Publicidade

Cidades

Home > Noticias > null

Cadela adota e amamenta gato em Palmas

A família prestou atenção no comportamento da cadela e percebeu que a mesma tratava o felino como um filhote

Diego Oliveira

jornalismo@portalamazonia.com


Já imaginou uma cadela adotando um gato? E produzindo leite para alimentar o bichano? Sim, essa história pode parecer absurda, mas aconteceu em Palmas. A cadelinha da raça Lhasa, Gabi, adotou o gato Zezé, de apenas 46 dias, e até produziu leite para amamentar o felino. Em entrevista ao Portal Amazônia, a dona dos animais, Melissa Barreira, falou sobre a afeição entre os dois pets.
Segundo Melissa, a cadela Gabi nunca teve filhote, era o único animal de estimação da casa, por esse motivo todos ficaram apreensivos com a adoção de Zezé . “A história toda começou com a minha filha que pediu para adotarmos um gatinho. O tempo passou e uma gata deu cria perto do meu trabalho. Acabei pegando um filhote para criar e levei para casa. No início fiquei preocupada por causa da reação da Gabi, mas ela respondeu da melhor maneira possível”, afirmou.
 
Gabi e Zezé ao lado das donas (Foto: Arquivo Pessoal)
 
Em dois dias de convivência Gabi e Zezé ficaram inseparáveis. A família prestou atenção no comportamento da cadela e percebeu que a mesma tratava o felino como um filhote. “Ele começou a ficar junto dela, e a Gabi começou a apresentar um comportamento diferente, eram como mãe e filho. Então, o Zezé passou a sugar a teta dela, por causa desse estímulo a Gabi passou a produzir leite. Acho que isso acabou trazendo a necessidade dela de ter um filhote”, explicou Melissa.

O caso chamou a atenção dos amigos de Melissa. Preocupada, ela ligou para uma veterinária para tirar as dúvidas. “A veterinária disse que é normal, e o leite da Gabi não faz mal para o Zezé. Ela pediu para não tirar o gatinho de forma brusca, pois, precisa ser uma reação natural deles. Acho engraçado quando o pessoal do condomínio chega e vê a forma como a Gabi cuida do Zezé”, comentou.

E o futuro dessa família tão diferente? De acordo com Melissa, o gatinho chegou para ficar e não pretende mudar em nada a relação da cadela com o gatinho. "É uma relação de amor. Como a Gabi nunca deu cria, ela sente uma necessidade em cuidar do Zezé. Já tentamos colocá-la para cruzar com outros cachorros, mas ela nunca conseguiu. Então, o Zezé veio para preencher esse lado mamãe dela", falou. 
Cidades

Cadela adota e amamenta gato em Palmas

A família prestou atenção no comportamento da cadela e percebeu que a mesma tratava o felino como um filhote


Já imaginou uma cadela adotando um gato? E produzindo leite para alimentar o bichano? Sim, essa história pode parecer absurda, mas aconteceu em Palmas. A cadelinha da raça Lhasa, Gabi, adotou o gato Zezé, de apenas 46 dias, e até produziu leite para amamentar o felino. Em entrevista ao Portal Amazônia, a dona dos animais, Melissa Barreira, falou sobre a afeição entre os dois pets.
Segundo Melissa, a cadela Gabi nunca teve filhote, era o único animal de estimação da casa, por esse motivo todos ficaram apreensivos com a adoção de Zezé . “A história toda começou com a minha filha que pediu para adotarmos um gatinho. O tempo passou e uma gata deu cria perto do meu trabalho. Acabei pegando um filhote para criar e levei para casa. No início fiquei preocupada por causa da reação da Gabi, mas ela respondeu da melhor maneira possível”, afirmou.
 
Gabi e Zezé ao lado das donas (Foto: Arquivo Pessoal)
 
Em dois dias de convivência Gabi e Zezé ficaram inseparáveis. A família prestou atenção no comportamento da cadela e percebeu que a mesma tratava o felino como um filhote. “Ele começou a ficar junto dela, e a Gabi começou a apresentar um comportamento diferente, eram como mãe e filho. Então, o Zezé passou a sugar a teta dela, por causa desse estímulo a Gabi passou a produzir leite. Acho que isso acabou trazendo a necessidade dela de ter um filhote”, explicou Melissa.

O caso chamou a atenção dos amigos de Melissa. Preocupada, ela ligou para uma veterinária para tirar as dúvidas. “A veterinária disse que é normal, e o leite da Gabi não faz mal para o Zezé. Ela pediu para não tirar o gatinho de forma brusca, pois, precisa ser uma reação natural deles. Acho engraçado quando o pessoal do condomínio chega e vê a forma como a Gabi cuida do Zezé”, comentou.

E o futuro dessa família tão diferente? De acordo com Melissa, o gatinho chegou para ficar e não pretende mudar em nada a relação da cadela com o gatinho. "É uma relação de amor. Como a Gabi nunca deu cria, ela sente uma necessidade em cuidar do Zezé. Já tentamos colocá-la para cruzar com outros cachorros, mas ela nunca conseguiu. Então, o Zezé veio para preencher esse lado mamãe dela", falou. 

TAG TocantinsPalmascadelagatoadocao