Arte

Conheça 12 museus de Manaus

Semana Nacional dos Museus é organizada pelo Ibran, vinculado ao Ministério da Cultura, e ocorre até o próximo domingo


Nesta segunda-feira (15) inicia a 15ª Semana Nacional de Museus, mas que tal aproveitar a data para conhecer um pouco mais dos museus que existem na sua cidade? Além de funcionarem durante todo o ano, a maioria possui entrada franca e mostram mais da evolução da região. O Portal Amazônia preparou uma lista com 12 museus que funcionam em Manaus; confira:

Museu do Homem do Norte

Fundado em 13 de março de 1985, o museu é mantido pela Fundação Joaquim Nabuco e possui um acervo dando ênfase a vida do homem na região Norte do Brasil. O foco é o modo de vida, usos e costumes presentes na cultura e as atividades econômicas principais da Amazônia como a juta, borracha, castanha, pesca e guaraná com destaque para produtos típicos da região.
Acervo: O museu contém também fotografias, maquetes e miniaturas. O museu é antropológico e didático.
Local: Rua Quintino Bocaiuva, 626 – Centro
Telefone: (92) 3633-1074
Horário: Segunda a sexta das 9h às 17h


Centro Cultural Luso-Brasileiro

O complexo compreende o Museu Ivan Ferreira Valente, que expõe peças do tradicional Luso Sporting Club datadas do início do Século XX; e o Museu Fernando Ferreira da Cruz, que registra a história da Real e Benemérita Sociedade Portuguesa Beneficente do Amazonas, fundadora e administradora do antigo Hospital Português.
Acervo: Artesanato português, exposição com trajes típicos portugueses e peças de porcelana.
Local: Rua Ferreira Pena, nº 37, Centro
E-mail: luso_club@yahoo.com.br
Horário: Segunda a sexta, 08h às 12h e 14h às 17h; sábado, 8h às 12h.
 

 

Foto: Divulgação

 

Museu da Rede Amazônica

Fundado em 18 de abril de 2002, o Museu Rede Amazônica preserva a história da Rede Amazônica (inaugurada em 1972) e de seus fundadores: Phelippe Daou, Miltom Cordeiro e Joaquim Margarido. No local, encontram-se expostos os primeiros equipamentos importados para a antiga Rádio TV do Amazonas.
Acervo: Equipamentos, roupas de época e livros sobre comunicação
Telefone: (092) 3216-3084
Horário: Segunda a sexta de 8h às 18h
Email: museu.icram@redeamazonica.com.br

 

Museu da Casa Eduardo Ribeiro

Inaugurado em 18 de março de 2010, o Museu Casa Eduardo Ribeiro, recupera a história pessoal, militar e administrativa do maranhense, considerado o grande transformador da capital amazonense. Foi adquirido por particulares depois de sua morte e pelo Governo da União Federal. Em 1961 e em 2002 foi cedido ao Estado por meio de comodato, através da Secretaria de Estado de Cultura. A intenção era específica de recuperação da memória da cidade e da história da medicina.
Está localizado em uma área de interesse de preservação, no Centro Histórico de Manaus. Possui uma exposição permanente de mobiliário residencial de época, objetos de uso pessoal e de arte que procuram recriar o modo de vida do final do século XIX e início do século XX, época em que viveu Eduardo Gonçalves Ribeiro. As salas e aposentos tomam o nome de fatos e personagens considerados relevantes na vida do ex-governador e seus antigos proprietários.
Na mesma casa está instalada a sede da Academia Amazonense de Medicina, fundada em 1980. No lugar, podem ser encontradas informações sobre a história da medicina no Amazonas, disponibilizadas em linguagem digital.
Local: Rua José Clemente, 322 – Centro Histórico de Manaus
Telefone: (92) 3234-8755
E-mail: mceribeiro@culturamazonas.am.gov.br
Horário: Terça a Sábado das 09h às 17h. Aos domingos das 16h às 20h
 

 

Foto: Divulgação

 

