Publicidade

André Torbey

Um olho do leão, outro na comida

"Um bom planejamento tributário permite uma maior tranquilidade em saber que está fazendo tudo certo e com a segurança de aproveitar benefícios e isenções fiscais"

André Torbey

torbey.andre@gmail.com


No momento em que a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física ganha mais destaque, é super importante falarmos, também, de um dos maiores custos na gestão de uma empresa. Inclusive, se você ainda não começou a acertar suas contas com o leão, não perca tempo.

Como você já deve estar acostumado a ler por aqui, empreender não é uma das tarefas mais fáceis. Fora todo o “trabalho” de pensar em algo que dê dinheiro, é essencial ter noção de estratégias, de gestão de pessoas, planejamento e tributos. 

E quando o assunto é imposto, independentemente do tamanho do negócio, todo mundo precisa pagar. Até tentei encontrar uma forma diferente de escrever isso, mas na ausência de alternativas, repito um jargão brasileiro “o Brasil é um dos países com a maior carga tributária no mundo”.

Por ser um tema chato. Muitos empresários acabam deixando de lado, terceirizando toda a responsabilidade para um escritório contábil ou, no pior dos casos, acha que nunca vai ter problema se deixar de pagar alguns tributos. 

Um bom planejamento tributário permite uma maior tranquilidade em saber que está fazendo tudo certo, pagando o valor correto (nem mais, nem menos) e com a segurança de aproveitar benefícios e isenções fiscais.

Não caia na falácia do jeitinho brasileiro. Trabalhar de forma justa e honesta é o que pode possibilitar noites mais tranquilas de sono. 

Para evitar problemas com esse aspecto tão importante de uma gestão empresarial, a melhor coisa é ser empreendedor (leia: fazer algo difícil) e trabalhar de forma proativa.

Hoje já existem várias plataformas e ferramentas que podem facilitar a vida de quem quer aprender mais sobre isso. Aqui tenho tentando trazer conhecimento, questionamentos e reflexões para quem está empreendendo ou quer empreender em nossa região. 

Não deixe de buscar novas formas de aprender mais, pense no futuro, mas não deixe de analisar as implicações das suas decisões no presente. E tenha um relacionamento próximo com o seu contador.

Um olho no leão, outro na comida. Esse é o jeito baré de empreender.
 

André Torbey

Home > Opiniao > Andre-torbey

Um olho do leão, outro na comida

"Um bom planejamento tributário permite uma maior tranquilidade em saber que está fazendo tudo certo e com a segurança de aproveitar benefícios e isenções fiscais"

André Torbey

torbey.andre@gmail.com


No momento em que a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física ganha mais destaque, é super importante falarmos, também, de um dos maiores custos na gestão de uma empresa. Inclusive, se você ainda não começou a acertar suas contas com o leão, não perca tempo.

Como você já deve estar acostumado a ler por aqui, empreender não é uma das tarefas mais fáceis. Fora todo o “trabalho” de pensar em algo que dê dinheiro, é essencial ter noção de estratégias, de gestão de pessoas, planejamento e tributos. 

E quando o assunto é imposto, independentemente do tamanho do negócio, todo mundo precisa pagar. Até tentei encontrar uma forma diferente de escrever isso, mas na ausência de alternativas, repito um jargão brasileiro “o Brasil é um dos países com a maior carga tributária no mundo”.

Por ser um tema chato. Muitos empresários acabam deixando de lado, terceirizando toda a responsabilidade para um escritório contábil ou, no pior dos casos, acha que nunca vai ter problema se deixar de pagar alguns tributos. 

Um bom planejamento tributário permite uma maior tranquilidade em saber que está fazendo tudo certo, pagando o valor correto (nem mais, nem menos) e com a segurança de aproveitar benefícios e isenções fiscais.

Não caia na falácia do jeitinho brasileiro. Trabalhar de forma justa e honesta é o que pode possibilitar noites mais tranquilas de sono. 

Para evitar problemas com esse aspecto tão importante de uma gestão empresarial, a melhor coisa é ser empreendedor (leia: fazer algo difícil) e trabalhar de forma proativa.

Hoje já existem várias plataformas e ferramentas que podem facilitar a vida de quem quer aprender mais sobre isso. Aqui tenho tentando trazer conhecimento, questionamentos e reflexões para quem está empreendendo ou quer empreender em nossa região. 

Não deixe de buscar novas formas de aprender mais, pense no futuro, mas não deixe de analisar as implicações das suas decisões no presente. E tenha um relacionamento próximo com o seu contador.

Um olho no leão, outro na comida. Esse é o jeito baré de empreender.
 

TAG Empreendedorismodeclaracao do imposto de rendaImposto de Renda 2019