Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quarta, 12 Mai 2021

Lutadora participa do Shooto 106 no Rio de Janeiro em desafio do MMA pelo peso palha

Com um cartel geral de cinco vitórias e quatro derrotas, Rayanne vem treinando diariamente para superar mais uma oponente

Boxeador amapaense vai lutar em evento no Rio de Janeiro

O lutador amapaense, Juscelino Pantoja, anunciou nas redes sociais que vai participar do Boxing For You, no dia 11 de agosto, no Rio de Janeiro. O pugilista vai enfrentar Caio Calmon, que já defendeu a Seleção Brasileira de Boxe.


De acordo com o GE Amapá, o Boxing For You recebe grandes nomes do cenário nacional e internacional. No início do ano, o evento contou com os lutadores brasileiros Robson Conceição, Campeão olímpico da Rio 2016, e Esquiva Falcão, medalhista olímpico em Londres 2012.
Foto: Reprodução/Facebook
 



Juscelino Pantoja está há mais de dois anos treinando na Academia Nova União, no Rio, e conta com a ajuda dos conterrâneos John e Rafael Macapá, que atuam no MMA no Bellator e Shooto Brasil, respectivamente.


Nascido em Macapá, Juscelino deu seus primeiros passos no boxe no projeto social da Academia Nelson dos Anjos, mas sem muitos recursos para treinar e participar de competições nacionais, o amapaense teve que sair do estado para continuar lutando.

Amazonense Marcella Bártholo estreia quatro musicais no Rio de Janeiro

Trilhando um caminho de sucesso no teatro musical, a cantora Marcella Bártholo se prepara para uma temporada intensa de trabalho no Rio de Janeiro, cidade onde reside, atualmente. A amazonense integra o elenco de quatro musicais que ficarão em cartaz entre julho e setembro deste ano: “Peter Pan”, no qual fará a protagonista Wendy, “Fame”, “Aconteceu de Acontecer Assim” e “Despertar da Primavera”.

Paradigmas da leniência

Me desculpem os caros leitores amazonenses, mas tenho uma afinidade pelo Rio de Janeiro e costumo dizer que sou amazonense por um acidente geográfico. Sou carioca de coração, e quando você recebe no Rio a conta da Light no seu nome, se sente mais carioca ainda. No Rio políticas equivocadas regadas a paternalismo omisso fizeram com que lacraias virassem serpentes.

E viva o 'Maraca'

E viva o 'Maraca'

O frio na barriga é o mesmo de sempre. Entrar no Maracanã, Rio de Janeiro, me deixa completamente arrepiada, de verdade. Dessa vez, a emoção foi desde a compra do ingresso. Sim, leitor-torcedor, deixei para comprar na bilheteria. A fila crescendo, o povo gritando, a namorada que esqueceu a carteira de estudante e quase o namorado da garota enfarta! Uma agonia.

Depois, procurar a tal entrada do Setor Misto. Traduzindo: onde convivem, em ‘harmonia’ os vascaínos e os flamenguistas. Nem tão harmônico assim, mas dá para aguentar os xingamentos solenes sobre as mães dos juízes e bandeirinhas, ouvir sobre a vida íntima das mulheres dos jogadores e, quando muito, um flamenguista mais exaltado se recusa a comprar um picolé para sua mulher vascaína. Mero detalhe.
 
Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Por sorte do destino, encontrei dois cruzmaltinos, Juca Semen e Leo Henriques, contrabalanceando os meus dois acompanhantes rubros negros Olavo Castro e Cleinaldo Marinho. Alessandra Mourão e eu, neutras, somos pó de arroz, neeeessseeeessss!

Voltando ao Maraca. É muito lindo. Faz jus ao hino: “domingo, eu vou ao Maracanã e torcer pelo time que sou fã …” Olhar todos os lugares tomados pelos torcedores é de chorar de emoção. Em beleza só perde para a nossa Arena da Amazônia. De verdade.

No mais, quero dizer que Leo Henriques e o pai, Juca Semen, saíram antes do pênalti e deram-me a incumbência de filmar o gol. Segundo eles, o coração não aguentaria. Filmei. Toscamente. Mas filmei. Afinal, não era o fluminense, mesmo. Eles gostaram. Os flamenguistas saíram fulos da vida, pegamos o metrô e chegamos em casa na paz. E viva o Maraca!
 
Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Em Cena

Fez março, Dezembro!

Minha amiga, gosto das duas - Bete Dezembro e Daiana Pereira - fez niver na quarta feira e desejo toda saúde, amor, paz e sucesso do mundo. Porque Deus quer!
 
A aniversariante Bete Dezembro recebendo os paparicos de Lady Dy Real Oficial! Amo as duas! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Amor Forever

Gizella e Marco Bolognese completaram 28 anos de casados com a certeza que constituíram e possuem o maior bem do mundo: a família! Vida longa!
 