Museu Amazônico

O Museu Amazônico é um órgão público suplementar da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), e atua no apoio à pesquisa, ao ensino e à extensão em áreas fundamentais para o conhecimento da Amazônia e de suas culturas. Foi criado em 1975, implementado em 1989 e inaugurado em 1991. O Museu está localizado na Rua Ramos Ferreira, 1036, no Centro Histórico de Manaus.
Criado em janeiro de 2009, o Musa ocupa 100 hectares da Reserva Adolfo Ducke, em Manaus, uma área de floresta de terra-firme nativa que há mais de 30 anos vem sendo estudada por cientistas. Os resultados dessas pesquisas, reunidos em catálogos sobre temas como plantas, pássaros e rãs, são o ponto de partida do acervo do museu.
Possui uma plataforma elevada coberta por uma tenda de 80 metros de comprimento. A estrutura abriga um anfiteatro, salas para palestras e exibição de vídeos, banheiros e praça de alimentação. Cruzando seus dois andares, haverá um aquário de 800 mil litros no qual estarão expostos peixes da Amazônia, como o pirarucu, o poraquê e o jaraqui.
Tem ainda trilhas e torres de observação dentro da floresta e exposições temáticas.
Acervo: Documental, etnográfico e arqueológico
Local: Rua Ramos Ferreira, 1036, Centro
Telefone: (92) 3305-5200 – Fax: (92) 3305-5214
E-mail: museuamazonico@ufam.edu.br
Horário: 8h às 12h e 14h às 17h

 

Pinoteca do Estado

A Pinacoteca reúne acervo de artes visuais e iconográficas. As obras foram restauradas pelo Atelier de Restauro de Obras de Arte da SEC. Em 2009, foi instalado no Palacete Provincial. Seu acervo oferece um panorama abrangente da produção artística brasileira do século XX, ilustrado sobre tudo, com obras dos grandes artistas amazonenses.
Acervo: Possui cerca de mil obras de arte.
Local: Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro
Telefone: (92) 3622-8387
E-mail: pinacoteca@culturamazonas.am.gov.br
Horário: Terça e Quarta de 09h às 17h ou Sexta e Sábado das 09h às 19h. Nos domingos o museu funciona das 16h às 20h
 

Foto: Divulgação

 

 

Museu da Imagem e do Som do Amazonas

Criado em 2000, o museu tem por objetivo pesquisar, coletar, conservar, divulgar e popularizar acervos de imagens, áudio e vídeo relativos a Amazônia por meio da imagem, do áudio e do vídeo. Todo o acervo é restrito a pesquisa in loco, não podendo ser reproduzido ou emprestado.
Acervo: Cerca de 245.000 peças
Local: Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro
Telefone/Fax: (92) 3233-3677 PABX (92)
E-mail: misam@culturamazonas.am.gov.br
Horário: Terça e Quarta de 9h às 17h ou Sexta e Sábado das 9h às 19h. Nos domingos o museu 
 

Museu de Arqueologia


Criado em 2009 e é composto por diversos cenários que situam a questão Arqueológica na Amazônia, região densamente ocupada, nos tempos pré-históricos, por populações que chegaram a níveis elevados de complexidade social.

Acervo: Peças e fragmentos arqueológicos.
Local: Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro
Telefone: (92) 3635-5832/3622-8387
E-mail: arqueologia@culturamazonas.am.gov.br
Horário: Terça e Quarta de 09h às 17h ou Sexta e Sábado das 09h às 19h. Nos domingos o museu funciona das 16h às 20h
 

Foto: Divulgação

 

 

Museu Tiradentes

Organizado e inaugurado em 1984, por iniciativa do então Comandante Geral da PM Coronel Élcio Motta, sob a orientação técnica da Fundação Joaquim Nabuco coordenada no Amazonas pelo Dr. Robério Braga. Sua primeira sede foi um salão no térreo do Comando Geral da PM na Praça Heliodoro Balbi. Em 2009, o museu é reinstalado e seu antigo local, hoje denominado – Palacete Provincial.

Acervo: Constituído por dezenas de objetos como: armas antigas, equipamentos do Corpo de Bombeiros, uniformes, distintivos e conderações, documentos, fotografias e outros.
Local: Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro
Telefone: (92) 3622-8387
Email: museu-tiradentes@culturamazonas.am.gov.br
Horário: Terça e Quarta de 09h às 17h ou Sexta e Sábado das 09h às 19h. Aos domingos o museu funciona das 16h às 20h

 

Museu Moacir Andrade

O Museu Moacir Andrade foi criado em 27 de maio de 1994, pelo Dr. Raimundo Luiz de Salles Teixeira (1991-1995). O local incorporou para si a Sala Memória, uma homenagem ao ex-aluno e ex-professor de arte Moacir Andrade.

 

Acervo: Telas, fotos, livros e correspondências com personalidades da arte mundial.
Local: Rua Visconde de Porto Alegre, nº 270 – Centro
Telefone: (92) 3621-6714
Horário: Segunda a sexta de 8h às 11h e de 14h às 17h
 

Foto: Divulgação

 

 

Museu Numismática Bernardo Ramos

Criado em 30 de novembro de 1900, o Museu de Numismática foi reinstalado no prédio da Vila Ninita em novembro de 2000 e, a partir de 2009 passou para sua nova sede no Palacete Provincial.

