Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 08 Mai 2021

Competição premia quem perder mais peso em academia de Manaus

Existem muitos métodos e dietas para quem quer perder peso. Mas entrar 'na linha' não é fácil e precisa de acompanhamento profissional. A academia Companhia Athletica, em Manaus, criou um programa de incentivo à pessoas que querem eliminar alguns quilos: 'Agora vai'. Focado na perda de peso, o programa é pensado para aumentar a motivação dos alunos para que vejam que são capazes de alcançar seus objetivos.
 São 30 dias para atingir a meta. Segundo o orientador de musculação Douglas da Costa Filho, que apadrinha um dos 24 grupos participantes, o programa foca na perda de peso, mas sem abrir mão da saúde a longo prazo. "O programa surgiu com a objetivo de promover o emagrecimento saudável dos alunos e trazer eles para a atividades físicas com animação. O programa conta com a ajuda de outros profissionais, mas cada professor é padrinho de uma equipe, então cada um orienta de uma forma diferente com foco no emagrecimento saudável", disse ao Portal Amazônia. Cada grupo possui 10 competidores.
Alunos gostaram da proposta da academia. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Novas edições

Esta é a primeira edição do projeto que, assegura Douglas Filho, ganhará novas edições no futuro. "Um dos principais destaques do Agora Vai é o trabalho em equipe. Os alunos vão vencer a competição se trabalharem em equipe. Não basta eu perder peso, eu tenho que incentivar o meu colega a perder também. No meu time, estou fazendo acompanhamento de todos, até o que eles tem feito em casa. Surgem ideias boas e isso começa a abrir a mente para outras situações e gera conhecimento", afirmou.

Segundo Filho, o resultado que o programa busca é ir além dos 30 dias de competição, mas incentivar de forma concreta a busca e manutenção da perda de peso. "A gente não quer que as pessoas emagreçam esse mês e depois voltem a engordar. Queremos que conheçam várias formas de emagrecimento e que, com o acompanhamento nutricional, são melhores que qualquer outra forma louca que aparece por aí", informou.

Claro que o maior objetivo é a perda de peso, no entanto, para dar aquele empurrãozinho, a academia oferece uma premiação em dinheiro e descontos. "A premiação é só mais um incentivo, porque para todos os participantes a maior premiação é o peso perdido", defende Filho.

Corrente de incentivo

Há dois anos o técnico de informática Aldemir Andrade Júnior treina em academia. No entanto, nos últimos meses ele voltou a engordar e viu no programa uma forma de incentivo a voltar a perder peso. "É uma forma de ser cobrado. Essa cobrança diária, o acompanhamento de um nutricionista, tem me incentivado muito a voltar a treinar todo dia", lembrou. O peso é verificado semanalmente como mais um recurso de incentivo aos competidores.

As cobranças da competição estimulam não apenas Aldemir, mas toda a equipe. "Nos grupos pela internet a gente se cobra também, o pessoal mostra o que está comendo, pede ajuda. Acaba que temos entrosamento maior com outras pessoas da academia e criamos amizades. Isso ajuda a buscar ser mais saudável e isso é sensacional", destacou.

A pesquisadora Cecília Nunes afirmou que sua maior motivação é a perda de peso. Na luta contra a balança, Cecília estava desde janeiro em busca de melhorar o condicionamento. "Não faço regime louco, nada disso. Estou mesmo na educação alimentar e faltava um estímulo a mais. Em uma semana do programa, já consegui perder um quilo e 200 gramas. Antes eu só perdia um quilo por mês. Deu um belo de um estímulo", afirmou.

Cecília explicou ainda que a mudança na alimentação não foi apenas dela: "Cortei totalmente os doces, refrigerantes. E valeu a pena. Tanto que os alunos que trabalham no laboratório comigo estão nessa também. Está todo mundo substituindo os lanches e isso me ajuda ainda mais para segurara boca. Se todo mundo entra no mesmo ritmo é mais fácil, porque perder peso todo mundo quer e fácil não é".

Sobre a premiação, Cecília confessou que quer ganhar os descontos na academia. "É um estímulo financeiro para algo que a gente já queria", disse. "Quero contribuir para que a minha equipe ganhe e espero que meus colegas também estejam pensando nisso", avisou.

O programa será aprimorado, porque, segundo Douglas Filho, os alunos aceitaram o desafio com empolgação. "Apesar de estar todo dia na academia incentivando de forma geral, quando se é um padrinho é como se fosse um pai para essas pessoas. É muito mais responsabilidade, a gente acaba virando um fiscal na vida delas porque algumas tem facilidade e outras nem tanto e nesse momento o psicológico conta muito. No final é sempre uma troca de conhecimento", assegurou. 

Conheça as nove beldades que representarão a Amazônia no Miss Brasil 2016

No dia 1º de outubro acontece o concurso Miss Brasil 2016. As 27 mulheres mais bonitas do País já foram selecionadas e se preparam para a competição que acontece em São Paulo. Quem será a escolhida como sucessora de Marthina Brandt, atual Miss Brasil? O Portal Amazônia mostra agora as nove beldades que representam a Amazônia em um dos concursos mais tradicionais do país.