Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 09 Mai 2021

Prefeitura abre cadastro no Imuniza Manaus para pessoas com comorbidades

O cadastramento prévio irá facilitar o processo de vacinação, quando a próxima etapa da campanha for aberta

Prefeitura adota mudanças no atendimento de casos suspeitos de esporotricose

A Semsa orienta os tutores de animais que identificando sintoma sugestivo da doença em seu animal, isole imediatamente o mesmo de pessoas e de outros animais, e leve a um veterinário de confiança

Com 250 vagas, Semsa abre inscrições para processo seletivo

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) abriu inscrições para um novo Processo Seletivo Simplificado (PSS). Serão 250 vagas para vacinadores, com contrato de 60 dias, que irão atuar na campanha de vacinação antirrábica em Manaus. Os interessados podem se inscrever até sexta-feira (19), no link. 



Secretaria de Saúde de Manaus abre Processo Seletivo com 75 vagas e salários de até R$ 8,8 mil

A Prefeitura de Manaus divulgou na edição 4.609 do Diário Oficial do Município (DOM), a partir da página 9, o edital de abertura de inscrições no Processo Seletivo Simplificado nº 05/2019, da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), com 75 vagas para especialidades em saúde, sendo 73 para ampla concorrência e 2 para Pessoas com Deficiência (PcD). Para médicos, a remuneração é cerca de R$ 8,8 mil. As inscrições começam nesta segunda-feira (3).


Entre as especialidades estão: médico clínico geral, cirurgião dentista, auxiliar em saúde bucal e técnico em patologia clínica. Os contratos são temporários por 1 ano, podendo ser prorrogado por mais 1 ano a critério da Semsa, e haverá cadastro reserva
Foto:Divulgação/Google

As inscrições são gratuitas, e seguem abertas até as 23h59 do dia 7 de junho de 2019, aceitas somente via internet. A seleção será por meio de avaliação de currículo e títulos, que serão apresentados no ato da inscrição.


Serão indicados como aprovados os candidatos listados em ordem decrescente de pontuação até 20 (vinte) vezes do número de vagas do certame.


Ainda não há data prevista para divulgação dos resultados da seleção.


As inscrições poderão ser feitas pelo site: semsa.manaus.am.gov.br.








Semsa investiga espécie de morcegos que atacou criança e família ribeirinha, no Amazonas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está investigando qual é a espécie de morcegos hematófagos que atacou nove pessoas, sendo sete na mesma casa, na Comunidade Nova Jerusalém, no Minpidiaú, área ribeirinha de Manaus, na calha do rio Negro (a quase 80 quilômetros da capital), no último dia 13. Até o momento, nenhuma das vítimas apresentou sintomas de raiva humana.

Veja também: Rio Acre ultrapassa cota de transbordo e famílias devem ficar alertas com peçonhentos

Nesta terça-feira (22), o Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae), da Semsa, vai enviar outra equipe composta por técnicos da Vigilância Epidemiológica e Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), além de técnicos da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), para identificar qual a espécie dos morcegos. No sábado (19), uma equipe de oito técnicos da Vigilância em Saúde realizou ação preventiva na localidade, onde as nove vítimas foram constatadas.

A secretária municipal de Saúde, em exercício, Adriana Elias, explica que a ação foi organizada após o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Amazonas (CIEVS/AM) repassar a informação de um possível caso de agressão em uma criança de dois anos, moradora da comunidade.
 
Foto: Divulgação/Semsa 
“A Semsa foi acionada e imediatamente destacou a equipe de Vigilância Epidemiológica para investigação e acompanhamento do caso, confirmando a agressão à criança e à mãe por morcego, em casa, no dia 13/1. De acordo com relatos da mãe, a criança apresentou, no dia seguinte, febre e dor abdominal. Ambas foram trazidas para Manaus e receberam soro e vacinação na Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado, em Manaus”, informou a secretária.

Segundo a investigação epidemiológica, além da mãe e da criança, mais cinco pessoas da família foram agredidas na mesma casa, e outras duas pessoas na mesma comunidade, totalizando nove pessoas agredidas por morcegos.

Preservação: Agricultura em reserva na Amazônia é mapeada com imagens das últimas três décadas

Os profissionais de saúde levaram, no sábado, para Manaus, mais cinco pessoas da família agredida para receberem a vacina mais o soro ou a imunoglobulina.  Até o momento, como ninguém apresentou sintomas de raiva, os casos foram caracterizados apenas como atendimento antirrábico devido à agressão por animal silvestre.

Identificação da espécie

Segundo a diretora do Devae, enfermeira Marinélia Ferreira, o trabalho de identificação da espécie dos morcegos será executado durante a noite, porque envolve captura dos animais para análise e aplicação de pasta vampiricida para eliminação de colônias remanescentes.

