Publicidade

André Torbey

Home > Opiniao > Andre-torbey
André Torbey

Poupar, investir e empreender

Cada vez se torna mais importante o entendimento da diferença entre poupar e investir. E, simplificando, podemos dizer que: poupar é separar. Você só investe depois que aprende a poupar

André Torbey

torbey.andre@gmail.com


Mais uma vez, saiu uma pesquisa mostrando que os brasileiros investem pouco. E os poucos que investem, acabam precisando do dinheiro antes de 90 dias. Um padrão comum em terras locais. 

 

Cada vez se torna mais importante o entendimento da diferença entre poupar e investir. E, simplificando, podemos dizer que: poupar é separar. Separar uma parte do seu dinheiro que você sabe que não vai precisar. Sabe que precisa criar uma organização e planejamento que não crie pressão/necessidade em precisar usar esse capital. Ou, ainda, poupar é abrir mão. 

 

Você só investe depois que aprende a poupar. Investir é multiplicar o capital. É proteger e somar ao capital investido. É aumentar o seu patrimônio. Sem entendimento, você acaba fazendo escolhas erradas e prematuras. 

 

Uma vez entendidos esses dois pontos, podemos mencionar o impacto no empreendedorismo. Sem dúvidas, um negócio em fases iniciais demanda uma reserva. E se você pensa em abrir ou testar um negócio, essa reserva vai dizer muita coisa do tempo de vida que você terá disponível. 

 

E que tal empreender em outros negócios através dos seus investimentos? 

 

É basicamente assim que funciona a bolsa de valores. Você se torna (mesmo que com uma participação ínfima) um acionista de uma outra empresa. Dependendo da sua inclinação, o seu objetivo deve ser buscar retorno através dos lucros desses negócios e esses lucros vêm com melhoria da economia, da perfomance, da governança e da eficiência da empresa. Alguns pontos para ter em mente antes de investir:

 

1. Antes de tudo, entender a parte operacional de como funciona a bolsa de valores para que o risco operacional seja minimizado;

 

2. Avaliar os setores e encontrar empresas que você consegue enxergar valor e possibilidade de crescimento;

 

3. Sempre pensar no longo prazo. É comum alguns investidores terem uma visão ou necessidade de resultados rápidos. E nem sempre isso é possível.

 

Você pode ter o seu negócio próprio e ainda assim ser acionista em outras empresas de diferentes ramos e competências. A bolsa de valores é fascinante e ainda vou falar muito sobre como empreendedores podem se beneficiar com esses investimentos. 

 

Esse é o jeito baré de empreender. 


Poupar, investir e empreender

Cada vez se torna mais importante o entendimento da diferença entre poupar e investir. E, simplificando, podemos dizer que: poupar é separar. Você só investe depois que aprende a poupar

André Torbey

torbey.andre@gmail.com


Mais uma vez, saiu uma pesquisa mostrando que os brasileiros investem pouco. E os poucos que investem, acabam precisando do dinheiro antes de 90 dias. Um padrão comum em terras locais. 

 

Cada vez se torna mais importante o entendimento da diferença entre poupar e investir. E, simplificando, podemos dizer que: poupar é separar. Separar uma parte do seu dinheiro que você sabe que não vai precisar. Sabe que precisa criar uma organização e planejamento que não crie pressão/necessidade em precisar usar esse capital. Ou, ainda, poupar é abrir mão. 

 

Você só investe depois que aprende a poupar. Investir é multiplicar o capital. É proteger e somar ao capital investido. É aumentar o seu patrimônio. Sem entendimento, você acaba fazendo escolhas erradas e prematuras. 

 

Uma vez entendidos esses dois pontos, podemos mencionar o impacto no empreendedorismo. Sem dúvidas, um negócio em fases iniciais demanda uma reserva. E se você pensa em abrir ou testar um negócio, essa reserva vai dizer muita coisa do tempo de vida que você terá disponível. 

 

E que tal empreender em outros negócios através dos seus investimentos? 

 

É basicamente assim que funciona a bolsa de valores. Você se torna (mesmo que com uma participação ínfima) um acionista de uma outra empresa. Dependendo da sua inclinação, o seu objetivo deve ser buscar retorno através dos lucros desses negócios e esses lucros vêm com melhoria da economia, da perfomance, da governança e da eficiência da empresa. Alguns pontos para ter em mente antes de investir:

 

1. Antes de tudo, entender a parte operacional de como funciona a bolsa de valores para que o risco operacional seja minimizado;

 

2. Avaliar os setores e encontrar empresas que você consegue enxergar valor e possibilidade de crescimento;

 

3. Sempre pensar no longo prazo. É comum alguns investidores terem uma visão ou necessidade de resultados rápidos. E nem sempre isso é possível.

 

Você pode ter o seu negócio próprio e ainda assim ser acionista em outras empresas de diferentes ramos e competências. A bolsa de valores é fascinante e ainda vou falar muito sobre como empreendedores podem se beneficiar com esses investimentos. 

 

Esse é o jeito baré de empreender. 

TAG dicas para empreenderEmpreendedorismoo jeito bare de empreender