Cidades

Primeira procissão do Círio 2018 sairá às 8h desta sexta: traslado Ananindeua-Marituba

O traslado as cidades de Ananindeua, Marituba e Benevides. Ao todo, o trecho é de 50 quilômetros e deve ser percorrido em até 10h.


Na manhã desta sexta-feira (12) acontece a primeira procissão oficial do Círio 2018: o Traslado Ananindeua/Marituba. A saída está prevista para 8h e percorrerá cerca de 50 quilômetros, o maior trajeto do Círio de Nazaré. A previsão de encerramento este ano é às 18h, somando um total de 10h. O traslado é coordenado pela Diretoria da Festa de Nazaré, juntamente com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar (PM), que são as principais responsáveis pelo evento, além do apoio das Prefeituras de Belém, Ananindeua, Marituba e outros órgãos.

A Missa do Traslado será celebrada pelo Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, a partir das 7h, na Basílica Santuário. Paulo Morelli assina a decoração do andor que conduzirá Nossa Senhora de Nazaré no Traslado deste ano.
   
Foto: Divulgação/Agência Pará
 
De acordo com o diretor de procissões do Círio 2018, Antônio Souza, “este ano, por recomendação dos órgãos de segurança, vamos tentar chegar às 18h, com o dia ainda claro, por diversas razões, entre elas, a dificuldade de se fechar o trânsito de uma via movimentada como a BR 316 em feriado. Isso não vai modificar o trajeto, somente encurtaremos o tempo de algumas paradas e homenagens, por exemplo, em algumas paróquias a Imagem não vai entrar, receberá as congratulações na passagem”, disse.

Na chegada do Traslado à Igreja de Nossa Senhora das Graças, Dom Antônio de Assis Ribeiro, Bispo Auxiliar de Belém, celebrará a missa que abre a noite de vigília até a missa preparatória para a Romaria Rodoviária, que sai na manhã do sábado, 13, rumo a Icoaraci.

Percurso

O percurso inicia na Basílica Santuário e passa pelas avenidas Nazaré; Magalhães Barata, sendo a primeira parada em frente ao Hospital Ophir Loyola; Almirante Barroso e BR-316. Depois, segue pelos bairros Cidade Nova, Paar e Icuí, entre outros, em Ananindeua. Logo após, a Imagem Peregrina segue para Marituba, retornando até chegar a Igreja de Nossa Senhora das Graças, em Ananindeua.

Lá, a imagem fica em um palanque armado em frente à Igreja Matriz, onde passa a noite em vigília. Na manhã de sábado, 13, a Imagem Peregrina é levada pelos devotos na Romaria Rodoviária, a segunda procissão da Festividade, até o trapiche do distrito de Icoaraci, para a terceira procissão, o Círio Fluvial.

Histórico

A Diretoria da Festa de Nazaré realizou o primeiro traslado para Ananindeua na 4ª Romaria Rodoviária, em 1992, durante o Círio de número 200. Já em carro aberto, o percurso só foi realizado em 1997, no momento em que foi utilizado o “cibório” – uma abóbada sustentada por quatro colunas lisas e retorcidas - da Romaria das Crianças, onde a imagem era colocada. Para prevenir contra a ação do vento e da chuva, em 1999, o cibório foi substituído por uma réplica da Berlinda, em tamanho menor.
   
Foto: Divulgação/Agência Pará
 
Em 2001, atendendo ao pedido da comunidade, foi acrescentado ao percurso a passagem por mais duas Paróquias: Amparo e Divino Espírito Santo. No ano seguinte, a Prefeitura de Marituba pediu que fosse acrescentado o deslocamento até a frente da Prefeitura do Município. Em 2009, o Icuí foi incluso no percurso total.

O Círio

O Círio de Nazaré é uma realização da Arquidiocese de Belém, Basílica Santuário de Nazaré, Diretoria da Festa de Nazaré, Governo do Estado do Pará e Prefeitura de Belém.
    