“Acreditamos que causas ambientais possam ter provocado a mudança de comportamento dos morcegos, que normalmente se alimentam do sangue de animais como cavalos, bois, galinhas, cães e gatos. O sangue humano é a última opção na alimentação desses indivíduos”, relata Marinélia.
 
Foto: Reprodução
Prevenção

Todos os morcegos podem carregar o vírus da raiva, e para que ocorra a transmissão é necessário o contato da saliva com o sangue. Por isso, os morcegos hematófagos, que mordem os animais, são os principais transmissores.

Desde o dia 13 de dezembro, a Prefeitura de Manaus está realizando, na zona urbana, a Campanha de Vacinação Antirrábica Animal, com a meta de vacinar 234.329 animais, sendo 170.421 cães e 63.908 gatos da zona urbana da cidade. Na zona rural, a campanha foi encerrada ainda no ano passado, com a vacinação de 12.606 animais.

O trabalho é realizado casa a casa, mas caso os tutores dos animais não estejam no momento da visita dos vacinadores, poderão procurar a vacina nos postos fixos. Um deles está instalado na própria sede do CCZ, na avenida Brasil, Compensa, zona Oeste, e o outro na unidade móvel estacionada no Shopping Phelippe Daou, na avenida Camapuã, Jorge Teixeira, zona Leste. Os dois postos fixos funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30, e aos sábados, das 8h às 11h30.

Zoonose

A raiva é uma doença infecciosa viral aguda que acomete mamíferos, inclusive o homem. É considerada uma zoonose, ou seja, é uma doença que pode ser transmitida dos animais para o homem e caracteriza-se como uma encefalite progressiva e aguda, letal em aproximadamente 100%.

É transmitida ao homem pela saliva de animais infectados, principalmente por meio da mordedura, mas também pela arranhadura e/ou lambedura desses animais. A vacinação anual de cães e gatos é uma medida eficaz de prevenção da raiva nesses animais e, consequentemente, da raiva humana.

Prefeitura de Manaus abre seleção para profissionais de saúde; bolsas de até R$ 2.6 mil

A Prefeitura de Manaus realiza novo Processo Seletivo para profissionais da área da saúde, com e sem vínculo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na categoria de Preceptores, para atuarem no âmbito do Programa Mais Saúde Manaus, o Promais, da Escola de Saúde Pública de Manaus (Esap).

O curso, com duração de 24 meses, é para Especialização em Saúde Pública com ênfase na Estratégia Saúde da Família, sendo oferecido em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Com bolsas de R$ 900 a R$ 2.640, o processo conta com sete vagas, sendo uma para nutricionista, uma para psicólogo, duas para educadores físicos, uma para assistente social, uma para farmacêutico e uma para fisioterapeuta. As inscrições deverão ser feitas no link https://psesap.manaus.am.gov.br/, até as 23h59 do dia 13 de novembro.

O preceptor desenvolverá suas atividades de docente-assistencial, acompanhando o especializando nas atividades práticas de produção do cuidado no Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF) ou Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Mais informações sobre o perfil dos candidatos, documentação necessária, etapas, prazos, entre outras, está disponível no edital.

Estão suspensos os atendimentos nas carretas da saúde da mulher de Manaus

As carretas de atendimento médico para mulheres da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) foram suspensas nesta segunda-feira (22). Segundo a secretaria, a interrupção do serviço é temporária, e não há informação sobre quando será retomado os atendimentos nas Unidades Móveis de saúde.  
Foto: Divulgação/Semsa
Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que a parada ocorre em necessidade de ajustes contratuais.

Prefeitura abre seleção com 250 vagas para vacinadores e registradores em Manaus

A Prefeitura de Manaus abriu nesta sexta-feira (5), Processo Seletivo Simplificado (PSS), para a seleção de 250 vacinadores e registradores que vão trabalhar na vacinação antirrábica do município. O contrato dos selecionados terá duração de 62 dias, prazo de realização da campanha, coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). O edital está disponível para consulta no Diário Oficial do Município (DOM), edição desta quinta-feira (4).

O secretário municipal de saúde, Marcelo Magaldi, explica que os vacinadores precisam comprovar, como requisito, ensino fundamental completo para participar do processo. Os selecionados terão auxílio transporte, auxílio alimentação e salário família. A jornada de trabalho será de 44 horas semanais, de segunda a sexta das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30 e, aos sábados, das 7h30 às 11h30.

“Para a função temporária, os selecionados terão remuneração de R$ 954, com parcela indenizatória de insalubridade com risco moderado de 5%, decorrente de agente agressivo biológico. Entre as atribuições do profissional estão o transporte das vacinas, aplicação das doses de vacina em cães e gatos e preenchimento do Certificado da Vacina”, informa Magaldi.

