Publicidade

Variedades

Rondônia Rural Show incentiva artesanato produzido na região

RRShow fomenta artesanato produzido na região e é vista como oportunidade para atrair clientes de outros estados


A habilidade da artesã Luzia, que participa pela primeira vez da Rondônia Rural Show, é confeccionar bonecas de pano para decorar ambientes. Para conquistar o cliente, as roupas são confeccionadas para usar dos dois lados, o chamado dupla face. De acordo com a artesã de Ji-Paraná, as bonecas vestidas com roupão de banho e touca são as mais vendidas no ateliê que ela tem em casa. A boneca não sai por menos de R$ 80.
 
Foto: Rejane Júlia/Governo de Rondônia
 

“Ainda iniciando as vendas, mas estou gostando muito do movimento no meu estande. Muita gente entra, pergunta preço e sai daqui com o meu cartão. Com certeza é um futuro cliente”, comenta a artesã.


O mesmo estande é dividido com outra artesã também de Ji-Paraná, Aliete da Silva que trouxe para a feira os mais lindos vestidos de festa da boneca Barbie que enchem os olhos não só das crianças.


O produto da microempresária ganhou notoriedade após participar das edições da Rondônia Rural. Este é o oitavo ano em que Aliete expõem os vestidos. “Meus maiores clientes são os avós. Não quero deixar nunca de participar desta feira. Foi aqui que conquistei clientes de alguns estados como São Paulo, Manaus, sem falar dos de Rondônia”, ressalta a artesã.


No pavilhão do Artesanato, 120 microempresários de Rondônia, e até mesmo de outros Estados, disputam a atenção dos visitantes.

 
Foto: Rejane Júlia/Governo de Rondônia
 

Ana Paula Braga mora em Porto Velho, é funcionária pública e nas horas vagas trabalha como artesã. Ela é a mãe produzem pano de prato, capa para galão de água, bonecas e tapetes feitos em retalho. Tudo muito caprichado, e o diferencial está na pintura em tecido, com detalhes em crochê.


“Nós vendemos muito na Rondônia Rural Show. Como já participamos desde a quinta edição captamos muitos clientes a cada feira. Nossas vendas são mantidas através de um grupo no whatsap. É um evento que dá visibilidade ao artesanato produzido na região. No ano passado trouxemos 100 panos de pratos e vendemos tudo, apesar da greve dos caminhoneiros. Este ano, a venda será melhor”, destacou Ana Paula.

 
Foto: Rejane Júlia/Governo de Rondônia
 

Os artesãos presentes nas feira participaram de um processo seletivo realizado em abril pela Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel). O espaço destinado aos artesãos conta com cerca de 520 metros quadrados, divididos em estandes individuais de 3×3, com exposição de obras de artesãos de várias regiões de Rondônia e até de estados vizinhos, como Paraná, Mato Grosso e Espírito Santo.


A Rondônia Rural Show é sem dúvida a maior vitrine para fomentar o artesanato da região. Os microempresários do ramo apostam nos dois últimos dias da feira para aumentar as vendas.


   

Variedades

Home > Cultura > null

Rondônia Rural Show incentiva artesanato produzido na região

RRShow fomenta artesanato produzido na região e é vista como oportunidade para atrair clientes de outros estados

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


A habilidade da artesã Luzia, que participa pela primeira vez da Rondônia Rural Show, é confeccionar bonecas de pano para decorar ambientes. Para conquistar o cliente, as roupas são confeccionadas para usar dos dois lados, o chamado dupla face. De acordo com a artesã de Ji-Paraná, as bonecas vestidas com roupão de banho e touca são as mais vendidas no ateliê que ela tem em casa. A boneca não sai por menos de R$ 80.
 
Foto: Rejane Júlia/Governo de Rondônia
 

“Ainda iniciando as vendas, mas estou gostando muito do movimento no meu estande. Muita gente entra, pergunta preço e sai daqui com o meu cartão. Com certeza é um futuro cliente”, comenta a artesã.


O mesmo estande é dividido com outra artesã também de Ji-Paraná, Aliete da Silva que trouxe para a feira os mais lindos vestidos de festa da boneca Barbie que enchem os olhos não só das crianças.


O produto da microempresária ganhou notoriedade após participar das edições da Rondônia Rural. Este é o oitavo ano em que Aliete expõem os vestidos. “Meus maiores clientes são os avós. Não quero deixar nunca de participar desta feira. Foi aqui que conquistei clientes de alguns estados como São Paulo, Manaus, sem falar dos de Rondônia”, ressalta a artesã.


No pavilhão do Artesanato, 120 microempresários de Rondônia, e até mesmo de outros Estados, disputam a atenção dos visitantes.

 
Foto: Rejane Júlia/Governo de Rondônia
 

Ana Paula Braga mora em Porto Velho, é funcionária pública e nas horas vagas trabalha como artesã. Ela é a mãe produzem pano de prato, capa para galão de água, bonecas e tapetes feitos em retalho. Tudo muito caprichado, e o diferencial está na pintura em tecido, com detalhes em crochê.


“Nós vendemos muito na Rondônia Rural Show. Como já participamos desde a quinta edição captamos muitos clientes a cada feira. Nossas vendas são mantidas através de um grupo no whatsap. É um evento que dá visibilidade ao artesanato produzido na região. No ano passado trouxemos 100 panos de pratos e vendemos tudo, apesar da greve dos caminhoneiros. Este ano, a venda será melhor”, destacou Ana Paula.

 
Foto: Rejane Júlia/Governo de Rondônia
 

Os artesãos presentes nas feira participaram de um processo seletivo realizado em abril pela Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel). O espaço destinado aos artesãos conta com cerca de 520 metros quadrados, divididos em estandes individuais de 3×3, com exposição de obras de artesãos de várias regiões de Rondônia e até de estados vizinhos, como Paraná, Mato Grosso e Espírito Santo.


A Rondônia Rural Show é sem dúvida a maior vitrine para fomentar o artesanato da região. Os microempresários do ramo apostam nos dois últimos dias da feira para aumentar as vendas.


   

TAG rondonia rural showrondoniaji-parana