Meio Ambiente

Biopirataria na Amazônia será tema de audiência pública em Manaus

Objetivo é discutir como evitar a apropriação indevida do patrimônio genético e do conhecimento tradicional


 

Foto: Gleilson Miranda/Secom AC

 

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Caama) realizará, no fim de abril, uma audiência pública para debater a questão da biopirataria na Amazônia. O objetivo será ampliar e discorrer sobre como evitar a apropriação indevida do patrimônio genético e do conhecimento tradicional.

O presidente da Comissão, deputado estadual Luiz Castro (Rede), solicitou a audiência depois de uma reunião, na quinta-feira (16), com a Secretária de Controle Externo no Amazonas do Tribunal de Contas da União (TCU), Lúcia de Fátima Ribeiro Magalhães.

Conforme a secretária, o Tribunal realizou uma auditoria operacional destinada a identificar e conhecer as ações de combate à biopirataria do patrimônio genético da Amazônia, tendo como referência a atuação do Ibama no Estado do Amazonas. O trabalho foi apreciado por meio do Acórdão 2864/2016, do TCU.

Para a audiência pública, serão convidados o Ibama, o Centro de Biotecnologia da Amazônia, as secretarias de meio ambiente (municipais e estadual), além de organizações não-governamentais e outras instituições com trabalho nas questões ambientais.

 


Meio Ambiente

Biopirataria na Amazônia será tema de audiência pública em Manaus

Objetivo é discutir como evitar a apropriação indevida do patrimônio genético e do conhecimento tradicional

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


 

Foto: Gleilson Miranda/Secom AC

 

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Caama) realizará, no fim de abril, uma audiência pública para debater a questão da biopirataria na Amazônia. O objetivo será ampliar e discorrer sobre como evitar a apropriação indevida do patrimônio genético e do conhecimento tradicional.

O presidente da Comissão, deputado estadual Luiz Castro (Rede), solicitou a audiência depois de uma reunião, na quinta-feira (16), com a Secretária de Controle Externo no Amazonas do Tribunal de Contas da União (TCU), Lúcia de Fátima Ribeiro Magalhães.

Conforme a secretária, o Tribunal realizou uma auditoria operacional destinada a identificar e conhecer as ações de combate à biopirataria do patrimônio genético da Amazônia, tendo como referência a atuação do Ibama no Estado do Amazonas. O trabalho foi apreciado por meio do Acórdão 2864/2016, do TCU.

Para a audiência pública, serão convidados o Ibama, o Centro de Biotecnologia da Amazônia, as secretarias de meio ambiente (municipais e estadual), além de organizações não-governamentais e outras instituições com trabalho nas questões ambientais.

 

TAG Manausbiopiratariaaudiencia publica