Saúde

Macapá recebe programação de combate ao Aedes aegypti

Além de atividades do projeto “Defesa Civil nas Escolas”, será realizada a “Patrulha Aedes”


O Governo do Amapá aderiu à Semana Nacional de Mobilização do Setor Saúde, Educação e Assistência Social de Combate ao Aedes aegypti, realizada pelo governo federal. Nesse sentido, o Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM-AP) e a Coordenadoria de Defesa Civil do Estado (Cedec) desenvolvem, de 23 a 27 de outubro, diversas ações para prevenir e combater a incidência do mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika e outras doenças. Militares de todo o Estado estarão envolvidos na programação.


Na segunda-feira (23) no auditório do CBM-AP, em Macapá, será realizada uma capacitação de medidas de combate ao Aedes, tendo como público-alvo militares do Corpo de Bombeiros e da Cedec. Na terça-feira, 24, esses militares multiplicarão o conteúdo aprendido para os demais militares de seus respectivos locais de trabalho.

 

 

 

 

Foto: Divulgação

 


Ainda na terça-feira, das 9h às 11h30, as atividades acontecerão na Escola Estadual José de Alencar, com o projeto “Defesa Civil nas Escolas”, que nesta semana terá o trabalho voltado de forma intensificada para o combate ao Aedes e à importância desse enfrentamento.

No mesmo dia, às 15h, na Escola Estadual Risalva Freitas do Amaral, de gestão compartilhada entre o Corpo de Bombeiros e a Secretaria de Estado da Educação (Seed), professores, monitores e corpo técnico da instituição serão capacitados sobre a temática.

Na quarta-feira (25) pela manhã, simultaneamente, o projeto “Defesa Civil nas Escolas” alcançará as escolas estaduais Princesa Isabel e José de Alencar. O trabalho nessas instituições acontecerá até o dia 26 de outubro, quinta-feira, com atividades lúdicas, diversificadas e com cunho informativo acerca do mosquito e do perigo que ele representa para a sociedade.

Sexta-feira (27) será o dia “D” da programação, quando será executado o “Dia D nos Quartéis”, tanto na capital quanto nos municípios de Santana, Laranjal do Jari e Oiapoque. Os militares farão vistorias e limpeza em seus respectivos grupamentos, para identificar e, caso necessário, eliminar possíveis focos do Aedes aegypti.

Também nesse dia, as ações retornarão à Escola Risalva Freitas do Amaral. Além de atividades do projeto “Defesa Civil nas Escolas”, será realizada a “Patrulha Aedes”, por meio da qual toda a área da instituição será vistoriada por alunos e militares, na busca por possíveis focos do vetor. Nesse momento, também será feito o trabalho de orientação aos alunos, que serão condecorados como patrulheiros, agentes defensores de sua escola.

As equipes de militares também farão, no dia 27, com os agentes de endemias do município, vistorias nos arredores da escola; orientação educativa da comunidade; eliminação de focos e aplicação de larvicidas em criadouros sem possibilidade de eliminação.

Segundo a responsável pelo planejamento da programação na capital, tenente bombeiro militar Meiry de Lima, todo o efetivo da corporação será envolvido nas ações. “O Estado abraçou essa causa e segue, através do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, executando trabalhos voltados à prevenção, que é primordial, mas também ao combate. Faremos o melhor possível para formar agentes multiplicadores, tanto nas corporações quanto nas escolas, fortalecendo ainda mais a luta contra o mosquito”, concluiu.

Campanha Nacional

A Semana Nacional de Mobilização do Setor Saúde, Educação e Assistência Social de Combate ao Aedes aegypti é uma proposta trabalhada dentro da Sala Nacional de Coordenação e Controle, que agrega os ministérios da Saúde, Integração Nacional, da Defesa e outros, que por sua vez mobilizaram mais de 210 mil instituições públicas e privadas em todo o país, para a semana de luta contra o Aedes aegypti.