Lindos, de bem com a vida, inteligentes, educados, maravilhosos!! Gizella e Marco, vida longa! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
E viva o Zeca

Eu amo porque amo. Esse é o Zeca Nascimento! Parabéns! Saúde e paz!
 
Zeca Nascimento, um querido! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Sempre atualizando

A dermatologista maravilhosa Patrícia Chicre Bandeira de Melo está em Sampa no Congresso de Atualização e Especialização em Cirurgia Dermatológica, Tecnologia e Rejuvenescimento. Competente e sempre up to date!
 
Patrícia Chicre Bandeira de Melo sempre buscando novos conhecimentos para a sua clínica no Cristal Tower. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Sempre bela

A foto fala! A empresária Gabrielle Assis, em São Paulo, na Expocenter! Linda!
 
Sempre em busca de novidades para DellAnno Manaus, a bela Gabrielle Assis faz paradinha para foto maravilhosa! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
The end
 

Ainda em clima carnavalesco!

Ainda em clima carnavalesco!

Foram muitas festas, muitos blocos, muitos chopes e diversas gargalhadas. Amigos que se reaproximam, se amam e nada melhor do que unir folia com futebol. É com essas fotos que encerro minha temporada de dois meses em solo carioca. Volto para Manaus bem mais leve, livre e disposta a trabalhar muito mais. Viva 2019! O ano começou! Aprecie o painel fotográfico! 
 
A beleza do artista parintinense no carnaval carioca. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia  
Durval e Suymara Braga, mega-foliões. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Linda mulher na Sapucaí. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia  
Eles escolheram Porto Velhor/RO, para brincar: Maria Paula, Amira, Margareth, Cida, Márcia e Paulo César, todos Mourão. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia  
O relax carnavalesco de Solange SaintClair. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia  
Adoro: Zeca Pagodinho. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
É meu Rei! Chope carioca! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
A estatua de Belini como testemunha, no Maraca: Leo Semen, Cleinaldo Marinho, Juca Semen, Olavo e Alessandra Mourão Castro. Tudo a ver: carna-maraca! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
A fiel escudeira carioca do Abilio Nery, a Ed com minhas queridas Poty Socorro Rodrigues e Vanessa Gonçalves. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Selfie é de lei: Lúcia Carla Gama, Abilio Nery e Marcia Rachel Rizzato. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Momento cultura: Chikinho Sobreira! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Para fechar a Série de Musas e Musos, a minha querida Patrícia Bandeira de Melo é a #musadamazé desta terça! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Maracanã e a lua por testemunha! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
The end!

#MUSADAMAZE

#MUSADAMAZE

A escolha é minha e é mega democrática. Escolhi, para esta sexta-feira, a Sandra Lúcia Saraiva. É o poder. É bonita. É musa do carnaval!
 
Sandra Lúcia Saraiva é a Musa de Carnaval da Coluna de hoje. É bonita, é bonita e é bonita. Foto: Divulgação
Show de Titãs

A Estação Primeira de Mangueira ganhou show, com os melhores da MPB, com renda para a escola colocar a Primeira e Única na rua, ou seja, na Sapucaí. Show inesquecível!
 
Valdenira Thomé e Mazé Chaves no gargarejo. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Sandra Vitale e Flávia Pessoa Melo, também no gargarejo. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Visita Carioca

Olhar a Atlântica, do nível do calçadão é muito bom, mas olhar de cima, meu amor, é perfeito! E no apartamento de Rosina Limongi Marques encontrei as queridas Nazaré Limongi e Izabel Macedo. Tudo!
 
Combinando a Sapucaí: Nazaré, Bebel e Rosina. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Caldas, Sempre

Quando a viagem é maravilhosa, torna-se inesquecível. Um flash de Helena Frazão no fantástico Museu de Cera de Caldas Novas
 
O charme de Helena Frazão. Foto: Divulgação
Elas festejam

‘AzAmigas’, grupo delicioso do qual faço parte, festejou o b’day de Márcia Martins
 
Kátia Sebben e Jackie Chagas mimando a aniversariante Márcia Martins. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
B’Day Surpresa

Guto Oliveira armou tudo para celebrar, com todo requinte e pompa o niver de Vanessa Ximenes, no Belle Époque. A Vanessa adorou!
 
Vanessa Ximenes com o filho Victor. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
A bela transformação do segundo andar do Belle! Lindo e refinado! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Vestindo a camisa

A dermatologista Patrícia Chicre Bandeira de Melo com a camiseta da Feijoada do IN Comum. A Clínica Patrícia Bandeira de Melo é uma das apoiadoras do evento
 
Sempre antenada, Patrícia Bandeira de Melo. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Registrando

- A Sisley, marca francesa, lança um produto considerado o queridinho da temporada: o  Sérum Revitalizante Fortificante. Sim, na Top Internacional

- A Net e a Claro, agora, estão juntas e misturadas com a Netflix! Maravilha! O conteúdo estará disponível na Net 4k e nos celulares  da Claro. Isso é o máximo da comodidade e praticidade. Vale conferir.

