Publicidade

Cidades

Roraima já teve 50 incêndios nos primeiros cinco dias de março, apontam bombeiros

Conforme o Corpo de Bombeiros, há indícios de que a maior parte deles tenham sido causados por ação humana

Portal Amazônia, com informações do G1 Roraima

jornalismo@portalamazonia.com


O estado de Roraima já registrou 50 incêndios nos primeiros cinco dias de março, de acordo com o Corpo de Bombeiros. O monitoramento foi feito de sexta-feira (1) até a manhã dessa terça-feira (5).

O comandante do 1° Batalhão de Proteção Ambiental dos Bombeiros, tenente-coronel Mário Turco, informou que, apenas de não ser possível comprovar todas as causas dos incêndios, há indícios de que a maior parte deles tenham sido causados por ação humana.

“Bitucas de cigarro, fogueiras, queima de lixo, churrasco improvisados… todas são atividades muito comuns de ocorrerem nesse período de carnaval, tanto por aqueles que gostam de viajar para o interior, fazer uma trilha ou acampar, quanto os que ficam na cidade e praticam queimadas em terrenos baldios”, afirmou.
 
 
Foto: Secom-RR/Divulgação 
Combinado com as ações das pessoas, o clima quente dos últimos dias também contribuíram para uma maior probabilidade de incêndios. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), as temperaturas em Boa Vista têm variado de máximas entre 37°C e 40°C.

O Instituto também aponta que a umidade do ar chega a estar em 40% na capital, quando o recomendável para a saúde humana é 60%, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Apesar dos dias de calor intenso, a previsão do tempo para os próximos dias indica uma estabilização da temperatura para 35°C máxima e uma média de 23°C mínima.

“Acima de tudo, não façam queimadas de lixo. O período não é propício e existem outras formas de se lidar com acúmulo de lixo, independente da época. Tivemos um caso recente de um homem que colocou fogo em lixo no quintal e ele se propagou para outros quatro terrenos. A sorte é que como fomos acionados rapidamente, ninguém foi atingido e não houve danos, mas é questão de minutos para que isso ocorra, então o melhor é não arriscar”, recomendou Márcio.
 

Cidades

Home > Noticias > null

Roraima já teve 50 incêndios nos primeiros cinco dias de março, apontam bombeiros

Conforme o Corpo de Bombeiros, há indícios de que a maior parte deles tenham sido causados por ação humana

Portal Amazônia, com informações do G1 Roraima

jornalismo@portalamazonia.com


O estado de Roraima já registrou 50 incêndios nos primeiros cinco dias de março, de acordo com o Corpo de Bombeiros. O monitoramento foi feito de sexta-feira (1) até a manhã dessa terça-feira (5).

O comandante do 1° Batalhão de Proteção Ambiental dos Bombeiros, tenente-coronel Mário Turco, informou que, apenas de não ser possível comprovar todas as causas dos incêndios, há indícios de que a maior parte deles tenham sido causados por ação humana.

“Bitucas de cigarro, fogueiras, queima de lixo, churrasco improvisados… todas são atividades muito comuns de ocorrerem nesse período de carnaval, tanto por aqueles que gostam de viajar para o interior, fazer uma trilha ou acampar, quanto os que ficam na cidade e praticam queimadas em terrenos baldios”, afirmou.
 
 
Foto: Secom-RR/Divulgação 
Combinado com as ações das pessoas, o clima quente dos últimos dias também contribuíram para uma maior probabilidade de incêndios. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), as temperaturas em Boa Vista têm variado de máximas entre 37°C e 40°C.

O Instituto também aponta que a umidade do ar chega a estar em 40% na capital, quando o recomendável para a saúde humana é 60%, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Apesar dos dias de calor intenso, a previsão do tempo para os próximos dias indica uma estabilização da temperatura para 35°C máxima e uma média de 23°C mínima.

“Acima de tudo, não façam queimadas de lixo. O período não é propício e existem outras formas de se lidar com acúmulo de lixo, independente da época. Tivemos um caso recente de um homem que colocou fogo em lixo no quintal e ele se propagou para outros quatro terrenos. A sorte é que como fomos acionados rapidamente, ninguém foi atingido e não houve danos, mas é questão de minutos para que isso ocorra, então o melhor é não arriscar”, recomendou Márcio.
 

TAG incendioCorpo de BombeirosroraimaPorto Velho