Cidades

Conselho Nacional de Direitos Humanos faz reuniões no Pará após denúncias de violência

A visita ocorre devido ao volume de denúncias, principalmente relativas à violência no campo, conflitos socioambientais e violência urbana

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


O Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) realiza, a partir desta segunda-feira (11), uma série de reuniões em Belém, no Pará. A visita ocorre devido ao volume de denúncias de violações de direitos humanos no estado que chega ao conselho, principalmente relativas à violência no campo, conflitos socioambientais e violência urbana.

O Caderno Conflitos no Campo Brasil, divulgado este mês pela Comissão Pastoral da Terra, aponta o Pará como campeão de mortes por questões agrárias no país, com 22 assassinatos, em 2017. Este ano, segundo o CNDH, os assassinatos continuam e só no começo deste mês mais duas lideranças de movimentos de luta pela terra foram brutalmente assassinadas. Também há registro de ameaças a defensores e defensoras de direitos humanos.

Os moradores da Região Metropolitana de Belém acompanharam o crescimento de chacinas. Nos dois últimos dias de abril, pelo menos 28 pessoas foram assassinadas com características de execução.

O número de policiais mortos nos quatro primeiros meses de 2018 é quase o mesmo de todo o ano passado. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, entre janeiro e abril deste ano, já são 21 policiais militares e um civil mortos.

Na terça-feira (12), a audiência pública "Violações de Direitos Humanos no Pará” terá início às 9h no Centro de Eventos da Universidade Federal do Pará. A audiência é aberta ao público.

Cidades

Home > Noticias > null

Conselho Nacional de Direitos Humanos faz reuniões no Pará após denúncias de violência

A visita ocorre devido ao volume de denúncias, principalmente relativas à violência no campo, conflitos socioambientais e violência urbana

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


O Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) realiza, a partir desta segunda-feira (11), uma série de reuniões em Belém, no Pará. A visita ocorre devido ao volume de denúncias de violações de direitos humanos no estado que chega ao conselho, principalmente relativas à violência no campo, conflitos socioambientais e violência urbana.

O Caderno Conflitos no Campo Brasil, divulgado este mês pela Comissão Pastoral da Terra, aponta o Pará como campeão de mortes por questões agrárias no país, com 22 assassinatos, em 2017. Este ano, segundo o CNDH, os assassinatos continuam e só no começo deste mês mais duas lideranças de movimentos de luta pela terra foram brutalmente assassinadas. Também há registro de ameaças a defensores e defensoras de direitos humanos.

Os moradores da Região Metropolitana de Belém acompanharam o crescimento de chacinas. Nos dois últimos dias de abril, pelo menos 28 pessoas foram assassinadas com características de execução.

O número de policiais mortos nos quatro primeiros meses de 2018 é quase o mesmo de todo o ano passado. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, entre janeiro e abril deste ano, já são 21 policiais militares e um civil mortos.

Na terça-feira (12), a audiência pública "Violações de Direitos Humanos no Pará” terá início às 9h no Centro de Eventos da Universidade Federal do Pará. A audiência é aberta ao público.

TAG violenciaconflitos agráriosParaconselho nacional direitos humanos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
VOCÊ VIU ?