- A DellAnno apresenta mais uma edição do seu Best/Manaus, no dia 14 de março, quando mostra aos arquitetos, designers e decoradores os destinos que serão visitados, de acordo com o programa de relacionamento da marca.

THE END

Pensar, é livre pensar

Pensar, é livre pensar

A gente sempre imagina que todas as mulheres que frequentam as praias cariocas possuem um corpo escultural, abdômen de tanquinho, pernas torneadas por aparelhos fantásticos e braços musculosos capazes de dar um mata-leão em qualquer trombadinha incauto.

Pois, asseguro para leitora que não tem coragem de tirar a roupa na Ponta Negra ou na piscina da amiga. A areia aqui, minha querida leitora e amável leitor, é democrática. Sabe aquele aviso, das companhias aéreas: “pessoas com 80 anos…” pois bem, todos, da melhor idade (tenho que um dia falar disso, affe), estão na praia, as mocinhas, os rapazes esculturais ou não, os com barriga de chope, os tanquinhos e as mulheres com qualquer corpo, de celulite ou não, frequentam o mesmo espaço sem se importa com a vida alheia.

Ninguém aparece em Copacabana, para ser mais precisa, maquiada, de cabelo escovado, biquini que acabou de sair das passarelas. Não, você não vai encontrar uma Sabrina Sato, uma Mariana Ruy Barbosa (chata), todas as mulheres que lá estão e aí incluo os homens, querem aproveitar o local mais desejado do mundo. De qualquer jeito, corpo, maneira. Estava aqui pensando…
 
Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Em Cena

O bola preta do Juca

Com um público cativo e um astral sempre para cima, mais uma vez o promoter Juca Semen acertou em cheio fazendo a Feijoada do Bola Preta, com chancela carioca e sob as bençãos do Redentor. Aprecie as fotos
 
O cap da folia, Juca Semen com Marilza Mascarenhas. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Rainha do Bola Preta, Baby Rizzato com o amigo Alberto Chã Filho. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Belle Epoque bombou

Uma turma beeemmm descolada e animadíssima, a feijoada no Bailinho do Belle bombou com áreas diversificadas e, também, com a bateria da Escola de Samba A Grande Família. Guto Oliveira e Waltinho Oliva estão felizes. Aprecie as fotos
 
O mega apache Eduardo Brandão. Foto: Divulgação 
Murilo Rayol que acompanhou A Grande Família. Afinal, ele é o enredo! Foto: Divulgação
Guto Oliveira e Waltinho Oliva. Foto: Divulgação
Na folia do Bloquinho: Olavo e Alessandra Mourão Castro com a Manuela Mourão. Foto: Divulgação
Sihame Cruz Silva, a musa do Belle. Foto: Divulgação
Zenaldo Mota e Hildebrando Jaña. Foto: Divulgação
Hello, Doll

O mago das bonecas, Messiahs Paulain preparou uma doll e presenteou Taiana Lima
 
Taiana Lima recebendo o mimo de Messiahs Paulain. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
#MUSADAMAZE

Aproveitando as folias de Momo, estou lançando a Musa da Mazé, até o final do Carnaval. Hoje, escolhi a bela Samira Mousse de Carvalho
 
Coloca a cara no sol, sua linda! Musa! Foto: Divulgação
Ouvido de elefante

Ela, só de shortinho jeans, encostada no cesto de plástico laranja, dizendo para o amigo: “Eu mandei ele ficar só no sapatinho. Quis mostrar que era dono da bola, se deu mal.”- Eu e a minha mania de ouvir a conversa alheia.

Registrando

- Amazonas Shopping promove carnaval, dos dias 2 e 3 de março para criançada e para pets.

- Dirce Nunes comemora niver com festa de Carnaval

- Fafá de Belém  no dia 9 de maio, no Dulcila’s

- Agência de Turismo Paradise consta, agora, no Guia Michelin francês. Cláudia Mendonça está nas estrelas!

The End

Roberta Rodrigues chora ao falar da situação do Vidigal após chuva no Rio

Convidada do "Encontro" desta segunda, (11), Roberta Rodrigues chorou ao falar com Patrícia Poeta sobre a situação do Vidigal após forte chuva que tomou conta do Rio de Janeiro. A atriz gravou, também muito emocionada, um vídeo pedindo ajuda das autoridades para olharem pela comunidade.

"Não consigo parar de chorar... Muita coisa que temos passado. O brasileiro está cansado de sofrer. A dor não é só do Vidigal. (...) cheguei e vi o tamanho da destruição. O que mais me preocupou é que tem muita coisa para acontecer e não tinha órgão público prestando assistência", disse Roberta.


