Aeroporto tem alta de viajantes pelo 10º mês seguido no Amapá

Os dados estatísticos da Infraero mostram que o dado de janeiro é 3,2% maior que dezembro, mas 28,2% menor que o registrado em janeiro de 202

O Amapá fechou janeiro com 45.639 passageiros embarcando ou desembarcando no Aeroporto Internacional de Macapá. Com o resultado, o estado chega ao 10º mês consecutivo com alta no total de viajantes saindo ou chegando, mas com patamares ainda abaixo do período pré-pandemia.

Os dados estatísticos da Agência Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) mostram que o dado de janeiro é 3,2% maior que dezembro, mas 28,2% menor que o registrado em janeiro de 2020.

A alta do fluxo de passageiros no aeroporto da capital, o único que recebe voos comerciais no estado, acontece em meio ao aumento na média de casos e internações pela Covid-19.

Desde janeiro, os decretos do governo que estabelecem as medidas restritivas contra a Covid-19 preveem maior fiscalização em portos e aeroportos para, principalmente, evitar que novas variantes sejam espalhadas no estado.

As determinações reforçam a fiscalização e implementação de medidas de controle sanitário no desembarque de passageiros.

Até o momento, não houve nova restrição de viagens para o Amapá, como aconteceu no início da pandemia, quando as empresas aéreas reduziram a oferta de 7 voos diários para 4 viagens semanais.

Na época, a suspensão e a redução dos voos pelas empresas aéreas geraram reclamações de passageiros que ficaram ilhados e temor das agências de viagens e do ramo hoteleiro. 

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Camu-camu é usado para enriquecer farinha de mandioca

Desidratados sob diferentes métodos tecnológicos, os resíduos agroindustriais de frutos de camu-camu, adicionados à farinha de mandioca, incrementaram significativamente os produtos finais.

Leia também

Publicidade