Publicidade

Cidadania

Home > Noticias > Cidadania
Cidadania

Arqueiro indígena do Amazonas é campeão brasileiro juvenil do Tiro com Arco

Nelson Kambeba levou a medalha de ouro no 12° Campeonato Brasileiro de Base/Juvenil de Tiro com Arco, em Maricá, no Rio e Janeiro

Portal Amazônia, com informações da FAS

jornalismo@portalamazonia.com


O arqueiro indígena do Amazonas Nelson Silva de Moraes se consagrou campeão brasileiro juvenil do Tiro com Arco. Ele levou a medalha de ouro no 12° Campeonato Brasileiro de Base/Juvenil de Tiro com Arco, no último sábado (14), na cidade de Maricá, no Rio de Janeiro. O atleta é apoiado pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS) no Projeto Arquearia Indígena.

 

O campeonato é organizado pela Confederação Brasileira de Tiro com Arco e estava sendo realizado desde 10 de setembro. “A sensação é de felicidade. Eu estava precisando ir para uma final individual por que passei um tempo sem disputar nada. Graças a Deus atirei bem nesse campeonato, consegui um bom resultado e agora é continuar treinando que mais coisas virão por aí”, disse Nelson.

 

Foto: Felipe Lobo/FAS

Da etnia Kambeba, Nelson nasceu na comunidade indígena Três Unidos, na Área de Preservação Ambiental (APA) do Rio Negro, uma das comunidades onde a FAS promove ações de conservação ambiental, desenvolvimento sustentável e melhoria de qualidade de vida.

 

Nelson Kambeba é um dos quatros atletas indígenas amazonenses apoiados pelo Projeto Arquearia Indígena, da FAZ. Além dele, os irmãos Gustavo Paulino dos Santos e Graziela Paulino dos Santos, da etnia Karapãna, também são apoiados e disputam a Rio CUP Internacional Ranking de Tiro com Arco, de 30 de setembro e 6 de outubro.

 

Arquearia Indígena

 

A valorização da cultura e da identidade dos povos indígenas do Amazonas é a maior meta do Projeto Arquearia Indígena, que é desenvolvido desde 2013 na FAS em parceria com o Banco Bradesco e apoio da Confederação das Organizações e Povos Indígenas do Amazonas (Coipam), da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), e patrocínio das Lojas Bemol, Fogás, Val Group, além de apoio da Latam, Bradesco, Accor Hotéis Centro Educacional La Salle e Faculdade La Salle, por Meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

 


Arqueiro indígena do Amazonas é campeão brasileiro juvenil do Tiro com Arco

Nelson Kambeba levou a medalha de ouro no 12° Campeonato Brasileiro de Base/Juvenil de Tiro com Arco, em Maricá, no Rio e Janeiro

Portal Amazônia, com informações da FAS

jornalismo@portalamazonia.com


O arqueiro indígena do Amazonas Nelson Silva de Moraes se consagrou campeão brasileiro juvenil do Tiro com Arco. Ele levou a medalha de ouro no 12° Campeonato Brasileiro de Base/Juvenil de Tiro com Arco, no último sábado (14), na cidade de Maricá, no Rio de Janeiro. O atleta é apoiado pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS) no Projeto Arquearia Indígena.

 

O campeonato é organizado pela Confederação Brasileira de Tiro com Arco e estava sendo realizado desde 10 de setembro. “A sensação é de felicidade. Eu estava precisando ir para uma final individual por que passei um tempo sem disputar nada. Graças a Deus atirei bem nesse campeonato, consegui um bom resultado e agora é continuar treinando que mais coisas virão por aí”, disse Nelson.

 

Foto: Felipe Lobo/FAS

Da etnia Kambeba, Nelson nasceu na comunidade indígena Três Unidos, na Área de Preservação Ambiental (APA) do Rio Negro, uma das comunidades onde a FAS promove ações de conservação ambiental, desenvolvimento sustentável e melhoria de qualidade de vida.

 

Nelson Kambeba é um dos quatros atletas indígenas amazonenses apoiados pelo Projeto Arquearia Indígena, da FAZ. Além dele, os irmãos Gustavo Paulino dos Santos e Graziela Paulino dos Santos, da etnia Karapãna, também são apoiados e disputam a Rio CUP Internacional Ranking de Tiro com Arco, de 30 de setembro e 6 de outubro.

 

Arquearia Indígena

 

A valorização da cultura e da identidade dos povos indígenas do Amazonas é a maior meta do Projeto Arquearia Indígena, que é desenvolvido desde 2013 na FAS em parceria com o Banco Bradesco e apoio da Confederação das Organizações e Povos Indígenas do Amazonas (Coipam), da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), e patrocínio das Lojas Bemol, Fogás, Val Group, além de apoio da Latam, Bradesco, Accor Hotéis Centro Educacional La Salle e Faculdade La Salle, por Meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

 

TAG arqueira indigena arqueiro indigenatiro com arcofas