Foto: Divulgação

No vídeo em que fez em suas redes sociais, a atriz falou dos riscos de uma pedra rolar e afetar ainda mais a comunidade, que teve deslizamento de terra, um ônibus atingido e que resultou em mortes.

"Ainda tem muitas pedras para rolar no Vidigal. A gente precisa muito que as autoridades venham até aqui. As casas estão caindo, as pessoas estão desabrigadas. Olha que loucura, gente, é o clarão de uma pedra que rolou e tem uma outra pedra que está para rolar, e se rolar chega até a metade do Vidigal", desabafou Roberta em um trecho do vídeo.
Roberta comentou a repercussão. "Gravei o vídeo, mas não pensei: 'Sou pessoa pública'. Foi uma apelo para qualquer pessoa que pudesse ajudar. Não mensurei, falei com a alma. Ver o esgoto descendo, as casas estalando e as pessoas não queriam sair, porque é tudo que elas têm na vida... isso me matou. Saber que eu estava segura em casa com tanta gente sofrendo. Queria pegar todo mundo, apertar um botão e teletransportar.",  Mais informações no iBahia. 

Assista ao vídeo gravado pela atriz:

O Rio de Janeiro com águas de março

O título deste escrito se refere ao grande temporal que se abateu sobre o Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira, mas, quem estava vendo Marcella Bartholo, no Teatro Riachuelo, nem se apercebeu. Só se deu conta (eu, claro, e a minha galera) quando chegamos no Aterro do Flamengo, onde iniciava a história que varou noite afora. Tive que me tornar hóspede da amiga Helena Frazão, uma vez que me tornei sem-teto, porque a rua, onde resido, estava, literalmente, com água pelas canelas. Acima das canelas, melhor dizendo.

Acordei com a música do Zeca Pagodinho, ‘Lama Nas Ruas’, teimando na minha cabeça “… Que importa, se há tanta lama nas ruas, e o céu é deserto e sem brilho do luar? (…)”. Sou ruim de letra e de cantar, mas descobri que, se existe um lugar seguro, no mundo, quando este for acabar, é o Teatro Riachuelo na rua do Passeio, centro. Com a Marcella Bartholo cantando, então, pode chover!
 
“Um céu sem brilho de luar ...”. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Em Cena

A caboca é boa!

Tenho um imenso carinho por May Seven e uma certeza enorme que ela é poderosa. A DJ lançou, no Belle Époque, o “Say GoodBay” com sucesso garantido. Agora, gente, é play nela!
 
Ela, May Seven, a poderosa. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Meike Farias foi o cerimonialista do evento. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Lígia Santos. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Matheus Souto. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Prato da casa

Sempre muito antenado, Dedé Parente lança, no Boteco do Dedé, Amazonas Shopping, um Festival de Massas com preços de dar água na boca. Vale conferir!
 
Dedé Parente inova no cardápio com Festival de Massas. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Concerto com Abrantes

Quinta-feira, no Teatro Amazonas, o flautista Cláudio Abrantes e a harpista Noemi Mello deram um verdadeiro show de sonoridade doce executando obras de Bach, Bizet, Piazzolla, Mercer e Tom Jobim. Maravilhoso!
 
Noemi Mello, na harpa e Cláudio Abrantes, na flauta. Dois virtuosos! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Feliz niver, Zeina

A simpática Zeina Russo, presidente da Abrasel fez aniversário e convidou amigos para cantar parabéns. Vida longa, amiga!
 
Zeina brindou os amigos com essa delícia! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia

Amazonenses no D'Amicci

Elas não perdem tempo. O brinde é tudo!
 
Helena Frazão, Glória Tapajós e Fátima Grosso escolheram o restaurante carioca D’Amicci para brindar a amizade, vida, saúde. Tim-Tim! Foto: Mazé Mourão/Portal AmazôniaFoto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
A metaimagem segundo Cesar Oiticica Filho

Está maravilhosa e bem estruturada a exposição ‘Metaimagens’, do mezzo-amazonense e  mezzo-carioca Cesar Oiticica Filho  - dá orgulho ouvir o Cesinha falar com amor do Amazonas - no Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio de Janeiro. É uma escalada de imagens coletadas pelo artista, há tempos e atuais, que contam a história sobre fotografia e projeções. Como não sou spoiler, quem estiver ou vier ao Rio, vai visitar a mostra e que fica no MAM até 24 de fevereiro.
 
Pode ter a sorte de encontrar Cesar Oiticica Filho e pedir, na cara-dura, para ele fotografar no seu celular. Simples, é a palavra de ordem! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Explosão de luzes e cores e uma bela história para contar. Vale conferir! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia

A ascensão de Marcella

“Não me falem só de talento e sim de estudo, dedicação e comprometimento com seu ofício”, Cláudia Raia resume, com essa frase, o Centro de Estudos e Formação em Teatro Musical, do qual a atriz é madrinha. E é lá que está a nossa Marcella Bartholo. E foi com todos os alunos do CEFTEM a montagem do ‘Cartas para Gonzaguinha’ que fui ver no Teatro Riachuelo. Parabéns. A estrela Marcella sobe!
 
