cem anos e é encontrada no norte de Choco, bem como no Grande Caribe colombiano e nas planícies orientais do país.
  • Condor Andino: Esta ave, símbolo da Colômbia, é encontrada no distrito cafeeiro, em parques nacionais como Purace e na Serra Nevada de Santa Marta.
  • Olinguito: O menor membro da família do guaxinim, foi o primeiro novo mamífero carnívoro descoberto no século 21, nas florestas nubladas da Colômbia.
  • Macaco titi: Várias espécies de macacos titi podem ser vistas em toda a Colômbia, em departamentos como Atlantico, Bolívar, Sucre e Córdoba, bem como o caquetá ou titi de barba ruiva, que só pode ser visto em Caquetá.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

A realidade da Reserva Legal na Amazônia e o Projeto de Lei 3334/2023

As Reservas Legais, juntamente com as APPs, desempenham um papel essencial nesse contexto, protegendo a vegetação nativa e garantindo acesso aos benefícios proporcionados pelos ecossistemas.

Leia também

Publicidade