UGPE e SEDURB visitam Fundação Rede Amazônica para fortalecer parcerias em Projetos de Desenvolvimento Sustentável

Nesta quinta-feira (06), a Fundação Rede Amazônica recebeu a visita de representantes da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (SEDURB). O encontro teve como objetivo fortalecer parcerias estratégicas e discutir novas iniciativas voltadas para o desenvolvimento sustentável na região amazônica.

“Tivemos a honra de conhecer a sede da Fundação Rede Amazônica e podemos também ter a grata satisfação de identificar uma similaridade com o que nós executamos na UGPE e Governo do Estado e ficamos felizes em poder saber que podemos contar com a Fundação nos nosso projetos e na nossa rede de parceiros para nos ajudar a melhorar a vida das pessoas.”, destacou Marcellus Campêlo, secretário da UGPE.

A visita, que reuniu lideranças de ambas as instituições, foi marcada por um diálogo sobre projetos em andamento e futuras colaborações. Durante a visita, foram apresentados diversos projetos sustentáveis que estão sendo desenvolvidos pela FRAM, com destaque para iniciativas de conservação ambiental, educação e inovação tecnológica.

“É muito importante a gente estar com parceiros que compartilham os mesmos valores e principios que nós em prol do desenvolvimento da Amazônia, somos um braço institucional da Rede Amazônica e uma das grandes missões do grupo é educar e desenvolver a Amazônia.”, destacou Mariane Cavalcante, diretora executiva da FRAM.

A visita da UGPE e da SEDURB à Fundação Rede Amazônica representa um passo significativo na construção de um futuro mais sustentável e próspero para a região amazônica.

Sobre a Fundação Rede Amazônica

A Fundação Rede Amazônica, é o braço institucional do Grupo Rede Amazônica, atua há 39 anos com os objetivos de capacitar pessoas, articular parcerias, desenvolver projetos e programas que contribuem para a proteção e desenvolvimento da Amazônia.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Camu-camu é usado para enriquecer farinha de mandioca

Desidratados sob diferentes métodos tecnológicos, os resíduos agroindustriais de frutos de camu-camu, adicionados à farinha de mandioca, incrementaram significativamente os produtos finais.

Leia também

Publicidade