Final feliz! Marcella agradecendo. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Ela se destaca, gente! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Depois do espetáculo, com a mãe Nanda Bartholo. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia

Com a galera: Mazé Chaves, Flávia Pesdoa Melo. A nossa atriz, Waldenira Thomé, Sandra Vitale. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
Entre as queridas Helena Frazão e Menga Junqueira. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
 
The end

Com amor

Com amor

Sei que não existe coisa melhor no mundo do que ter amigos verdadeiros e, melhor ainda, quando eles te buscam para ver uma obra-prima da natureza, feita por Deus, o pôr do sol, na Barra da Tijuca. São eles - Efrém e Gisélle Lins Maranhão - que proporcionaram, para esta que vos escreve, uma das melhores tardes da temporada carioca. Além do champanhe, claro, entrada de escargot e, prato principal, massa com bacalhau em lascas. Tudo, creiam, feito pela minha anfitriã. O papo rolou até altas horas. Como não amar esse casal Nota 1000? Sempre. 
 
Efrém e Gisélle Lins Maranhão, lindos, leves e felizes. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia  
O escargot servido como entrada. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia  
Pôr do sol lindo e mágico. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Moda com humor

Carioca, todo ano, surge com uma ou várias coisas que imperam no verão. Confira!
 
As tiaras articuladas em tecidos multicoloridos. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Suco de frutas vermelhas é de lei! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Melissa, La Garconne na cor vinho. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
Tartelete de morango com creme da Confeitaria Colombo. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Na Lapa

Sim, senhor, seu doutor. O espaço mais democrático do mundo
 
Não achou lugar? Vai no Improviso, mesmo. É o nome do bar. Juro. Samba bom, gente bonita, cerveja gelada e caipirosca no jeito. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
Baby e Sálvio Rizzato adoraram o Improviso. Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia 
E tem até pulseira de área Vip. Te mete! Foto: Mazé Mourão/Portal Amazônia
The end

Alta gastronomia carioca vê potencial no pirarucu manejado da Amazônia

Um pirarucu fêmea de 2,44 metros de comprimento, pesando 114 quilos, surpreendeu até mesmo os pescadores mais experientes quando saiu da água, no manejo deste ano, na Amazônia. Representantes da alta gastronomia carioca também se impressionaram com a espécie e viram nela um alto potencial culinário, que pode ser levado para as cozinhas do Rio de Janeiro.

A renomada chef de cozinha carioca Teresa Corção, dona do restaurante O Navegador e fundadora do Instituto Maniva, e Sérgio Abdon, consultor do Sindicato Patronal de Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SindRio), visitaram a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã, no Amazonas, entre os dias 24 e 26 de novembro, para conhecer o projeto do manejo sustentável de pirarucu, assessorado pelo Instituto Mamirauá e feito por comunidades ribeirinhas locais.
 
Foto: Bernardo Oliveira/Instituto Mamirauá 
“É uma carne muito tenra, apesar de ser firme, e é muito suave, com um sabor muito delicado”, revela Teresa. “O peixe tem muito potencial gastronômico. Não só de ser comido fresco, mas também defumado, curado, como ceviche. Eu imaginei muitos processamentos possíveis e acho que outros chefs também vão ter ideias interessantes”.

A intenção da carioca de levar o pirarucu manejado da Amazônia ao mercado gastronômico do Rio de Janeiro está alinhada aos ideais do Instituto Maniva, do qual é fundadora. A organização reúne ‘ecochefs’ de renome da cidade em prol do movimento ‘Slow Food’, que propõe uma relação mais humana e sustentável entre restaurantes, consumidores e produtores de alimentos. Em uma inversão da lógica ‘fast food’, a ideia é valorizar uma alimentação prazerosa e de qualidade, que respeite a saúde do consumidor, o meio ambiente e as pessoas que trabalham para produzir a comida.

Para viabilizar o projeto, o Maniva se aliou ao SindRio, representado por Sérgio Abdon, que vê na proposta uma possibilidade de estreitar a relação do sindicato com os restaurantes. “Uma das nossas funções é oferecer aos associados produtos e serviços diferenciados. E entendemos que o pirarucu é um super produto, muito diferenciado”, explica Sérgio.

Para Sérgio, o trabalho com o pirarucu de manejo é uma excelente forma de vincular o SindRio ao conceito de sustentabilidade, relação fundamental para qualquer marca atualmente. “O que a gente vai fazer é subir dois degraus: o pirarucu é um produto que além de não agredir a natureza, gera renda para as comunidades ribeirinhas”, complementa.

