Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 08 Mai 2021

Bolsonaro edita MP que isenta moradores do Amapá do pagamento de luz, diz Planalto

Segundo Secretaria-Geral, isenção vale para 30 dias anteriores à MP.  AP enfrenta crise de energia desde que incêndio atingiu subestação local. Governo diz que fornecimento está normalizado.

Em Macapá, escolas abrem para fornecer água para moradores; confira os locais e horários

Os locais estão ofertando o produto seguindo o horário de fornecimento de energia em meio ao rodízio nos bairros da capital. A medida visa amenizar famílias sem a distribuição de água em função do apagão que atinge o estado há uma semana.

Restabelecimento total de energia no Amapá deve ocorrer semana que vem

Das 16 cidades do estado, apenas três – Oiapoque, Laranjal do Jari e Vitória do Jari – não foram atingidas pelo apagão e mantiveram a energia, pois são abastecidas por sistemas independentes

Amapá pode ter restabelecida nesta quinta-feira parte do fornecimento de energia

Incêndio em subestação deixou sem energia 16 municípios do estado

Aleam propõe que aumento de energia no Amazonas seja adiado

Sinésio relatou que os índices de reajustes sugeridos pela Aneel foram calculados no processo de Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) da companhia Amazonas Energia, em substituição ao reajuste tarifário anual da empresa.

Parlamentares propõem à AM Energia suspensão do reajuste de 8,5% na conta de luz

Os parlamentares alegaram que, em meio à crise provocada pela pandemia, com uma alta taxa de desemprego, este não é o momento mais adequado de elevar custos aos consumidores amazonenses.

Eletrobras será órgão de operacionalização do programa Mais Luz Para Amazônia

O programa tem como objetivo levar energia limpa e renovável a 70 mil famílias que vivem em áreas remotas da Amazônia Legal.

Interações energéticas: quais as consequências no seu dia a dia?

Olá buscadores!

Formas pensamento, miasmas astrais: O que são e como impactam sua vida?

Olá Buscadores,


Após os artigos tratando sobre sexualidade e energia, eu recebi alguns e-mails com dúvidas relacionadas as tais “formas-pensamento”. Então, aqui estou falando e opinando sobre o tema.


“Formas-pensamentos são realidades energéticas criadas e mantidas pelos nossos pensamentos habituais. Essas criações mentais são também conhecidas como larvas astrais ou miasmas”.


Primeiramente, é importante ter clareza da importância e da força do pensamento. Todo pensamento dá origem a uma série de vibrações que no mesmo momento atuam em todos os níveis de existência e nos impactam. Saiba que o pensamento possui vida própria e os nossos pensamentos afetam tudo a nossa volta.
Foto:Divulgação


Existe um experimento fantástico do pesquisador japonês Massaru Emoto que demonstra a influência dos nossos pensamentos sobre as moléculas da água. Massaru Emoto através do experimento que conhecemos como “A mensagem da água” comprova que pensamentos (vibrações – porque pensamentos são vibrações), influenciam e alteram as moléculas da água. O que o professor Emoto demostrou é que podemos imprimir na água nossos pensamentos e isso quer dizer que podemos fazer das moléculas de água nosso remédio (se vibrarmos saúde, gratidão, amorosidade) ou nosso veneno (se vibrarmos raiva, mágoa, inveja). Você sabia que em média 80% do corpo humano é composto por água? E agora, sabendo que seus pensamentos influenciam diretamente sobre a água, me diga: O que seus pensamentos têm plasmado no seu corpo? Saúde? ou doença?



Pois bem, as formas-pensamentos são realidades energéticas criadas e mantidas pelos nossos pensamentos habituais. Essas criações mentais são também conhecidas como larvas astrais ou miasmas. São ideias projetadas pela mente humana e materializadas no mundo astral, que se mantém pela força de nossos pensamentos. Possuem características, como formato e cor, definidas e, quanto mais claro, constante e forte for o pensamento sobre determinado assunto mais clara, forte e definida será também a forma-pensamento gerada.



Eu percebo que determinadas forma-pensamento tornam-se quase que um organismo vivo. Se são de natureza benéfica podem servir para te ajudar a atingir seus propósitos mais elevados, geram saúde e harmonia. De modo inverso, se são fruto de pensamentos doentios, as formas-pensamento podem te aprisionar e gerar enfermidades e infelicidade. Miasmas ou forma pensamento negativas são como parasitas, que irão esgotar a energia do seu hospedeiro, adoecendo-o energeticamente, emocionalmente e por fim, fisicamente.