Acervo: As obras estão em duas salas com exposições permanentes acondicionadas em 74 vitrines. As peças pertecencem às Idades Antiga, Média e Contemporânea, além disso, é constituída por moedas, cédulas, medalhas e condecorações nacionais e internacionais.


Local: Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro
Telefone: (92) 622-8387 Ramal: 201
Horário: Terça e quarta de 09h às 17h ou sexta e sábado das 09h às 19h. Nos domingos, o museu funciona das 16h às 20h

Museu do Índio

O Museu do índio foi fundado em 1952 pela madre Mazzone. A admiração da freira das Missões Salesianas pelos utensílios e artesanato indígena quando viajava pelo Alto Rio Negro, próximo ao Pico da Neblina, fez com que esta idealizasse a criação do Museu.
O acervo do museu foi totalmente adquirido nas Missões Salesiana junto as tribos dos índios: Tukano, Yanomani, Wanana, Kobevva, Tariano, Desse e Macu. Os materiais expostos são diversos: utensílios domésticos, armas de caça e guerra adornos ornamentais e rituais, animais empalhados e artesanatos já aculturado, distribuídos em seis salas. Possui um acervo de 3mil peças. Nas salas também estão expostos os materiais utilizados nas diferentes utilidades domésticas (trabalhos feitos pelas mulheres ou pelos homens.
Também se encontram modelos de malocas dos Yanomami. O Museu contém uma loja de artesanato onde se pode comprar alguns produtos indígenas, principalmente cerâmica e objetos de cipó.

 

Acervo: Mantido pela Congregação das Irmãs Salesianas, o acervo do Museu do Índio, em Manaus, é constituído por utensílios domésticos, armas e adornos das tribos indígenas do alto rio Negro.
Local: Rua Duque de Caxias,356 – Praça 14 de Janeiro
Telefone: 3635-1922 / 3234-1422
Horário: De Segunda a Sexta das 8h30 h às 11h30 e das 14h às 16h30. Aos sábados das 8h30 às 11h30


Arte

Conheça 12 museus de Manaus

Semana Nacional dos Museus é organizada pelo Ibran, vinculado ao Ministério da Cultura, e ocorre até o próximo domingo

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Nesta segunda-feira (15) inicia a 15ª Semana Nacional de Museus, mas que tal aproveitar a data para conhecer um pouco mais dos museus que existem na sua cidade? Além de funcionarem durante todo o ano, a maioria possui entrada franca e mostram mais da evolução da região. O Portal Amazônia preparou uma lista com 12 museus que funcionam em Manaus; confira:

Museu do Homem do Norte

Fundado em 13 de março de 1985, o museu é mantido pela Fundação Joaquim Nabuco e possui um acervo dando ênfase a vida do homem na região Norte do Brasil. O foco é o modo de vida, usos e costumes presentes na cultura e as atividades econômicas principais da Amazônia como a juta, borracha, castanha, pesca e guaraná com destaque para produtos típicos da região.
Acervo: O museu contém também fotografias, maquetes e miniaturas. O museu é antropológico e didático.
Local: Rua Quintino Bocaiuva, 626 – Centro
Telefone: (92) 3633-1074
Horário: Segunda a sexta das 9h às 17h


Centro Cultural Luso-Brasileiro

O complexo compreende o Museu Ivan Ferreira Valente, que expõe peças do tradicional Luso Sporting Club datadas do início do Século XX; e o Museu Fernando Ferreira da Cruz, que registra a história da Real e Benemérita Sociedade Portuguesa Beneficente do Amazonas, fundadora e administradora do antigo Hospital Português.
Acervo: Artesanato português, exposição com trajes típicos portugueses e peças de porcelana.
Local: Rua Ferreira Pena, nº 37, Centro
E-mail: luso_club@yahoo.com.br
Horário: Segunda a sexta, 08h às 12h e 14h às 17h; sábado, 8h às 12h.
 

