Publicidade

Esportes

Home > Noticias > null

Canoísta do Pará se firma na elite da canoagem brasileira

Jatobá conquistou três medalhas de bronze no Campeonato Brasileiro de Canoagem de Velocidade

Portal Amazônia, com informações da Agência Pará

jornalismo@portalamazonia.com


O atleta paraense Adilson Gomes Nascimento, o Jatobá, de 21 anos, se firma na elite da canoagem brasileira com resultados positivos em competições nacionais e internacionais. Este mês, ele conquistou três medalhas de bronze no Campeonato Brasileiro de Canoagem de Velocidade. A competição da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCA) foi disputada em Curitiba (PR), entre os dias 22 a 25 de setembro. Ele ficou em terceiro lugar nas provas de K2 200m, K4 200m e K4 500m. 
     
Jatobá conquistou três medalhas em competição nacional. Foto: Divulgação/Seel-PA
 
Jatobá já integrou a seleção brasileira por dois anos, em 2014 e 2015, quando foi medalhista de bronze no K4 200m sub-23 e prata no K4 200m sênior no Campeonato Sul-Americano, disputado no Equador no ano passado. Ele também participou do Campeonato Mundial da Hungria em 2014 e ficou entre os 20 melhores da competição.

Natural de São Domingos do Capim, o atleta começou a praticar a canoagem por volta dos 12 anos e está agora de olho nas Olimpíadas de Tóquio de 2020. “Estou me dedicando totalmente aos treinos e às competições. Estamos todos muito entusiasmados com as medalhas olímpicas da nossa modalidade. As conquistas do Isaquias (medalhista olímpico no Rio de Janeiro), que é um amigão, me animam muito. A minha expectativa é das melhores. Vamos trabalhar para chegar numa vaga olímpica, o que é difícil. Mas se conseguir me classificar, vamos lutar muito para chegar numa medalha em Tóquio”, afirma.

O canoísta é integrante do programa Bolsa Talento, da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel-PA). Ele também contou com apoio da Secretaria para competir no Paraná, com passagens aéreas e suporte financeiro para alimentação e hospedagem.

Futuro

A preparação do atleta agora está voltada para as seletivas de 2107 da seleção brasileira, para poder competir no Campeonato Sul-Americano, no Pan-Americano e no Campeonato Mundial. Com suas terceiras colocações no torneio nacional, ele poderá participar das seletivas, já que os nove melhores ganham o direito de disputar as provas que garantem vaga na seleção. A primeira seletiva será no dia 5 de abril, a segunda no dia 11 de junho e a terceira será no Campeonato Brasileiro, em setembro de 2017.

Para Jatobá, voltar para casa com medalhas no peito compensa todo o sacrifício que faz parte da rotina de um atleta de ponta. “Eu não resido no Estado com minha família, passo praticamente nove meses fora de casa, por ano. Então, é gratificante voltar pra casa com o fruto do nosso trabalho. O apoio da Secretaria é fundamental para conseguir esses resultados”, afirma o canoísta.

No Campeonato Brasileiro de Canoagem de Velocidade, em Curitiba (PR), Jatobá conquistou três medalhas de bronze: no K2 Sênior Masculino 200m, junto Rogério Queiroz, com o tempo de 00:00:34.204; no K4 Sênior Masculino 200m, com Pedro Costa, Gilmar Junior e William Souza, com o tempo de 00:00:32.036;  e no K4 Sênior Masculino 500m, ao lado de Pedro Costa, Gilmar Junior e Caio Souza, com o tempo de 00:01:34.328.
Esportes

Canoísta do Pará se firma na elite da canoagem brasileira

Jatobá conquistou três medalhas de bronze no Campeonato Brasileiro de Canoagem de Velocidade

Portal Amazônia, com informações da Agência Pará

jornalismo@portalamazonia.com


O atleta paraense Adilson Gomes Nascimento, o Jatobá, de 21 anos, se firma na elite da canoagem brasileira com resultados positivos em competições nacionais e internacionais. Este mês, ele conquistou três medalhas de bronze no Campeonato Brasileiro de Canoagem de Velocidade. A competição da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCA) foi disputada em Curitiba (PR), entre os dias 22 a 25 de setembro. Ele ficou em terceiro lugar nas provas de K2 200m, K4 200m e K4 500m. 
     
Jatobá conquistou três medalhas em competição nacional. Foto: Divulgação/Seel-PA
 
Jatobá já integrou a seleção brasileira por dois anos, em 2014 e 2015, quando foi medalhista de bronze no K4 200m sub-23 e prata no K4 200m sênior no Campeonato Sul-Americano, disputado no Equador no ano passado. Ele também participou do Campeonato Mundial da Hungria em 2014 e ficou entre os 20 melhores da competição.

Natural de São Domingos do Capim, o atleta começou a praticar a canoagem por volta dos 12 anos e está agora de olho nas Olimpíadas de Tóquio de 2020. “Estou me dedicando totalmente aos treinos e às competições. Estamos todos muito entusiasmados com as medalhas olímpicas da nossa modalidade. As conquistas do Isaquias (medalhista olímpico no Rio de Janeiro), que é um amigão, me animam muito. A minha expectativa é das melhores. Vamos trabalhar para chegar numa vaga olímpica, o que é difícil. Mas se conseguir me classificar, vamos lutar muito para chegar numa medalha em Tóquio”, afirma.

O canoísta é integrante do programa Bolsa Talento, da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel-PA). Ele também contou com apoio da Secretaria para competir no Paraná, com passagens aéreas e suporte financeiro para alimentação e hospedagem.

Futuro

A preparação do atleta agora está voltada para as seletivas de 2107 da seleção brasileira, para poder competir no Campeonato Sul-Americano, no Pan-Americano e no Campeonato Mundial. Com suas terceiras colocações no torneio nacional, ele poderá participar das seletivas, já que os nove melhores ganham o direito de disputar as provas que garantem vaga na seleção. A primeira seletiva será no dia 5 de abril, a segunda no dia 11 de junho e a terceira será no Campeonato Brasileiro, em setembro de 2017.

Para Jatobá, voltar para casa com medalhas no peito compensa todo o sacrifício que faz parte da rotina de um atleta de ponta. “Eu não resido no Estado com minha família, passo praticamente nove meses fora de casa, por ano. Então, é gratificante voltar pra casa com o fruto do nosso trabalho. O apoio da Secretaria é fundamental para conseguir esses resultados”, afirma o canoísta.

No Campeonato Brasileiro de Canoagem de Velocidade, em Curitiba (PR), Jatobá conquistou três medalhas de bronze: no K2 Sênior Masculino 200m, junto Rogério Queiroz, com o tempo de 00:00:34.204; no K4 Sênior Masculino 200m, com Pedro Costa, Gilmar Junior e William Souza, com o tempo de 00:00:32.036;  e no K4 Sênior Masculino 500m, ao lado de Pedro Costa, Gilmar Junior e Caio Souza, com o tempo de 00:01:34.328.

TAG ParáBelémesportecanoagem