Publicidade

Educação

Home > Educacao > null
Educação

Professora da rede municipal de ensino recebe prêmio de Excelência Educacional Pan-Amazônica

A educadora Keitiane Maciel recebeu o prêmio de Excelência Educacional, promovido pela Associação Pan-Amazônica, com o projeto de um E-book


Mais uma professora da Secretaria Municipal de Educação de Manaus (Semed) é premiada pelo excelente trabalho desenvolvido com os alunos da rede municipal. A educadora Keitiane Maciel recebeu o prêmio de Excelência Educacional, promovido pela Associação Pan-Amazônica, com o projeto “E-book: um incentivo a novos escritores”, desenvolvido com os estudantes do 8º ano do ensino fundamental da escola municipal Professora Elizabeth Siqueira Ferreira, no rio Amazonas, zona ribeirinha.
Foto:Divulgação/Prefeitura de Manaus


“Parabenizo a iniciativa da professora Keitiane, por inovar nas aulas de inglês, incentivando os nossos alunos a contar suas histórias e aprender com essa metodologia. Isso demonstra a qualidade dos nossos docentes, contribuindo com o ensino da rede municipal e fazendo com que Manaus melhore o desempenho no Ideb”, ressaltou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.


O objetivo da premiação é reconhecer iniciativas de professores da Amazônia Continental em prol do desenvolvimento do ensino. Foram premiados cinco projetos nas categorias: ensino fundamental (do 1º ao 9º), ensino médio (1º ao 3º), Educação de Jovens e Adultos (EJA), Atendimento Educacional Especializado e Atividades Complementares.

 

A subsecretária de Gestão Educacional da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Euzeni Araújo, também parabenizou a professora e agradeceu pelo empenho na aprendizagem dos alunos da zona ribeirinha em uma língua estrangeira. “A Semed sente muito orgulho de trabalhos desenvolvidos como o da professora Keith e de educadores que também desenvolvem trabalhos que buscam produzir metodologias inovadoras e que incentivam os alunos a buscar mais conhecimento. A língua estrangeira é um desafio maior ainda para os professores e alunos. O prêmio foi merecido”, disse.
 


Premiação


Foram inscritos mais de 100 projetos, mas apenas cinco foram selecionados. Todos os premiados receberam um troféu, diploma, R$ 1 mil em dinheiro, além de uma bolsa de estudos de pós-graduação ou especialização no valor de 10 mil dólares na área que desejar da Universidade Internacional da Espanha (UNIR), instituição com sede em Madrid, Espanha, mas com atuação em todo o mundo.

 
Foto:Divulgação


Keitiane é professora de Língua Inglesa e entrou este ano para o quadro de funcionários da Semed por meio do concurso público realizado em 2018. Para ela, o “E-Book” é uma forma de incentivar a escrita e dar um toque moderno a experiência dos alunos. Todas as histórias podem ser acessadas aqui.

 

“Esse é um projeto simples, trabalhado em grupo, com o objetivo de produzir um livro digital como uma forma de incentivar os alunos na habilidade da escrita. Receber esse prêmio foi algo inesperável e um incentivo para que eu continue trabalhando em prol de uma educação diferenciada e de qualidade”, revelou a educadora.

 
Foto:Divulgação/Prefeitura de Manaus


O projeto contou com a participação de oito alunos, que criaram histórias conforme a realidade deles, como a história da mordida de uma piranha, ferrada de arraia, entre outras. Sales Neves Rocha, 14 anos, foi um dos participantes e falou sobre a experiência de escrever em um livro que pode ser acessado por todas as pessoas.

 

“No livro contei a história de um dia que eu e minha família estávamos passeando na praia e quando fui correr, pisei no esporão da arraia. Chorei bastante porque doeu muito. Minha mãe ficou muito preocupada e me levou para casa e tirou o esporão do meu pé, fui para o hospital, onde fiquei por três semanas. Quando retornei para casa, minha família fez uma festa. E escrever um livro falando dessa minha experiência é muito legal, meus pais e amigos vão poder ler tudo o que eu escrevi e no futuro, até meus filhos saberão desse acontecimento”, contou emocionado o jovem escritor.





