Manaus 30º • Nublado
Quinta, 27 Janeiro 2022

Portal Amazônia responde: Por quê as cobras trocam de pele?

As cobras costumam trocar de pele de cinco a oito vezes por ano quando adultas. O processo, que ocorre inclusive com humanos, depende de uma série de fatores. Entenda:

De jiboia à 'anaconda', conheça as cinco maiores cobras da região amazônica

Algumas espécies chegam a alcançar tamanhos de até oito metros de comprimento.

Estudante realiza ensaio fotográfico com jiboia de estimação para eternizar amor

Emy Marinho é dona de Lilith, uma jiboia argentina de 3 anos e dois metros de comprimento. Estudante conta que desde criança gostava de animais 'diferentes' e chegava em casa com aranha e até sapo na bolsa.

Jiboia

É considera uma serpente pacífica e lenta. Podem chegar ao tamanho aproximado de 4 metros. 

Conheça as cobras mais encontradas em áreas urbanas da Amazônia e entenda os perigos

Anaconda, Serpentes a Bordo, O Ataque das Víboras, Snakeman e Python são apenas alguns dos inúmeros títulos dos clássicos do cinema que trazem a cobra como a protagonista da história.

Jiboias: encantos e curiosidades

A jiboia, por muitos anos, teve sua morada em porões das embarcações para evitar entrada de roedores e proteção das cargas alimentícias transportadas nos diversos rios amazônicos.

Batalhão Ambiental da PM resgata jiboia no conjunto Petrus

A equipe foi acionada por volta das 17h, quando foi informada que a cobra estava na área de estacionamento de um residencial

Comando de Policiamento Ambiental da PMAM captura cobra jiboia em residência na Compensa

Após encontrarem a serpente, a equipe constatou que ela estava saudável e sem ferimentos. Os policiais devolveram o animal ao ambiente natural, uma área verde da localidade

Jiboia

A jiboia é a mais conhecida das serpentes da família Boidae, que inclui as maiores cobras do mundo.

Jiboia é a cobra mais resgatada na área urbana de Manaus, diz Ipaam

A jiboia é a espécie de cobra mais resgatada na área urbana de Manaus, segundo dados da Gerência de Fauna (GFAU) do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), que resgatou, de janeiro de 2017 a março de 2019, 156 cobras. Desse total, apenas