Não está sendo cobrada taxa de inscrição. Diferentemente dos processos anteriores, a inscrição é realizada apenas pela internet, na página da Semsa, pelo endereço eletrônico www.semsa.manaus.am.gov.br, desde a 0h desta sexta-feira (5) até às 23h59min do dia 11 de outubro. O interessado deverá preencher a Ficha de Inscrição, informando os dados dos documentos e anexar os arquivos individualmente em formato PDF, tamanho 1MB no máximo, conforme informações constantes no edital (a partir da página 19).


Número de casos de sarampo sobe para 871 em Manaus

Subiu para 871 os casos confirmados de sarampo em Manaus. A informação foi divulgada nesta segunda-feira pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). De acordo com a pasta, nos últimos sete dias houva a confirmação de 19 novos casos.
Foto:Reprodução
A zona leste da capital lidera o número de pessoas infectadas com a doença, com 291 casos confirmados. A zona norte aparece em segundo lugar, com 2719, seguido pela zona sul (155) e zona oeste (124). Outros 22 casos foram registrados na zona rural de Manaus.

A Semsa ainda aguarda resultados de exames laboratoriais para a confirmação de de 6.222 casos suspeitos.

Já entre os casos suspeitos, passa de 6 mil segundo levantamento feito pela Semsa. O órgão aguarda a emissão do resultado de exames laboratoriais de 6.222 casos suspeitos.

De acordo com o último Boletim da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) sobre sarampo, o Amazonas tem 8.595 casos notificados da doença, distribuídos em 45 municípios. No estado foram registradas quatro mortes em decorrência do sarampo, sendo três crianças e uma mulher de 44 anos.

Campanha 
de vacinação é prorrogada

A Campanha Nacional de Vacinação contra Pólio e Sarampo, que encerraria na última sexta-feira (31), foi prorrogada até o próximo dia 14 de setembro. O anúncio foi feito pelo Ministério da Saúde. De acordo com a pasta, a média de vacinação está em 88%. Em apenas sete estados a meta de vacinar pelo menos 95% do público-alvo foi atingida.

Os estados que atingiram a meta de vacinação são Amapá, Santa Catarina, Pernambuco, Rondônia, Espírito Santo, Sergipe e Maranhão.

O Rio de Janeiro continua com o menor índice de vacinação, seguido por Roraima, Pará, Piauí, Distrito Federal, Acre, Bahia, Rio Grande do Sul, São Paulo, Alagoas, Rio Grande do Norte e Amazonas.

Em todo o país, foram aplicadas mais de 19,7 milhões de doses das vacinas (cerca de 9,8 milhões de cada).

Especialista esclarece dúvidas sobre o sarampo no Amazonas

Pessoas com mais de 49 anos estão preocupadas com a vacina contra o sarampo no Amazonas. Elas não fazem parte da faixa etária estipulada para receber a vacina gratuitamente na rede pública. A chefe da divisão de imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Isabel Hernandes.

Saiba quem pode e quem não pode tomar a vacina contra o sarampo

Manaus (AM) enfrenta um surto de sarampo após 18 anos sem casos registrados. A chefe da Divisão de Imunização da Semsa, Izabel Hernandes, explica quem pode e quem não pode ser vacinado

Casos de tuberculose em Manaus passam de dois mil em 2017

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em Manaus (AM) contabilizou 2.290 casos novos de tuberculose em 2017. Segundo a pasta, a incidência da doença na capital ainda é considerada alta. A ampliação do número de Unidades Básicas com teste rápido para HIV implantado tem contribuído diretamente para a melhora desse indicador. A entrevista é com a responsável técnica da tuberculose da Semsa, Dinah Cordeiro.

Semsa pede que amazonenses recebam agentes para combater a dengue

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em Manaus (AM) começou o segundo diagnóstico de infestação do mosquito Aedes aegypti. De acordo com o órgão, entre janeiro e agosto deste ano, a cidade registrou redução de 70% das doenças transmitidas pelo vetor, em comparação à 2016. Segundo a chefe do núcleo de controle da dengue na Semsa, Ruth Alexandre, moradores recusam visitas de representantes do órgão, o que dificulta o trabalho. O mosquito transmite, além da dengue, doenças como chikungunya e zika.

Semsa abre seleção para Programa de Residência Médica, em Manaus

MANAUS - A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) abriu seleção para alunos no primeiro ano do programa de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade. O curso terá duração de dois anos. Além de médicos, podem participar do processo seletivo os estudantes que estiverem no último semestre de Medicina.