 


Professora da rede municipal de ensino recebe prêmio de Excelência Educacional Pan-Amazônica

A educadora Keitiane Maciel recebeu o prêmio de Excelência Educacional, promovido pela Associação Pan-Amazônica, com o projeto de um E-book

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Mais uma professora da Secretaria Municipal de Educação de Manaus (Semed) é premiada pelo excelente trabalho desenvolvido com os alunos da rede municipal. A educadora Keitiane Maciel recebeu o prêmio de Excelência Educacional, promovido pela Associação Pan-Amazônica, com o projeto “E-book: um incentivo a novos escritores”, desenvolvido com os estudantes do 8º ano do ensino fundamental da escola municipal Professora Elizabeth Siqueira Ferreira, no rio Amazonas, zona ribeirinha.
Foto:Divulgação/Prefeitura de Manaus


“Parabenizo a iniciativa da professora Keitiane, por inovar nas aulas de inglês, incentivando os nossos alunos a contar suas histórias e aprender com essa metodologia. Isso demonstra a qualidade dos nossos docentes, contribuindo com o ensino da rede municipal e fazendo com que Manaus melhore o desempenho no Ideb”, ressaltou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.


O objetivo da premiação é reconhecer iniciativas de professores da Amazônia Continental em prol do desenvolvimento do ensino. Foram premiados cinco projetos nas categorias: ensino fundamental (do 1º ao 9º), ensino médio (1º ao 3º), Educação de Jovens e Adultos (EJA), Atendimento Educacional Especializado e Atividades Complementares.

 

A subsecretária de Gestão Educacional da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Euzeni Araújo, também parabenizou a professora e agradeceu pelo empenho na aprendizagem dos alunos da zona ribeirinha em uma língua estrangeira. “A Semed sente muito orgulho de trabalhos desenvolvidos como o da professora Keith e de educadores que também desenvolvem trabalhos que buscam produzir metodologias inovadoras e que incentivam os alunos a buscar mais conhecimento. A língua estrangeira é um desafio maior ainda para os professores e alunos. O prêmio foi merecido”, disse.
 


Premiação


Foram inscritos mais de 100 projetos, mas apenas cinco foram selecionados. Todos os premiados receberam um troféu, diploma, R$ 1 mil em dinheiro, além de uma bolsa de estudos de pós-graduação ou especialização no valor de 10 mil dólares na área que desejar da Universidade Internacional da Espanha (UNIR), instituição com sede em Madrid, Espanha, mas com atuação em todo o mundo.

 
Foto:Divulgação


Keitiane é professora de Língua Inglesa e entrou este ano para o quadro de funcionários da Semed por meio do concurso público realizado em 2018. Para ela, o “E-Book” é uma forma de incentivar a escrita e dar um toque moderno a experiência dos alunos. Todas as histórias podem ser acessadas aqui.

 

“Esse é um projeto simples, trabalhado em grupo, com o objetivo de produzir um livro digital como uma forma de incentivar os alunos na habilidade da escrita. Receber esse prêmio foi algo inesperável e um incentivo para que eu continue trabalhando em prol de uma educação diferenciada e de qualidade”, revelou a educadora.

 
Foto:Divulgação/Prefeitura de Manaus


O projeto contou com a participação de oito alunos, que criaram histórias conforme a realidade deles, como a história da mordida de uma piranha, ferrada de arraia, entre outras. Sales Neves Rocha, 14 anos, foi um dos participantes e falou sobre a experiência de escrever em um livro que pode ser acessado por todas as pessoas.

 

“No livro contei a história de um dia que eu e minha família estávamos passeando na praia e quando fui correr, pisei no esporão da arraia. Chorei bastante porque doeu muito. Minha mãe ficou muito preocupada e me levou para casa e tirou o esporão do meu pé, fui para o hospital, onde fiquei por três semanas. Quando retornei para casa, minha família fez uma festa. E escrever um livro falando dessa minha experiência é muito legal, meus pais e amigos vão poder ler tudo o que eu escrevi e no futuro, até meus filhos saberão desse acontecimento”, contou emocionado o jovem escritor.





 

TAG manausprêmio de Excelência EducacionalAssociação Pan-Amazônicaprofessora Keitiane Maciel