 

Foto: Divulgação

 

Museu da Rede Amazônica

Fundado em 18 de abril de 2002, o Museu Rede Amazônica preserva a história da Rede Amazônica (inaugurada em 1972) e de seus fundadores: Phelippe Daou, Miltom Cordeiro e Joaquim Margarido. No local, encontram-se expostos os primeiros equipamentos importados para a antiga Rádio TV do Amazonas.
Acervo: Equipamentos, roupas de época e livros sobre comunicação
Telefone: (092) 3216-3084
Horário: Segunda a sexta de 8h às 18h
Email: museu.icram@redeamazonica.com.br

 

Museu da Casa Eduardo Ribeiro

Inaugurado em 18 de março de 2010, o Museu Casa Eduardo Ribeiro, recupera a história pessoal, militar e administrativa do maranhense, considerado o grande transformador da capital amazonense. Foi adquirido por particulares depois de sua morte e pelo Governo da União Federal. Em 1961 e em 2002 foi cedido ao Estado por meio de comodato, através da Secretaria de Estado de Cultura. A intenção era específica de recuperação da memória da cidade e da história da medicina.
Está localizado em uma área de interesse de preservação, no Centro Histórico de Manaus. Possui uma exposição permanente de mobiliário residencial de época, objetos de uso pessoal e de arte que procuram recriar o modo de vida do final do século XIX e início do século XX, época em que viveu Eduardo Gonçalves Ribeiro. As salas e aposentos tomam o nome de fatos e personagens considerados relevantes na vida do ex-governador e seus antigos proprietários.
Na mesma casa está instalada a sede da Academia Amazonense de Medicina, fundada em 1980. No lugar, podem ser encontradas informações sobre a história da medicina no Amazonas, disponibilizadas em linguagem digital.
Local: Rua José Clemente, 322 – Centro Histórico de Manaus
Telefone: (92) 3234-8755
E-mail: mceribeiro@culturamazonas.am.gov.br
Horário: Terça a Sábado das 09h às 17h. Aos domingos das 16h às 20h
 

 

Foto: Divulgação

 

Museu Amazônico

O Museu Amazônico é um órgão público suplementar da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), e atua no apoio à pesquisa, ao ensino e à extensão em áreas fundamentais para o conhecimento da Amazônia e de suas culturas. Foi criado em 1975, implementado em 1989 e inaugurado em 1991. O Museu está localizado na Rua Ramos Ferreira, 1036, no Centro Histórico de Manaus.
Criado em janeiro de 2009, o Musa ocupa 100 hectares da Reserva Adolfo Ducke, em Manaus, uma área de floresta de terra-firme nativa que há mais de 30 anos vem sendo estudada por cientistas. Os resultados dessas pesquisas, reunidos em catálogos sobre temas como plantas, pássaros e rãs, são o ponto de partida do acervo do museu.
Possui uma plataforma elevada coberta por uma tenda de 80 metros de comprimento. A estrutura abriga um anfiteatro, salas para palestras e exibição de vídeos, banheiros e praça de alimentação. Cruzando seus dois andares, haverá um aquário de 800 mil litros no qual estarão expostos peixes da Amazônia, como o pirarucu, o poraquê e o jaraqui.
Tem ainda trilhas e torres de observação dentro da floresta e exposições temáticas.
Acervo: Documental, etnográfico e arqueológico
Local: Rua Ramos Ferreira, 1036, Centro
Telefone: (92) 3305-5200 – Fax: (92) 3305-5214
E-mail: museuamazonico@ufam.edu.br
Horário: 8h às 12h e 14h às 17h

 

Pinoteca do Estado

A Pinacoteca reúne acervo de artes visuais e iconográficas. As obras foram restauradas pelo Atelier de Restauro de Obras de Arte da SEC. Em 2009, foi instalado no Palacete Provincial. Seu acervo oferece um panorama abrangente da produção artística brasileira do século XX, ilustrado sobre tudo, com obras dos grandes artistas amazonenses.
Acervo: Possui cerca de mil obras de arte.
Local: Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro
Telefone: (92) 3622-8387
E-mail: pinacoteca@culturamazonas.am.gov.br
Horário: Terça e Quarta de 09h às 17h ou Sexta e Sábado das 09h às 19h. Nos domingos o museu funciona das 16h às 20h
 

Foto: Divulgação

 

 

Museu da Imagem e do Som do Amazonas

Criado em 2000, o museu tem por objetivo pesquisar, coletar, conservar, divulgar e popularizar acervos de imagens, áudio e vídeo relativos a Amazônia por meio da imagem, do áudio e do vídeo. Todo o acervo é restrito a pesquisa in loco, não podendo ser reproduzido ou emprestado.
Acervo: Cerca de 245.000 peças
Local: Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro
Telefone/Fax: (92) 3233-3677 PABX (92)
E-mail: misam@culturamazonas.am.gov.br
Horário: Terça e Quarta de 9h às 17h ou Sexta e Sábado das 9h às 19h. Nos domingos o museu 
 

Museu de Arqueologia


Criado em 2009 e é composto por diversos cenários que situam a questão Arqueológica na Amazônia, região densamente ocupada, nos tempos pré-históricos, por populações que chegaram a níveis elevados de complexidade social.