O projeto

Inicialmente, a ideia é, ainda em 2018 e no começo do ano que vem, levar o pirarucu manejado a chefs de renome do Rio de Janeiro e começar a sensibilizar a classe em relação ao produto. “Para que eles experimentem, inventem receitas e façam uma análise. Com base nessas análises, teremos uma ideia de como o peixe pode ser utilizado e qual é o seu grau de aceitação”, conta Sérgio Abdon. Em seguida, o SindRio pretende promover palestras sobre o manejo e oficinas que ensinem o preparo do peixe.

Em agosto, o pirarucu manejado será lançado no Rio Gastronomia, o maior evento de gastronomia do país, que anualmente reúne cerca de 50.000 pessoas. “A intenção é promover a experimentação do pirarucu pelo público final. Nós teremos, dentro do evento, um quiosque vendendo só pratos de pirarucu e uma barraca na feira de produtores”, revela o representante do SindRio.

Outra iniciativa será o Festival do Pirarucu, planejado para acontecer no Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara, o CADEG, mercado municipal do Rio de Janeiro. O projeto é de realizá-lo entre os meses de setembro e outubro. “Um evento mais voltado para o público da Zona Norte, que frequenta o mercado. Tentaremos o máximo possível fazer um lançamento que seja abrangente”.

O manejo sustentável de pirarucu na Amazônia

Mesmo já tendo constado na lista de espécies brasileiras ameaçadas de extinção (e ainda constar em algumas regiões), o maior peixe de escamas de água doce do mundo é hoje abundante nas reservas onde o manejo passou a ser implementado. Sua carne é muito apreciada em restaurantes do Amazonas. A recuperação do pirarucu e seu sucesso como produto alimentício é fruto de ações como as do Programa de Manejo de Pesca do Instituto Mamirauá, uma unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).
 
Foto: Bernardo Oliveira/Instituto Mamirauá
Desde os anos 90, o programa utiliza pesquisas científicas para elaborar estratégias de conservação para o animal, ao mesmo tempo que gera renda para as comunidades em unidades de conservação. Para tanto, uma cota de abate segura para a manutenção da espécie é determinada a cada ano, estabelecida por contagens minuciosas realizadas a partir do conhecimento tradicional dos próprios ribeirinhos.

Além de gerar renda para as comunidades, o trabalho envolve os moradores na conservação da biodiversidade. Os pescadores passam a fiscalizar o ambiente contra pescadores ilegais para proteger aquele recurso. 

Havia cinco anos que os pescadores do Acordo de Pesca do Setor São José não realizavam o manejo no Lago Branco, Reserva Amanã, onde Sérgio e Teresa estavam para observar o processo, por isso o tamanho avantajado dos peixes. O abate obedece a regras rígidas: não pode ocorrer entre 1 de dezembro e 31 de maio, período de reprodução da espécie, e deixa de fora os animais mais jovens, com menos de 1,5 metro de comprimento.

Joelma e ex-namorado são vistos jantando em clima de romance no Rio

Foto:Reprodução/iBahia
Uma flagra levantou suspeitas sobre uma possível volta entre a cantora Joelma e o ex-namorado dela, Alessandro Cavalcante. Os dois foram vistos vistos jantando juntos em um restaurante do Rio de Janeiro na noite da segunda-feira (13).

Até aí tudo bem se não fosse o fato dos dois terem saído do estabelecimento de mãos dadas. Eles ainda foram embora no mesmo carro, o que reforçou ainda mais os rumores de que eles estariam juntos novamente. Joelma e Alessandro namoraram do começo de 2017 até junho deste ano, quando ela confirmou o fim do relacionamento.

Carioquices

Mesmo com todos os surtos que assustam os que aqui vivem ou estão vindo de férias, o Rio de Janeiro é uma cidade apaixonante. Tudo vira moda e corre o mundo. Exemplo? ‘Que Tiro Foi Esse?’, da funkeira JoJo Todynho que faz as pessoas caírem no chão e depois levantam e começam a dançar, no Saara, o body com a frase, rola nas lojas. Hoje, o que comanda é o Carnaval.
Foto:Arquivo Pessoal/Mazé Mourão
A Cidade do Samba tem uma lojinha, com produtos oficiais de todas as escolas de samba e você pode tropeçar no sorriso largo do incensado Milton Cunha. Eita Rio de Janeiro a janeiro!
Foto:Arquivo Pessoal/Mazé Mourão

Conheça a morena que fisgou o coração de Justin Bieber no Brasil

"Ora ora, se não temos um xeroque rolmes aqui", a internet não brinca em serviço e já conseguiu descobrir o perfil da morena que foi clicada ao lado de Justin Bieber na saída do show do astro na Praça da Apoteose, Rio de Janeiro na última quarta-feira (29).

O astro canadense que decepcionou cerca de 300 convidados que compareceram a after party realizada pelo amigo do cantor Maejor, na madrugada desta quinta-feira (30), passou a noite ao lado da mineira Luciana Chamone, de 23 anos.