No nosso dia a dia podemos observar aquilo que chamamos de “mau olhado” ou “olho gordo” ou “seca pimenteira”. Então, isso nada mais é que uma forma de pensamento gerada pelo sentimento e pelo pensamento de inveja. Em contrapartida, como já dito, também há formas de pensamento boas, que podem se originar de sentimentos como amor e benevolência. Quando você ora ou emite bons pensamentos direcionados a uma pessoa você cria formas de pensamento benéficas.



Algumas vezes é possível visualizar formas-pensamento em ambientes energeticamente adoecidos (como em um presídio ou mesmo em uma residência comum). Em geral, são formas com aparência gelatinosa em tons de cinza/preto/verde-musgo e permanecem agarradas a paredes, tetos, camas ou outros objetos. Essas formas pulsam e emanam o seu conteúdo adoecido a todos que estiverem no ambiente, mas principalmente a mente humana que a gerou e, assim então, estabelece-se um círculo vicioso onde a mente humana alimenta a forma-pensamento e a forma-pensamento alimenta (e adoece) a mente humana que foi sua geradora.



É comum também perceber uma família inteira adoecendo por conta da profusão de formas pensamento em seu ambiente doméstico. Ambientes residenciais e comerciais devem ser periodicamente limpos a nível energético com o intuito de neutralizar essas formas pensamento negativas. O que você tem feito para harmonizar psico-energeticamente seu lar ou ambiente de trabalho?


Existem algumas maneiras eficazes de efetuar essa desinfecção energética. Você pode, por exemplo, lançar mão de um incenso natural com propriedades de limpeza energética, mas é importante que seja um incenso feito com elementos naturais. Aqueles incensos vendidos em farmácia não servem para esse propósito - são somente cola, petróleo e essência artificial.


Deixo aqui a indicação de como você pode fazer para eliminar miasmas astrais de sua residência ou trabalho:


1. Tenha um incenso NATURAL de limpeza energética (Incensos canforados, com carvão natural, sal, arruda, etc.) - recomendo as marcas Nirvana ou Ananda;

2. Acenda o incenso - o fogo é conhecido dentro do Xamanismo como o elemento que tudo purifica e tudo transforma. É chamado de avô fogo e também simboliza a presença Divina;

3. Passe a fumaça do incenso de limpeza por todos os cantos da casa, lugares escuros, por cima e por baixo de camas, sempre com o pensamento vibrando em limpeza e purificação;

4. Ao finalizar a fase da limpeza, você pode acender um novo incenso, dessa vez com a intenção de elevar o padrão vibracional e passar novamente pelo ambiente vibrando prosperidade, amorosidade, proteção, saúde...
Foto:Dan Holanda/Portal Amazônia

Ainda não sabe qual, incenso usar? Ok, vou deixar mais algumas recomendações antes de finalizar nosso assunto:


Ashtar – Limpeza/desinfecção energética de ambientes.

Arruda – Limpeza/desinfecção energética de ambientes.

Canfora – Limpeza/desinfecção energética de ambientes.

Xamânico – Limpeza/desinfecção energética de ambientes.

Palo Santo – Elevação de vibração e Limpeza/desinfecção energética de ambientes.

Canela – Elevação de vibração / Antidepressivo / prosperidade.

Cravo e canela – Elevação de vibração / Antidepressivo / prosperidade.

Alfazema – Elevação de vibração / harmonia nos relacionamentos / amorosidade / calma / maternidade.

Mirra  – Elevação de vibração / purificação / proteção.

Olíbando – Elevação de vibração / ajuda a superar mágoa/ rancor.

Agora, saiba que o mais importante é checar o que seus pensamentos estão gerando. Entenda que melhor que limpar a toda hora é reduzir a sujeira, certo? Então pense um pouco e responda: Em geral meus pensamentos estão gerando saúde ou doença? Escassez ou abundância?


Aho!


E aí gostou desse artigo? Conte-me como foi a sua experiência. Deixo aqui meu contato: espaç[email protected]


Masturbação e energia

Olá buscadores,

Como funciona a energia sexual?

Olá buscadores!

Aneel nega pedidos de impugnação de leilão de energia para Roraima

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), negou, nessa quinta-feira (30), em reunião extraordinária, dois pedidos de impugnação do leilão para o suprimento de energia elétrica em Roraima. O certame, marcado para hoje (31), é destinado à aquisição de energia elétrica para suprimento da capital Boa Vista e localidades conectadas. O estado é o único do país não integrado ao Sistema Interligado Nacional (SIN) e, atualmente, tem o seu fornecimento de energia gerado a partir de usinas termelétricas.