Manaus tem 4.147 casos confirmados de zika, aponta boletim epidemiológico

MANAUS - Dos 5.929 casos notificados de zika em Manaus desde dezembro do ano passado, 4.147 foram confirmados e 1.751 descartados. Trinta e um aguardam confirmação ou descarte. As informações fazem parte do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na quarta-feira (19).

Vacinação antirrábica humana é ofertada em 17 unidades de saúde em Manaus

MANAUS - A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) concentrou a oferta de vacina antirrábica humana em 17 unidades de saúde, desde esta segunda-feira (17). A escolha dos locais foi feita por critério de maior média diária de doses aplicadas no período de janeiro a agosto deste ano, e localização geográfica das unidades por Distrito de Saúde.

Unidades com oferta de Vacina Antirrábica:
 
Zona Leste

 
UBS Alfredo Campos: rua André Araújo, s/n,  Zumbi  II.**
UBS Mª Leonor Brilhante: av. Grande Circular, 8004, Tancredo Neves.**
UBS Mauazinho: rua Rio Negro,  113,  Mauazinho.*
UBS José Amazonas Palhano: rua Antônio Matias, s/n,  São José II.**
SPA Chapot Prevost: Estrada do Aleixo, s/n, Colônia Antônio Aleixo.***
 
Zona Norte
 
UBS Armando Mendes: rua 05, s/n, Conj.  Manoa, Cidade Nova.*
UBS Sálvio Belota: rua das Samambaias, 786, Santa Etelvina.*
UBS Áugias Gadelha: rua A, s/n, Conj. Ribeiro Júnior, Cidade Nova.**
UBS Balbina Mestrinho rua 17, 170, núcleo 3, Cidade Nova II.**
UBS José Fliglioulo: rua Rio Arinos, s/n, Conj. Viver Melhor, Lago Azul.*
 
Zona Oeste
 
UBS Deodato de Miranda Leão: av. Presidente Dutra, s/n, Glória.**
UBS Lindalva Damasceno: Estrada do Turismo, Km 3, Tarumã.*
UBS Leonor de Freitas: Av. Brasil, s/n, Compensa II.**
 
Zona Sul
 
UBS Morro da Liberdade: rua São Benedito, s/n, Morro da Liberdade.**
UBS Petrópolis: rua Delfim Afonso de Souza, s/n, Petrópolis.*
UBS Dr. José Rayol dos Santos: av. Constantino Nery, 4261, Chapada.**
Policlínica Castelo Branco: rua do Comércio, s/n, Parque Dez.*
 
* Funcionamento: segunda a sexta, 7h às 17h.
** Horário ampliado: segunda a sexta, 7h às 17h, e sábado, 7h às 12h.
*** Funciona 24h

Semsa reincide contratos com empresa alvo da 'Operação Maus Caminhos' da PF

MANAUS - A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) divulgou, nesta segunda-feira (26), que rescindiu, na sexta-feira (23), os dois contratos com a empresa D. de Azevedo Flores, cujo sócio estaria sendo investigado pela operação “Maus Caminhos”, deflagrada pela Polícia Federal (PF), no dia 19 deste mês. Segundo a pasta, o distrato dos contratos será publicado na edição do Diário Oficial do Município (DOM), desta segunda-feira (26). 

Cerca de 80 suspeitas de zika ainda estão sob investigação em Manaus

Foto: Divulgação/Pixabay
MANAUS - O 59º Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) nesta semana apontou que já são 3.294 casos confirmados do vírus da zika, em Manaus, enquanto que outros 2.424 pacientes tiveram diagnóstico descartado. Setenta e nove casos da doença ainda são investigados pelas equipes técnicas da rede de saúde.

No AM, Barcelos recebe jornada oftalmológica a partir desta terça-feira

MANAUS - O Programa Amazonas Saúde Itinerante, da Semsa - Secretaria Estadual de Saúde, realiza, a partir desta terça-feira (13) até sábado (17), uma jornada de 400 consultas de Oftalmologia, no município Barcelos (a 399 km de Manaus). Os pacientes terão acesso à consulta médica e, nos casos em que houver prescrição, vão receber os óculos fornecidos pelo programa, gratuitamente. Todos os pacientes que serão atendidos já passaram por triagem nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.

Campanha de Vacinação Antirrábica começa em Manaus; vacina é gratuita

Foto: Márcio James/Semcom
MANAUS - A 37ª Campanha Anual de Vacinação Antirrábica urbana começou nesta segunda-feira (12) com o objetivo de imunizar 218.693 animais. Deste total, 164.617 cães (80% da população canina estimada) e 54.076 gatos (100% da população felina estimada). As equipes de vacinação irão atuar simultaneamente nas zonas Norte, Sul, Leste e Oeste. A estratégia de visita casa a casa para aplicação da dose será mantida para garantir a cobertura vacinal, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).