Cidades

Home > Noticias > null

Primeira procissão do Círio 2018 sairá às 8h desta sexta: traslado Ananindeua-Marituba

O traslado as cidades de Ananindeua, Marituba e Benevides. Ao todo, o trecho é de 50 quilômetros e deve ser percorrido em até 10h.

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Na manhã desta sexta-feira (12) acontece a primeira procissão oficial do Círio 2018: o Traslado Ananindeua/Marituba. A saída está prevista para 8h e percorrerá cerca de 50 quilômetros, o maior trajeto do Círio de Nazaré. A previsão de encerramento este ano é às 18h, somando um total de 10h. O traslado é coordenado pela Diretoria da Festa de Nazaré, juntamente com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar (PM), que são as principais responsáveis pelo evento, além do apoio das Prefeituras de Belém, Ananindeua, Marituba e outros órgãos.

A Missa do Traslado será celebrada pelo Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, a partir das 7h, na Basílica Santuário. Paulo Morelli assina a decoração do andor que conduzirá Nossa Senhora de Nazaré no Traslado deste ano.
   
Foto: Divulgação/Agência Pará
 
De acordo com o diretor de procissões do Círio 2018, Antônio Souza, “este ano, por recomendação dos órgãos de segurança, vamos tentar chegar às 18h, com o dia ainda claro, por diversas razões, entre elas, a dificuldade de se fechar o trânsito de uma via movimentada como a BR 316 em feriado. Isso não vai modificar o trajeto, somente encurtaremos o tempo de algumas paradas e homenagens, por exemplo, em algumas paróquias a Imagem não vai entrar, receberá as congratulações na passagem”, disse.

Na chegada do Traslado à Igreja de Nossa Senhora das Graças, Dom Antônio de Assis Ribeiro, Bispo Auxiliar de Belém, celebrará a missa que abre a noite de vigília até a missa preparatória para a Romaria Rodoviária, que sai na manhã do sábado, 13, rumo a Icoaraci.

Percurso

O percurso inicia na Basílica Santuário e passa pelas avenidas Nazaré; Magalhães Barata, sendo a primeira parada em frente ao Hospital Ophir Loyola; Almirante Barroso e BR-316. Depois, segue pelos bairros Cidade Nova, Paar e Icuí, entre outros, em Ananindeua. Logo após, a Imagem Peregrina segue para Marituba, retornando até chegar a Igreja de Nossa Senhora das Graças, em Ananindeua.

Lá, a imagem fica em um palanque armado em frente à Igreja Matriz, onde passa a noite em vigília. Na manhã de sábado, 13, a Imagem Peregrina é levada pelos devotos na Romaria Rodoviária, a segunda procissão da Festividade, até o trapiche do distrito de Icoaraci, para a terceira procissão, o Círio Fluvial.

Histórico

A Diretoria da Festa de Nazaré realizou o primeiro traslado para Ananindeua na 4ª Romaria Rodoviária, em 1992, durante o Círio de número 200. Já em carro aberto, o percurso só foi realizado em 1997, no momento em que foi utilizado o “cibório” – uma abóbada sustentada por quatro colunas lisas e retorcidas - da Romaria das Crianças, onde a imagem era colocada. Para prevenir contra a ação do vento e da chuva, em 1999, o cibório foi substituído por uma réplica da Berlinda, em tamanho menor.
   
Foto: Divulgação/Agência Pará
 
Em 2001, atendendo ao pedido da comunidade, foi acrescentado ao percurso a passagem por mais duas Paróquias: Amparo e Divino Espírito Santo. No ano seguinte, a Prefeitura de Marituba pediu que fosse acrescentado o deslocamento até a frente da Prefeitura do Município. Em 2009, o Icuí foi incluso no percurso total.

O Círio

O Círio de Nazaré é uma realização da Arquidiocese de Belém, Basílica Santuário de Nazaré, Diretoria da Festa de Nazaré, Governo do Estado do Pará e Prefeitura de Belém.
    

TAG cirio 2018Cirio de NazareAnanindeuamaritubabenevidesbelempara