Publicidade

Cidades

Pesca estará liberada nos rios de Mato Grosso, a partir de sexta-feira

Período de defeso em todos os rios que percorrem o território mato-grossense, inclusive os rios federais, encerra nesta sexta

Portal Amazônia, com informações da Radioagência Nacional

jornalismo@portalamazonia.com


Termina na próxima sexta-feira (1º) o período de defeso em todos os rios que percorrem o território mato-grossense, inclusive os rios federais. Porém, segundo a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), nos trechos que fazem divisa com outras unidades da federação, em que uma margem está dentro de Mato Grosso e a outra margem em outro Estado, a proibição da pesca continua até 28 de fevereiro.

A pasta ressalta ainda que nas 68 Unidades de Conservação de proteção integral municipal, estadual e federal existentes no Estado, a pesca é permanentemente proibida. Quem for pego nessas áreas sofrerá sanções, que vão desde a apreensão de equipamentos e pescado, até detenção e multa.
 
 
Foto: Divulgação
 
Nos rios onde a pesca está liberada, os pescadores precisam seguir algumas regras, como estar habilitado com a carteira de pesca, não usar apetrechos proibidos e respeitar a cota e tamanho mínimo do pescado, que para amador é de 5 quilos e 1 exemplar e para profissional é de 125 kg por semana.

Denúncias de pesca predatória e outros crimes ambientais podem ser feitas na Ouvidoria Setorial da Sema no telefone 0800-65-3838 ou pelo aplicativo MT Cidadão.
 

Cidades

Home > Noticias > null

Pesca estará liberada nos rios de Mato Grosso, a partir de sexta-feira

Período de defeso em todos os rios que percorrem o território mato-grossense, inclusive os rios federais, encerra nesta sexta

Portal Amazônia, com informações da Radioagência Nacional

jornalismo@portalamazonia.com


Termina na próxima sexta-feira (1º) o período de defeso em todos os rios que percorrem o território mato-grossense, inclusive os rios federais. Porém, segundo a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), nos trechos que fazem divisa com outras unidades da federação, em que uma margem está dentro de Mato Grosso e a outra margem em outro Estado, a proibição da pesca continua até 28 de fevereiro.

A pasta ressalta ainda que nas 68 Unidades de Conservação de proteção integral municipal, estadual e federal existentes no Estado, a pesca é permanentemente proibida. Quem for pego nessas áreas sofrerá sanções, que vão desde a apreensão de equipamentos e pescado, até detenção e multa.
 
 
Foto: Divulgação
 
Nos rios onde a pesca está liberada, os pescadores precisam seguir algumas regras, como estar habilitado com a carteira de pesca, não usar apetrechos proibidos e respeitar a cota e tamanho mínimo do pescado, que para amador é de 5 quilos e 1 exemplar e para profissional é de 125 kg por semana.

Denúncias de pesca predatória e outros crimes ambientais podem ser feitas na Ouvidoria Setorial da Sema no telefone 0800-65-3838 ou pelo aplicativo MT Cidadão.
 

TAG pescadefesomato grosso