MPF recebe nota técnica com proposta de alternativa para linha de energia entre Manaus e Boa Vista

O Ministério Público Federal (MPF) recebeu nota técnica assinada por três especialistas em sistemas energéticos de universidades brasileiras na qual apontam a geração de energia solar fotovoltaica centralizada como alternativa para garantir a segurança energética do Estado de Roraima. Segundo o estudo, a linha de transmissão de energia entre Manaus e Boa Vista, que faz parte do chamado Linhão de Tucuruí e vem sendo defendida pelo governo federal como única saída para o problema, não é a opção mais rápida nem mesmo mais barata para oferecer uma solução urgente.

Ministro de Minas e Energia discute em Roraima abastecimento de energia elétrica

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, viajou, no início da tarde desta quinta-feira (11), para Roraima, na companhia de parlamentares e assessores. Albuquerque se reunirá com o governador Antonio Denarium, com quem discutirá as medidas que vêm sendo adotadas para solucionar a questão do abastecimento energético para o estado.

Roraima é, atualmente, a única unidade federativa não interligada ao sistema elétrico nacional. “A situação de Roraima é crítica e o governo [federal] tem dado toda atenção [à situação]. Podemos dizer que, através do funcionamento das usinas térmicas, há uma estabilidade em termos de segurança energética, mas estamos trabalhando para o futuro”, disse o ministro.

“Vamos realizar um leilão que permitirá que novas fontes sejam utilizadas. E estamos trabalhando para promover o licenciamento para que diversas instituições comecem, no segundo semestre deste ano, a obra do linhão [de transmissão Manaus-Boa Vista] a fim de termos o estado interligado ao sistema nacional em 2021”.

Em fevereiro deste ano, o governo incluiu o linhão de transmissão entre os empreendimentos de infraestrutura de interesse da política de defesa nacional. A medida visa tentar agilizar os procedimentos administrativos, como a obtenção do licenciamento ambiental.

Maduro pede renúncia de ministros, após apagão no país, que durou uma semana

bApós o apagão de quase uma semana na Venezuela, o presidente Nicolás Maduro anunciou a reestruturação do seu gabinete. Ele pediu que todos os ministros coloquem os cargos à disposição. A vice-presidente da República, Delcy Rodríguez, comunicou a decisão.

"O presidente Nicolás Maduro pediu a todo o gabinete executivo para colocar seus encargos, com o fim dos efeitos de uma profunda reestruturação dos métodos e funcionamento do governo bolivariano para proteger a pátria de Bolívar e [Hugo] Chávez [presidente já morto da Venezuela] de qualquer ameaça", disse Rodriguez em sua conta no Twitter.

Leia também: Fim do apagão: Venezuela anuncia restabelecimento total do serviço elétrico

Há dois dias, Maduro anunciou a intenção de mudanças para “otimizar a gestão do governo e proteger o país contra novas ameaças”. "É uma luta moral e espiritual de um país inteiro pela honestidade, pela eficiência e pelos bons serviços", afirmou.

A iniciativa ocorre no momento em que há um impasse na Venezuela entre Maduro e Juan Guaidó, presidente autodeclarado. Mais de 50 países, incluindo o Brasil, apoiam Guaidó, enquanto China, Rússia e Turquia estão ao lado de Maduro. Há protestos constantes, de ambos os lados, nas principais cidades venezuelanas.

Confira o tweet da vice-presidente Delcy Rodríguez:

Projeto vai transformar lixo em energia elétrica em Cruzeiro do Sul, no Acre

Um projeto ambiental inovador de gestão de resíduos sólidos será implementando no município de Cruzeiro do Sul, no Acre. A ideia é transformar o lixo em energia elétrica sustentável. Para isso, a prefeitura da cidade anunciou, nesta semana, uma parceria com a organização não-governamental CBCN, que é responsável pelo recolhimento dos resíduos de Cruzeiro do Sul.

Segundo o prefeito Ilderlei Cordeiro, apenas o município mineiro de Boa Esperança já adotou tecnologia semelhante. “Cruzeiro do Sul vai ser o segundo município do Brasil a ter essa tecnologia de gaseificação do lixo através de pirólise. Nós vamos montar uma usina que vai se tornar referência na Amazônia e para o mundo”.
 
Foto: Divulgação
Os investimentos serão feitos com recursos de empresas privadas, de acordo com o consultor Técnico de Resíduos Sólidos, Walfrido Ataides. "A prefeitura vai fazer um projeto, vai fazer uma chamada pública, que vai convocar investidores que possam suporta isso. Ele consiste na redução das despesas que o município tem, já que ele paga energia elétrica, ele vai gerar a própria energia. Com os custos evitados da compra da energia, ele paga a infraestrutura dessa destinação de resíduos moderna, que não terá mais lixão. O lixo será todo tratado e separado e vai gerar energia elétrica dando uma sustentabilidade ambiental muito grande ao município de Cruzeiro do Sul”.