De acordo com o site 'Ego' a jovem seguiu para uma festa particular com Justin e a amiga Marina Pumar, de 21 anos, em uma mansão no bairro da Joatinga, na Zona Sul do Rio. Segundo a publicação, a jovem de 21 anos teria deixado a mansão por volta das 8h, enquanto a amiga permaneceu no local.
Foto:Reprodução/iBahia
Questionada pelo portal se estava na companhia do cantor, Marina confirmou o encontro com o músico, mas afirmou que não poderia ir além na informação. "Você não é a primeira pessoa que me liga. Era eu mesmo, mas não posso falar nada", disse.

Pelo perfil nas redes sociais pode-se dizer que Luciana gosta bastante de viajar. A morena, amiga da blogueira Gabi Lopes, compartilha fotos em diversos locais do Brasil sempre muito bem acompanhada das amigas. Seus cliques chegam a render 1000 curtidas. Após a noitada com o astro canadense, a jovem alcançou a marca de 31 mil seguidores no Instagram.

Com a identidade revelada, as bieliebers não pouparam o perfil de Luciana e já encheram as fotos da morena de comentários. "Serenidade no olhar de quem pegou o Justin", comentou uma fã. "Linda demais, parabéns! Representou o Brasil e as beliebers", elogiou outra.
Foto:Reprodução/iBahia
Para saber mais acesse o iBahia.

Justin Bieber não comparece a after party em sua homenagem e frustra famosos

Com uma lista repleta de celebridades nacionais, disputa de convites na web e segurança reforçada na porta do espaço, a after party de Justin Bieber tinha tudo para ser o evento do ano, mas a ausência do astro canadense que se apresentou na última quarta-feira (29) no Rio de Janeiro com a Purpose Tour, a figura mais esperada da festa deixou o público frustrado.
Comandada pelo rapper DJ Maejor, um dos melhores amigos do cantor, a festa que aconteceu na FM Hall, na região central do Rio de Janeiro e foi até às 5 horas da manhã desta quinta-feira (30), reuniu celebridades como Isabella Santoni, Nego do Borel, Agatha Moreira, Carolina Oliveira, Carol Nakamura, Larissa Manoela, e ox ex-BBBs Antônio Rafaski, Mayla Araújo.O local foi mantido em segredo até o momento da festa pela organização do evento para que não houvesse uma lotação na porta das bieliebers (fãs de Justin). Super protegido, a FM Hall contava com um esquema de segurança forte e para evitar clonagem dos convites, cada VIP teria que mostrar o QR code em seu celular, só assim poderiam ter acesso a festa.Além da ausência de Justin Bieber outro fator incomodou bastante os 700 convidados VIP's da festa: o valor das bebidas. Para se ter uma ideia, de acordo com uma lista divulgada pelo site 'Ego', era necessário desembolsar R$ 8 para tomar uma água. Quem quisesse se aventurar pelos drinks oferecidos no evento deveria estar preparado para pagar R$ 35 reais por uma vodca com energético.Para saber mais acesse o iBahia.
Maejor e Isabella Santoni foram convidados para a festa do cantor canadense Justin Bieber (Foto:Reprodução/iBahia)

Indígenas do Xingu desfilam na Marques de Sapucaí neste domingo

Neste domingo (26) os foliões que forem a Marques de Sapucaí vão conhecer um pouco mais sobre a história da criação do Parque Nacional do Xingu. Este ano, a GRES Imperatriz Leopoldinense leva ao sambódromo do Rio de Janeiro o tema 'Xingu - o clamor que vem da floresta' e promete emocionar o público com uma homenagem ao cacique Raoni.
Foto: Reprodução/Facebook
A agremiação conta com a participação do homenageado da noite, o cacique Raoni, além de indígenas do Xingu'. Durante uma coletiva de imprensa que aconteceu nesta quinta-feira (23), o presidente da escola, Luiz Pacheco Drumond recebeu os indígenas para mostrar um pouco do que será levado para a Avenida do Samba. 

Ouça o samba-enredo 'O clamor que vem da floresta':


Xingu

O Parque Indígena do Xingu (PIX) localiza-se na região nordeste do Estado do Mato Grosso, na porção sul da Amazônia brasileira. Em seus 2.642.003 hectares, a paisagem local exibe uma grande biodiversidade, em uma região de transição ecológica, das savanas e florestas semideciduais mais secas ao sul para a floresta ombrófila amazônica ao norte, apresentando cerrados, campos, florestas de várzea, florestas de terra firme e florestas em Terras Pretas Arqueológicas. O clima alterna uma estação chuvosa, de novembro a abril, quando os rios enchem e o peixe escasseia, e um período de seca nos meses restantes, época da tartaruga tracajá e das grandes cerimônias inter-aldeias.

