Manaus 30º • Nublado
Sexta, 03 Fevereiro 2023

Agenda positiva e o camarote do governador

Há situações em que poderemos precisar do luto, do curtir a dor, do lamber as feridas. O problema é quando este momento se prolonga e nos aprisiona.

Desenvolvimento econômico, base de perenização da ZFM

Em escala ampliada, o pensamento amazônico responsável e proativo, longe dos radicais que defendem a preservação pela preservação, defende tese ancorada em modelo baseado na organização da base produtiva da região.

A luta de minha querida amiga

Ela luta contra a dor, com a força de seus aliados superiores. Eles não deixam de corresponder. A dor se vai novamente, mesmo que prometa voltar.

Desenvolvimento sustentável como principal mecanismo de preservação da Amazônia

Bertha Becker, em sua obra, deixa claro que "a mera proteção preservacionista não pode mais atender às demandas de trabalho e renda. Isto porque, a partir da década de 60, a Amazônia mudou enormemente".

Você tem algum inimigo?

Não creio que tenha formado inimigos, pelo menos, eu não me sinto inimigo de ninguém. Mas existe um inimigo poderoso que pode passar despercebido.

A nova economia da Amazônia brasileira (NEA-BR)

É preciso qualificar o que se entende por bioeconomia, para que a abordagem não fortaleça ainda mais alguns vetores de desmatamento e concentração de riqueza e renda na região.

Produção industrial do Amazonas aponta crescimento no acumulado de 2022, informa IBGE

Em novembro, a produção variou 0,1% em comparação com o mês anterior, quando houve queda de 8,2%. No entanto, na comparação com novembro de 2021, o índice avançou 1,8%.

​Trem de chegada e de partida

Defendo que o fechamento de ciclos deve ser comemorado. Em algumas culturas, comemora-se a morte com festas em homenagem a quem parte. Para mim faz todo o sentido.

Amazonas lança plano de diretrizes e estratégias para o desenvolvimento econômico sustentável

O Plano parte da perspectiva de que o Amazonas "há muito sofre com as descontinuidades das gestões [...]".

Em 2023, o que seria o realismo inteligente?

Até certo ponto, a confiança tem o poder das chamadas "profecias autorrealizáveis". Se eu acredito que o futuro será melhor, eu vou me mexer neste sentido.

Wilson Lima, novo mandato, novos e complexos desafios

Não se pode perder a perspectiva de que, em última instância, a região exige políticas públicas estratégicas geradoras de efetivos benefícios ao Amazonas e à Amazônia Ocidental.

O que levamos de 2022: âncoras ou raízes?

Quando lembrarmos de 2022, o que virá mais fortemente em nossa mente? Se tivéssemos que dar um título, uma manchete para o ano que termina, qual seria?

COP15 aprova 'Acordo de Paris da Natureza'

Contendo 23 metas representativas da possível transformação na relação do homem com o meio ambiente, o Marco deverá orientar as ações globais com potencial de impacto na fauna e flora até 2050.

Mais diferenças, menos desigualdades

Os ismos estão cada vez mais fortes. Os grupos, minoritários ou não, se organizam entre iguais, em nome desta ou daquela causa, que pode até ser nobre, mas que separa, discrimina e tenta fazer o outro calar a boca.

ACA celebra final de 2022 com seu centenário Porto de Honra

Para celebrar os bons resultados alcançados no ano que se encerra, a Associação Comercial do Amazonas promoveu mais um Porto de Honra reunindo associados, líderes sindicais e convidados.

Cadê o líder?

Ser líder traz em si responsabilidades que vão além de seu estado de ânimo, de sua vontade ou da preocupação consigo mesmo.

Bioeconomia na Amazônia, uma questão essencialmente brasileira

As políticas públicas devem assumir compromisso aberto com o desenvolvimento social e econômico por meio de investimentos pesados em preservação da biodiversidade.

R$ 482 mi são aprovados pela Suframa em novos investimentos para a ZFM

Conselho de Administração também anunciou a nova gestão do CBA e a apresentação do estudo 'Mapeamento de tecnologias desenvolvidas a partir de bioinsumos da Amazônia'.

Pai e chefe não são coleguinhas

Para ser um líder autêntico é preciso ter coragem para exercer diferentes estilos, quando necessário. É bom se for querido, mas é preciso coragem para também não ser.

2º FIINSA incentiva atração de investimentos de impacto e negócios sustentáveis na Amazônia

Os temas debatidos abordaram desde realidade e visão de futuro para a Amazônia, passando por modalidades de financiamento para negócios de impacto, e mais.