Cidades

PA: Defensor de direitos humanos é assassinado em Anapu

Valdemir Resplandes foi executado, ele era uma das lideranças na luta por reforma agrária em Anapu


Valdemir Resplandes dos Santos, conhecido como "muleta", foi executado na noite desta terça-feira (9) em Anapu (PA). De acordo com a Polícia Civil do Pará (PC) ele era uma das lideranças na luta por reforma agrária em Anapu.


De acordo com a PC, o crime ocorreu por volta das 19 horas de terça-feira, quando Valdemir conduzia uma moto pela rua da rádio que fica no Morro do Macaco, em Anapú e foi parado por dois homens. Um deles efetuou um disparo pelas costas e quando estava no chão, Valdemir levou mais um tiro, esse, na cabeça.


Segundo testemunhas, os homens saíram a pé sem levar nenhum pertence da vítima. A região é palco de conflitos agrários entre pretensos proprietários de terras e colonos. Foi em Anapu onde há 12 anos a missionária Dorothy Stang foi assassinada.


Em um programa da TV Brasil, que foi ao ar em 2016, o defensor já relatava ameaças. “Eu sou uma pessoa que está sendo muito perseguida, ameaçada. Já teve vez da gente não dormir de noite, com tanta caminhonete passando. A gente buscava um recurso pra identificar as caminhonetes, identificava, ia na polícia registra o BO e não era atendido”, disse.


De acordo com o Delegado Diego Araújo, responsável pelas investigações, ainda não há motivação definida, nem autoria identificada.  
 
Foto: Reprodução / EBC
 

Cidades

Home > Noticias > null

PA: Defensor de direitos humanos é assassinado em Anapu

Valdemir Resplandes foi executado, ele era uma das lideranças na luta por reforma agrária em Anapu

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Valdemir Resplandes dos Santos, conhecido como "muleta", foi executado na noite desta terça-feira (9) em Anapu (PA). De acordo com a Polícia Civil do Pará (PC) ele era uma das lideranças na luta por reforma agrária em Anapu.


De acordo com a PC, o crime ocorreu por volta das 19 horas de terça-feira, quando Valdemir conduzia uma moto pela rua da rádio que fica no Morro do Macaco, em Anapú e foi parado por dois homens. Um deles efetuou um disparo pelas costas e quando estava no chão, Valdemir levou mais um tiro, esse, na cabeça.


Segundo testemunhas, os homens saíram a pé sem levar nenhum pertence da vítima. A região é palco de conflitos agrários entre pretensos proprietários de terras e colonos. Foi em Anapu onde há 12 anos a missionária Dorothy Stang foi assassinada.


Em um programa da TV Brasil, que foi ao ar em 2016, o defensor já relatava ameaças. “Eu sou uma pessoa que está sendo muito perseguida, ameaçada. Já teve vez da gente não dormir de noite, com tanta caminhonete passando. A gente buscava um recurso pra identificar as caminhonetes, identificava, ia na polícia registra o BO e não era atendido”, disse.


De acordo com o Delegado Diego Araújo, responsável pelas investigações, ainda não há motivação definida, nem autoria identificada.  
 
Foto: Reprodução / EBC
 

TAG anapuvaldemir resplandesassassinato