Publicidade

Ciência e Tecnologia

Home > Noticias > null

Fapeam deve investir mais de R$ 6 milhões em apoio a pesquisas e formação de RH

A expectativa é que a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas lance mais de 10 editais em 2019

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) deve investir mais de R$ 6 milhões em programas para apoiar atividades de pesquisa científica, tecnológica, inovação e formação de recursos humanos. Conforme o diretor técnico-científico da Fapeam, Dércio Reis, a expectativa é que a Fundação lance mais de 10 editais, em 2019.
 
 
Foto: Divulgação/Fapeam 
Os editais do Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex) e do Programa de Cooperação para Consolidação da Pós-graduação e Formação de Recursos Humanos no Amazonas (Capes- Fapeam) foram discutidos, na última terça-feira (11), pela Câmara de Assessoramento Científico – Pesquisa da Fapeam, na sede da instituição.

Durante o encontro, Reis disse que a reunião é fundamental, principalmente pelo fato dos editais serem debatidos junto com a câmara que é formada por pesquisadores. A interação é uma oportunidade de mostrar as ações do Governo do Estado e apresentar as demandas de pesquisas em projetos que contribuem para o desenvolvimento do Amazonas.

Leia também: Identificado em Rondônia mais um barbeiro que pode transmitir doença de Chagas

Reis explicou que o Pronex é um programa desenvolvido pela Fapeam, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), voltado para apoiar a execução de projetos de grupos consolidados, visando dar suporte financeiro aos trabalhos dos grupos de pesquisas, vinculados às instituições de ensino e/ou pesquisa, sem fins lucrativos, no Estado do Amazonas, com atuação na área.

A previsão é que o edital seja lançado ainda neste mês. “Esse programa é a pesquisa no seu melhor ápice voltada para a fronteira do conhecimento, a partir  do trabalho dos núcleos de excelência, compostos obrigatoriamente por pesquisadores que atendam alguns requisitos estabelecidos pelo o CNPq”, detalha o diretor técnico-científico da Fapeam.

Parceria: Alta gastronomia carioca vê potencial no pirarucu manejado da Amazônia

Recursos Humanos

Outro edital discutido durante a reunião foi do Programa de Cooperação para Consolidação da Pós-graduação e Formação de Recursos Humanos no Amazonas. Pioneiro no Estado, o programa será realizado pela Fapeam em parceria com Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), visando a melhoria da qualidade dos programas de pós-graduação Stricto Sensu no Amazonas.

Confira: Investimentos de países ao Fundo Amazônia é debatido na COP-24, na Polônia

“Atualmente, temos um problema já identificado no Estado em relação aos programas de pós-graduação. Hoje contamos com mais de 70 programas de pós-graduação Stricto Sensu dentro do Estado, mas uma boa parte desses programas estão com nota 3. A  intenção com esse edital é fortalecer esses cursos e permitir uma maior internacionalização por meio da troca de experiências de professores do Amazonas, com pesquisadores do Brasil e até do exterior”, explicou, acrescentando que o edital será  lançado ainda no primeiro trimestre de 2019.

Reis também ressaltou que, após o lançamento desses dois editais, que fazem parte da estratégia de fortalecimento da pós-graduação no Amazonas, a expectativa é lançar outros editais, visando a participação de pesquisadores em eventos nacionais e internacionais e publicações, além de novos projetos de pesquisas para a área da saúde, que é fundamental. "A ideia também é fomentar programas com pesquisas em áreas pré-definidas. Algumas dessas ações já estão previstas, mas precisamos passar o momento de transição para fazermos um planejamento mais adequado e realista”, finalizou.
Ciência e Tecnologia

Fapeam deve investir mais de R$ 6 milhões em apoio a pesquisas e formação de RH

A expectativa é que a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas lance mais de 10 editais em 2019


A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) deve investir mais de R$ 6 milhões em programas para apoiar atividades de pesquisa científica, tecnológica, inovação e formação de recursos humanos. Conforme o diretor técnico-científico da Fapeam, Dércio Reis, a expectativa é que a Fundação lance mais de 10 editais, em 2019.
 
 
Foto: Divulgação/Fapeam 
Os editais do Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex) e do Programa de Cooperação para Consolidação da Pós-graduação e Formação de Recursos Humanos no Amazonas (Capes- Fapeam) foram discutidos, na última terça-feira (11), pela Câmara de Assessoramento Científico – Pesquisa da Fapeam, na sede da instituição.

Durante o encontro, Reis disse que a reunião é fundamental, principalmente pelo fato dos editais serem debatidos junto com a câmara que é formada por pesquisadores. A interação é uma oportunidade de mostrar as ações do Governo do Estado e apresentar as demandas de pesquisas em projetos que contribuem para o desenvolvimento do Amazonas.

Leia também: Identificado em Rondônia mais um barbeiro que pode transmitir doença de Chagas

Reis explicou que o Pronex é um programa desenvolvido pela Fapeam, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), voltado para apoiar a execução de projetos de grupos consolidados, visando dar suporte financeiro aos trabalhos dos grupos de pesquisas, vinculados às instituições de ensino e/ou pesquisa, sem fins lucrativos, no Estado do Amazonas, com atuação na área.

A previsão é que o edital seja lançado ainda neste mês. “Esse programa é a pesquisa no seu melhor ápice voltada para a fronteira do conhecimento, a partir  do trabalho dos núcleos de excelência, compostos obrigatoriamente por pesquisadores que atendam alguns requisitos estabelecidos pelo o CNPq”, detalha o diretor técnico-científico da Fapeam.

Parceria: Alta gastronomia carioca vê potencial no pirarucu manejado da Amazônia

Recursos Humanos

Outro edital discutido durante a reunião foi do Programa de Cooperação para Consolidação da Pós-graduação e Formação de Recursos Humanos no Amazonas. Pioneiro no Estado, o programa será realizado pela Fapeam em parceria com Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), visando a melhoria da qualidade dos programas de pós-graduação Stricto Sensu no Amazonas.

Confira: Investimentos de países ao Fundo Amazônia é debatido na COP-24, na Polônia

“Atualmente, temos um problema já identificado no Estado em relação aos programas de pós-graduação. Hoje contamos com mais de 70 programas de pós-graduação Stricto Sensu dentro do Estado, mas uma boa parte desses programas estão com nota 3. A  intenção com esse edital é fortalecer esses cursos e permitir uma maior internacionalização por meio da troca de experiências de professores do Amazonas, com pesquisadores do Brasil e até do exterior”, explicou, acrescentando que o edital será  lançado ainda no primeiro trimestre de 2019.

Reis também ressaltou que, após o lançamento desses dois editais, que fazem parte da estratégia de fortalecimento da pós-graduação no Amazonas, a expectativa é lançar outros editais, visando a participação de pesquisadores em eventos nacionais e internacionais e publicações, além de novos projetos de pesquisas para a área da saúde, que é fundamental. "A ideia também é fomentar programas com pesquisas em áreas pré-definidas. Algumas dessas ações já estão previstas, mas precisamos passar o momento de transição para fazermos um planejamento mais adequado e realista”, finalizou.

TAG editalFapeampesquisa