Manaus 30º • Nublado
Segunda, 27 Setembro 2021

Ex-presidente do Peru pode ser preso por caso Odebrecht

Alejandro Toledo governou o Peru de 2001 a 2006. Foto: Reprodução/TV PeruO promotor Hamilton Castro, que investiga o pagamento de propinas pela Odebrecht no Peru, pediu a prisão preventiva do ex-presidente Alejandro Toledo, acusado de tráfico de infl

Peru investigará ex-presidente em caso Odebrecht

Alejandro Toledo presidiu o Peru de 2001 a 2006. Foto: Reprodução/TV PeruApós ter alcançado diversos países da América Central e do Sul, o escândalo da construtora brasileira Odebrecht também chegou ao Peru. O Ministério Público de Lima emitiu oficia

Ex-vice-ministro do Peru aceita ser preso por caso Odebrecht

Jorge Cuba aceitou se entregar à Justiça peruana. Foto: Reprodução/Governo do PeruO ex-vice-ministro de Comunicações do Peru Jorge Cuba aceitou se entregar à Justiça de seu país, onde é alvo de um mandado de prisão preventiva por suspeita de env

Investigações sobre esquema de propina da Odebrecht sacode política na Colômbia

Ex-presidente Álvaro Uribe falou sobre casos de corrupção durante seu mandato. Foto: Reprodução/TwitterAs investigações sobre um suposto esquema de suborno para favorecer a empreiteira brasileira Odebrecht levou mais um político colombiano para a cad

Colômbia prende ex-ministro por envolvimento em esquema da Odebrecht

Morales é preso por agentes federais colombianos. Foto: Reprodução/Fiscalia ColombiaO ex-vice-ministro dos Transportes da Colômbia Gabriel García Morales foi preso nesta quinta-feira, (12), por suspeita de ter recebido US$ 6,5 milhões da empreiteira

Peru diz que Odebrecht não poderá participar de novas licitações no país

O chefe do Gabinete Ministerial do Peru, Fernando Zavala, informou que a Odebrecht e empresas acusadas de corrupção não participarão de novas licitações oficiais no país. Foto: Dante Zegarra/Agência AndinaO chefe do Gabinete Ministerial do Peru, Fern

Equador exige provas de corrupção da Odebrecht no país

O governo do Equador declarou nesta segunda-feira (26) que não aceitará 'sem provas' as versões de funcionários da Odebrecht sobre subornos do grupo brasileiro no país totalizando US$ 33,5 milhões. "Não aceitaremos, sem provas, as versões de diretore