Publicidade

Cidades

Sucuri de quase 5 metros que comia porcos é capturada em reserva indígena no Acre

A cobra foi levada por moradores da região e solta em um outro trecho do rio. No momento da captura a sucuri ainda estava com uma porca na barriga.


Uma sucuri foi encontrada na Reserva Indígena Aldeia São Paolino, em Sena Madureira, interior do Acre. A cobra, que mede aproximadamente cinco metros estava comendo porcos da criação do professor de biologia Valmir Padilha.

Valmir, em entrevista ao G1 Acre, contou que sua esposa sentiu falta de um dos porcos da criação. "Minha esposa deu conta do sumiço de uma porca, de aproximadamente 30 a 35 quilos, no domingo (27). Ela foi procurar e encontrou a porca morta perto de uma lagoa pequena", disse o professor.

     
Foto: Alex Silva/Acervo Pessoal
 

O professor, com ajuda do filho e do genro, saíram em busca da porca e encontraram rastros de uma cobra, ao se depararem com a sucuri, perceberam que ela já estava com a porca dentro da barriga.

"Sumiram dois porcos, estava com medo de vitimar um garrote, boi. Já tinha capacidade de pegar um garrote de 150 quilos. Estava com a porca dentro do estômago quando capturamos. Acreditamos que pesava entre 70 a 80 quilos com a porca dentro. Foi preciso eu, meu filho e meu genro para carregá-la", conta.

     
Foto: Alex Silva/Divulgação
 
Capturada, a sucuri foi tirada do chiqueiro e levada de canoa para uma outra área do rio, onde foi solta. Confira o vídeo:




Cidades

Home > Noticias > null

Sucuri de quase 5 metros que comia porcos é capturada em reserva indígena no Acre

A cobra foi levada por moradores da região e solta em um outro trecho do rio. No momento da captura a sucuri ainda estava com uma porca na barriga.

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Uma sucuri foi encontrada na Reserva Indígena Aldeia São Paolino, em Sena Madureira, interior do Acre. A cobra, que mede aproximadamente cinco metros estava comendo porcos da criação do professor de biologia Valmir Padilha.

Valmir, em entrevista ao G1 Acre, contou que sua esposa sentiu falta de um dos porcos da criação. "Minha esposa deu conta do sumiço de uma porca, de aproximadamente 30 a 35 quilos, no domingo (27). Ela foi procurar e encontrou a porca morta perto de uma lagoa pequena", disse o professor.

     
Foto: Alex Silva/Acervo Pessoal
 

O professor, com ajuda do filho e do genro, saíram em busca da porca e encontraram rastros de uma cobra, ao se depararem com a sucuri, perceberam que ela já estava com a porca dentro da barriga.

"Sumiram dois porcos, estava com medo de vitimar um garrote, boi. Já tinha capacidade de pegar um garrote de 150 quilos. Estava com a porca dentro do estômago quando capturamos. Acreditamos que pesava entre 70 a 80 quilos com a porca dentro. Foi preciso eu, meu filho e meu genro para carregá-la", conta.

     
Foto: Alex Silva/Divulgação
 
Capturada, a sucuri foi tirada do chiqueiro e levada de canoa para uma outra área do rio, onde foi solta. Confira o vídeo:



TAG cobrasucurisena madureiraacrereserva