A expectativa da Prefeitura de Cruzeiro do Sul é que a usina seja instalada até setembro deste ano. O processo de implantação será acompanhado pelo Ministério Público do Estado do Acre. A organização não-governamental CBCN estima que o lixão da cidade seja desativado em aproximadamente um ano e meio. Cerca de dois mil metros cúbicos de resíduos serão retirados do local.
 

Aneel aprova reajuste nas contas de luz do Acre, Amapá e Rondônia

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (11) o primeiro reajuste tarifário das empresas Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre) e Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron) após a privatização das distribuidoras, subsidiárias da Eletrobras. As duas empresas foram vendidas para o grupo Energisa, em leilão realizado no final de agosto. Os novos valores passam a valer a partir da próxima quinta-feira (13).

A Eletroacre atende 263 mil unidades consumidoras localizadas no estado do Acre. De acordo com a Aneel, o reajuste foi calculado com os resultados do deságio do leilão, o que resultou em redução do índice tarifário em 3,42 pontos percentuais, com isso, o aumento que teria o efeito médio inicial de 24,71% ficou em 21,29%. Para os consumidores residenciais, o aumento será 19,60%.

“O deságio do leilão incidiu no percentual de perdas regulatórias não técnicas e nos custos operacionais referentes ao reajuste tarifário de 2017, contribuindo para a redução do índice final”, disse a Aneel.

Foto: Divulgação/Governo do Acre

Já no caso da Ceron, que atende 641 mil unidades consumidoras localizadas em 52 municípios de Rondônia, o deságio do leilão resultou em redução do índice tarifário em 1,81 pontos percentuais. Desta forma, o efeito médio inicial de 32,25% caiu para 30,44%.

A Aneel informou ainda que o Grupo Energisa solicitou diferimento do reajuste para amenizar o impacto tarifário para os consumidores da Ceron. “A agência aprovou o diferimento que reduziu o reajuste [média] para 25,34%. Para os consumidores residenciais o reajuste será 24,58%”, disse a Aneel.

A agência disse que o índice de reajuste da Ceron deve-se principalmente ao impacto dos componentes financeiros. “Nessa rubrica, houve a compensação dos valores de compra de energia não considerados no valor médio concedido na tarifa [CVA Energia] definida no último processo tarifário. Ou seja, a distribuidora teve ao longo do ano passado custos mais altos do que o concedido via tarifa para aquisição de energia e que foram incorporados ao processo tarifário deste ano”, disse a Aneel.

Amapá

Durante a reunião desta terça-feira, a Anel aprovou ainda o reajuste médio de 4,6% para os consumidores da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). O efeito tarifário é resultante do reajuste anual da empresa. O processo terá impacto médio de 5,35% para os consumidores atendidos em baixa tensão, de 2,22% para os de alta tensão e 5,33% para o residencial. O efeito médio para o consumidor será 4,6%. A CEA atende 205 mil unidades consumidoras em 16 municípios do Amapá.

As novas tarifas vigoram a partir da data de publicação da resolução no Diário Oficial da União. De acordo com a Aneel, contribuíram para o resultado os custos de compra de energia e a inclusão de componentes financeiros relativos à variação das despesas com esses contratos.

Com bandeira verde, conta de luz deve ficar mais barata no Acre

A conta de luz vai ficar mais barata durante o mês de dezembro, no Acre. A bandeira tarifária para o mês será a verde, ou seja, sem custo extra para os consumidores do Estado. A informação foi repassada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na última sexta-feira (30). 
Foto: Arquivo/Agência Brasil
O Sistema de Bandeiras Tarifárias sinaliza o custo da energia gerada, dando a possibilidade ao usuário reduzir os gastos quando o valor cobrado for maior. A bandeira variou entre os patamares amarelo ou vermelho, desde maio deste ano.

O gerente comercial da Eletrobras Distribuição Acre, Roberto Rocha, explica como as variações ocorrem na prática. “A energia gerada no país é por hidrelétricas, uma vez que os níveis de chuvas são reduzidos, vai refletir na redução ou elevação dos níveis de água nos reservatórios. Quando os níveis estão baixos, significa dizer que para auxiliar na geração de energia, é preciso ligar a termelétrica, cujo custo de energia é mais caro. Então, foi o que ocorreu nos últimos cinco meses, onde a bandeira tarifária foi a vermelha no seu patamar dois. Significa dizer que foi adicionado na conta do cliente R$ 5 por cada 100 kw/h consumidos”, disse.

