Cidades

Sindicato dos Rodoviários de Manaus anunciam greve de ônibus a partir desta sexta-feira

Segundo a categoria, o principal motivo são as constantes suspensões do plano de saúde dos rodoviários e dependentes


O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivo Urbano e Rodoviários de Manaus e Região Metropolitana anunciou na noite desta segunda-feira (3), que os rodoviários entrarão em greve a partir das 00h desta sexta-feira (7).

A decisão foi anunciada após uma assembleia geral da categoria e segundo o comunicado, os motivos que levaram os trabalhadores a aprovarem a decisão de greve geral por tempo indeterminado foram as constantes suspensões do plano de saúde e os decorrentes descontos nos contra cheques. Além, do não pagamento de horas extras, conforme acordado junto ao Ministério Público do Trabalho.

Ainda segundo o comunicado assinado pelo presidente do sindicato, Givancir de Oliveira Silva, a orientação é de que as empresas possam fazer um remanejamento na frota para que operem como 50% dos veículos nos dias de greve.

O comunicado lembra que a categoria está aberta para negociar a pauta de reivindicações até o último instante para evitar essa paralisação.

Cidades

Home > Noticias > null

Sindicato dos Rodoviários de Manaus anunciam greve de ônibus a partir desta sexta-feira

Segundo a categoria, o principal motivo são as constantes suspensões do plano de saúde dos rodoviários e dependentes

William Costa

william.costa@portalamazonia.com


O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivo Urbano e Rodoviários de Manaus e Região Metropolitana anunciou na noite desta segunda-feira (3), que os rodoviários entrarão em greve a partir das 00h desta sexta-feira (7).

A decisão foi anunciada após uma assembleia geral da categoria e segundo o comunicado, os motivos que levaram os trabalhadores a aprovarem a decisão de greve geral por tempo indeterminado foram as constantes suspensões do plano de saúde e os decorrentes descontos nos contra cheques. Além, do não pagamento de horas extras, conforme acordado junto ao Ministério Público do Trabalho.

Ainda segundo o comunicado assinado pelo presidente do sindicato, Givancir de Oliveira Silva, a orientação é de que as empresas possam fazer um remanejamento na frota para que operem como 50% dos veículos nos dias de greve.

O comunicado lembra que a categoria está aberta para negociar a pauta de reivindicações até o último instante para evitar essa paralisação.

TAG greve onibus manaus manausgreveonibus