Saúde

Macapá recebe programação de combate ao Aedes aegypti

Além de atividades do projeto “Defesa Civil nas Escolas”, será realizada a “Patrulha Aedes”

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


O Governo do Amapá aderiu à Semana Nacional de Mobilização do Setor Saúde, Educação e Assistência Social de Combate ao Aedes aegypti, realizada pelo governo federal. Nesse sentido, o Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM-AP) e a Coordenadoria de Defesa Civil do Estado (Cedec) desenvolvem, de 23 a 27 de outubro, diversas ações para prevenir e combater a incidência do mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika e outras doenças. Militares de todo o Estado estarão envolvidos na programação.


Na segunda-feira (23) no auditório do CBM-AP, em Macapá, será realizada uma capacitação de medidas de combate ao Aedes, tendo como público-alvo militares do Corpo de Bombeiros e da Cedec. Na terça-feira, 24, esses militares multiplicarão o conteúdo aprendido para os demais militares de seus respectivos locais de trabalho.

 

 

 

 

Foto: Divulgação

 


Ainda na terça-feira, das 9h às 11h30, as atividades acontecerão na Escola Estadual José de Alencar, com o projeto “Defesa Civil nas Escolas”, que nesta semana terá o trabalho voltado de forma intensificada para o combate ao Aedes e à importância desse enfrentamento.

No mesmo dia, às 15h, na Escola Estadual Risalva Freitas do Amaral, de gestão compartilhada entre o Corpo de Bombeiros e a Secretaria de Estado da Educação (Seed), professores, monitores e corpo técnico da instituição serão capacitados sobre a temática.

Na quarta-feira (25) pela manhã, simultaneamente, o projeto “Defesa Civil nas Escolas” alcançará as escolas estaduais Princesa Isabel e José de Alencar. O trabalho nessas instituições acontecerá até o dia 26 de outubro, quinta-feira, com atividades lúdicas, diversificadas e com cunho informativo acerca do mosquito e do perigo que ele representa para a sociedade.

Sexta-feira (27) será o dia “D” da programação, quando será executado o “Dia D nos Quartéis”, tanto na capital quanto nos municípios de Santana, Laranjal do Jari e Oiapoque. Os militares farão vistorias e limpeza em seus respectivos grupamentos, para identificar e, caso necessário, eliminar possíveis focos do Aedes aegypti.

Também nesse dia, as ações retornarão à Escola Risalva Freitas do Amaral. Além de atividades do projeto “Defesa Civil nas Escolas”, será realizada a “Patrulha Aedes”, por meio da qual toda a área da instituição será vistoriada por alunos e militares, na busca por possíveis focos do vetor. Nesse momento, também será feito o trabalho de orientação aos alunos, que serão condecorados como patrulheiros, agentes defensores de sua escola.

As equipes de militares também farão, no dia 27, com os agentes de endemias do município, vistorias nos arredores da escola; orientação educativa da comunidade; eliminação de focos e aplicação de larvicidas em criadouros sem possibilidade de eliminação.

Segundo a responsável pelo planejamento da programação na capital, tenente bombeiro militar Meiry de Lima, todo o efetivo da corporação será envolvido nas ações. “O Estado abraçou essa causa e segue, através do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, executando trabalhos voltados à prevenção, que é primordial, mas também ao combate. Faremos o melhor possível para formar agentes multiplicadores, tanto nas corporações quanto nas escolas, fortalecendo ainda mais a luta contra o mosquito”, concluiu.

Campanha Nacional

A Semana Nacional de Mobilização do Setor Saúde, Educação e Assistência Social de Combate ao Aedes aegypti é uma proposta trabalhada dentro da Sala Nacional de Coordenação e Controle, que agrega os ministérios da Saúde, Integração Nacional, da Defesa e outros, que por sua vez mobilizaram mais de 210 mil instituições públicas e privadas em todo o país, para a semana de luta contra o Aedes aegypti.

TAG MacapáAmapaAedes aegypticampanha