Com as chuvas aumentando nos locais em que existem as hidrelétricas, ocorre a retirada da cobrança extra, ressalta Rocha. “Com essa estação chuvosa, que a gente tem observado em todo o Brasil, principalmente nas regiões onde ficam as usinas hidrelétricas, significa dizer que o nível desses reservatórios estão se elevando”, explicou.

O gerente comercial da Eletrobras também informou que não há como saber exatamente até que mês as contas estarão com a bandeira verde. Mas, levando em consideração o período de chuvas no início deste ano, estima-se que até abril os consumidores paguem mais barato pela energia.

Vários bairros de Manaus ficarão sem água a partir desta segunda; entenda

A Manaus Ambiental realizará um importante serviço nesta primeira quinzena de novembro, com a instalação de grandes geradores de energia elétrica nos principais reservatórios da capital.

O objetivo é reduzir as interrupções emergenciais no fornecimento de água por conta de situações de falha no serviço de energia elétrica, como oscilações e apagões. Com isso, a Manaus Ambiental tem o objetivo de tornar o sistema de água mais independente, beneficiando cerca de um milhão de pessoas em todas as zonas da capital amazonense.

“A instalação desses geradores faz parte das ações programadas do grupo Aegea para tornar a operação da Manaus Ambiental mais eficiente, melhorando ainda mais a qualidade dos serviços prestados à população. Este investimento irá garantir a segurança operacional do sistema e manterá as bombas funcionando em sua capacidade total, evitando que as interrupções de energia afetem o fornecimento de água”, explica Renato Medicis, diretor-presidente da Manaus Ambiental. Os equipamentos têm capacidade de 2000kVA e 2200kVA e funcionamento automático.

Para que os geradores sejam instalados, a empresa realizará paradas programadas no abastecimento de água. A primeira acontecerá a partir das 22h desta segunda-feira (05), na Zona Leste. Os primeiros reservatórios que vão receber os novos geradores estão localizados nos bairros São José III, Cidade de Deus, Nova Floresta e Núcleo 23 da Cidade Nova.

O trabalho tem duração de 8 horas. Após este período, o restabelecimento do abastecimento de água deve normalizar gradativamente em até 36 horas nos setores abrangidos.

Bairros afetados nesta segunda-feira (5)

Os bairros alcançados por esta parada programada são: Gilberto Mestrinho, Grande Vitória, Nova Vitória, Nova Conquista, Tancredo Neves, Novo Reino I e II. São José I, II e III, Castanheira, João Bosco I e II, Zumbi I e III, Núcleo 16, 23, 22 e 24, Sra. de Fátima I e II, Mutirão, Novo Aleixo I e II, Loteamento Águas Claras, Amadeu Botelho, Vila Rica, Parque das Garças. Além destes, Alfredo Nascimento I e II, Cidade de Deus I e II, Braga Mendes, Viver Melhor II (Vila Nova), Monte Sião, Nossa Sra. Fátima II, Aliança com Deus, Fazendinha I, Ben Hur, Vila Nova, Gustavo Nascimento, Valparaíso, Bairro Novo, Comunidade Sta. Barbara, Jorge Teixeira I, II, III e IV, João Paulo I e II, Brasileirinho, Santa Inês, Conj. Viver Melhor III, Cidade Alta, Comunidade Santa Barbara, Bairro Novo.

Calendário

No dia 07 de novembro, os reservatórios do Mocó e Coroado III receberem a instalação dos geradores. No dia 12, os trabalhos chegam aos reservatórios Cidade Nova e Mundo Novo. No dia 13 de novembro, será a vez da Bola do Coroado. Os prazos para a realização dos serviços e normalização do abastecimento seguem os mesmos.

Dúvidas

A empresa está à disposição para atender aos clientes pelos canais de atendimento, que estão disponíveis 24h: SAC e demais localidades: 0800 092 0195; E-mail: [email protected]

Distribuição de Energia em Rondônia passa por mudanças

Nesta terça-feira (30), o grupo Energisa oficialmente assumiu a distribuição de energia da Etetrobras Rondônia.Os 663 mil consumidores dos 52 municípios do estado vão ser atendidos pela Energisa. 
Foto: Toni Francis/G1
Após decisão do Governo Federal em privatizar seis distribuidores de energia no Brasil, a Eletrobras Rondônia foi arrematada pela Energisa no mês de agosto.

Duas empresas participaram do leilão, mas a Energisa foi quem comprou a distribuição de energia do estado. A empresa prevê um investimento de cerca de R$ 470 milhões no estado para o ano de 2019.