Acervo: Peças e fragmentos arqueológicos.
Local: Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro
Telefone: (92) 3635-5832/3622-8387
E-mail: arqueologia@culturamazonas.am.gov.br
Horário: Terça e Quarta de 09h às 17h ou Sexta e Sábado das 09h às 19h. Nos domingos o museu funciona das 16h às 20h
 

Foto: Divulgação

 

 

Museu Tiradentes

Organizado e inaugurado em 1984, por iniciativa do então Comandante Geral da PM Coronel Élcio Motta, sob a orientação técnica da Fundação Joaquim Nabuco coordenada no Amazonas pelo Dr. Robério Braga. Sua primeira sede foi um salão no térreo do Comando Geral da PM na Praça Heliodoro Balbi. Em 2009, o museu é reinstalado e seu antigo local, hoje denominado – Palacete Provincial.

Acervo: Constituído por dezenas de objetos como: armas antigas, equipamentos do Corpo de Bombeiros, uniformes, distintivos e conderações, documentos, fotografias e outros.
Local: Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro
Telefone: (92) 3622-8387
Email: museu-tiradentes@culturamazonas.am.gov.br
Horário: Terça e Quarta de 09h às 17h ou Sexta e Sábado das 09h às 19h. Aos domingos o museu funciona das 16h às 20h

 

Museu Moacir Andrade

O Museu Moacir Andrade foi criado em 27 de maio de 1994, pelo Dr. Raimundo Luiz de Salles Teixeira (1991-1995). O local incorporou para si a Sala Memória, uma homenagem ao ex-aluno e ex-professor de arte Moacir Andrade.

 

Acervo: Telas, fotos, livros e correspondências com personalidades da arte mundial.
Local: Rua Visconde de Porto Alegre, nº 270 – Centro
Telefone: (92) 3621-6714
Horário: Segunda a sexta de 8h às 11h e de 14h às 17h
 

Foto: Divulgação

 

 

Museu Numismática Bernardo Ramos

Criado em 30 de novembro de 1900, o Museu de Numismática foi reinstalado no prédio da Vila Ninita em novembro de 2000 e, a partir de 2009 passou para sua nova sede no Palacete Provincial.

Acervo: As obras estão em duas salas com exposições permanentes acondicionadas em 74 vitrines. As peças pertecencem às Idades Antiga, Média e Contemporânea, além disso, é constituída por moedas, cédulas, medalhas e condecorações nacionais e internacionais.


Local: Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro
Telefone: (92) 622-8387 Ramal: 201
Horário: Terça e quarta de 09h às 17h ou sexta e sábado das 09h às 19h. Nos domingos, o museu funciona das 16h às 20h

Museu do Índio

O Museu do índio foi fundado em 1952 pela madre Mazzone. A admiração da freira das Missões Salesianas pelos utensílios e artesanato indígena quando viajava pelo Alto Rio Negro, próximo ao Pico da Neblina, fez com que esta idealizasse a criação do Museu.
O acervo do museu foi totalmente adquirido nas Missões Salesiana junto as tribos dos índios: Tukano, Yanomani, Wanana, Kobevva, Tariano, Desse e Macu. Os materiais expostos são diversos: utensílios domésticos, armas de caça e guerra adornos ornamentais e rituais, animais empalhados e artesanatos já aculturado, distribuídos em seis salas. Possui um acervo de 3mil peças. Nas salas também estão expostos os materiais utilizados nas diferentes utilidades domésticas (trabalhos feitos pelas mulheres ou pelos homens.
Também se encontram modelos de malocas dos Yanomami. O Museu contém uma loja de artesanato onde se pode comprar alguns produtos indígenas, principalmente cerâmica e objetos de cipó.

 

Acervo: Mantido pela Congregação das Irmãs Salesianas, o acervo do Museu do Índio, em Manaus, é constituído por utensílios domésticos, armas e adornos das tribos indígenas do alto rio Negro.
Local: Rua Duque de Caxias,356 – Praça 14 de Janeiro
Telefone: 3635-1922 / 3234-1422
Horário: De Segunda a Sexta das 8h30 h às 11h30 e das 14h às 16h30. Aos sábados das 8h30 às 11h30

TAG Manaus