Ao sul do Parque estão os formadores do rio Xingu, que compõe uma bacia drenada pelos rios Von den Stein, Jatobá, Ronuro, Batovi, Kurisevo e Kuluene; sendo este o principal formador do Xingu, ao se encontrar com o Batovi-Ronuro. A demarcação administrativa do Parque foi homologada em 1961, com área incidente em parte dos municípios matogrossenses de Canarana, Paranatinga, São Félix do Araguaia, São José do Xingu, Gaúcha do Norte, Feliz Natal, Querência, União do Sul, Nova Ubiratã e Marcelândia.


Anitta canta três músicas em show e evento acaba em confusão

O Festival Arena Music, realizado na noite desta terça-feira(11), em Cabo Frio, no Rio de Janeiro, terminou em confusão. O motivo foi a participação reduzida de Anitta no evento, cantando apenas três músicas no show. A apresentação deixou o público revoltado, de acordo com o Jornal Extra. Segundo relatos de alguns presentes à publicação, as pessoas começaram a jogar latinhas e chegaram a tentar agredir Anitta, que precisou da ajuda de seguranças. 
No palco, a funkeira teria avisado que não continuaria a apresentação porque a organização do evento havia atrasado a entrada dela, e por causa de compromissos, o show não poderia ser completo. Alguns fãs postaram o relato da confusão nas redes sociais: 
Foto: Reprodução
A informação, porém, foi negada pela produção do evento, que em resposta a uma seguidora no Twitter, disse que ela não entrou depois do horário combinado: "@DanielleVianna pra sua informação, o horário marcado em contrato para que ela cantasse era 3h30. Você sabe que horas ela entrou no palco? 3h35. Qual o problema da arena então, visto que o erro foi dela?", escreveu a página.
Em nota oficial, a assessoria de Anitta reiterou a versão dela: "Informamos que ontem no Arena Music, em Cabo Frio, a produção do evento atrasou em uma hora o início do show de Anitta, causando insatisfação dos fãs que aguardavam a cantora. A produção do evento estava informada que infelizmente não poderia ter atraso e estava de acordo. 
Em respeito ao público, Anitta subiu ao palco, realizou um show reduzido, cantando alguns de seus grandes sucessos. Após cantar, Anitta anunciou a todos que precisaria encerrar pois tinha um novo compromisso que não poderia ser prejudicado pelo atraso causado pela organização do evento em Cabo Frio.  Para honrar seu novo compromisso, Anitta partiu na manhã de hoje do Rio de Janeiro para São Paulo, onde a cantora tem ensaio e show".
Vídeo 

Circula na web o vídeo do momento em que Anitta foi atingida por bebida lançada pelos fãs. Por volta das 4h, a cantora anunciou que iria encerrar a apresentação e foi agredida pelo público. Assista:  De acordo com a organização da festa, a área reservada para a cantora sofreu tentativa de invasão. O evento teve horário de início anunciado para as 22h e, segundo um dos donos do local, Leonardo Gregório, ouvido pelo G1 RJ, o contrato estipulava que ela subisse ao palco entre 3h e 3h30 da madrugada, mas ela só iniciou o show às 3h58. Ainda de acordo com ele, os fãs atendidos por Anitta antes do show reclamaram da cantora.

"Quando foi 3h03 o Belo tinha passado o show, o palco já estava montado pra ela, entraria no cronograma certinho. Ela ficou no camarim, atendeu uns 20 fãs e muitos reclamaram da forma grosseira que ela tratou. Ela subiu ao palco 3h58 e desceu 4h05, falando que tinha compromisso em São Paulo", contou ele.

E continuou: "Quando ela começou a falar, a reação das pessoas foi a de tacar latas, copos. Muita gente tacando coisas, tentando agredir, acredito que tenha sido agredida sim, muita confusão. [...] Até agora não entendi o porquê disso [atitude da cantora]. Acredito eu que tenha sido uma atitude dela e não da produção. Em um show de R$ 90 mil isso não poderia acontecer", finalizou o organizador. Leonardo Gregório afirmou que a empresa vai registrar uma ocorrência e mover uma ação judicial contra a cantora. Saiba mais no iBahia.

Depois de ‘Velho Chico’, Camila Pitanga aproveita férias ao lado da filha em Búzios

Em busca de paz e belas paisagens, Camila Pitanga passou o fim de semana em Búzios, na companhia da filha, Antonia. Ambas de visual novo, elas, que ficaram hospedadas num condomínio da cidade, aproveitaram o domingo para almoçar de frente para o mar numa das praias do balneário. Por causa de compromissos profissionais, Igor Angelkorte, namorado da atriz, não pôde acompanhá-las. 
Foto: Reprodução
Camila está de férias desde o fim da novela 'Velho Chico'. Ela tem aproveitando o tempo livre para ficar bem perto de sua herdeira, como viajar com a pequena e levá-la na escola. Saiba mais no iBahia.