Gastronomia

Pizza com 570 fatias chama atenção da população de Porto Velho

No cardápio da pizzaria, os clientes se impressionam com os tamanhos das pizzas, a menor mede 60x60


Até qual ponto você gosta de pizza? Será que toparia comer uma pizza com mais de 500 fatias? Em Porto Velho, a pizzaria 'Lamarinho' desafia os apaixonados por pizza com tamanhos descomunais, como por exemplo, uma de dois metros e que rende 570 pedaços. O Portal Amazônia conversou com o empresário, Agnaldo Lamarão, que contou sobre as pizzas que chamam a atenção dos rondonienses.
       
Foto: Divulgação
 


No cardápio da pizzaria, os clientes se impressionam com os tamanhos das pizzas, a menor mede 60x60, outra tem 80x80, tem também a de 1,40cm, e para os mais gulosos, a pedida é a pizza de 2m. Os sabores são diversos, salgados e doces, e as pizzas podem alimentar até 70 pessoas. “Criei as pizzas gigantes para fazer um diferencial no mercado de Porto Velho”, destacou Lamarão.


Os clientes podem escolher entre comer na pizzaria ou pedir em casa, mas é necessário avisar que existe uma lista de espera, o ideal é a pessoa ligar um dia antes e encomendar a sua pizza. E, como uma pizza tão grande, é levada até o cliente? De acordo com Lamarão, ele precisou adaptar um carro só para as entregas. “Produzi uma plataforma especial no bagageiro externo de uma Dobló, só assim para entregar os pedidos”, disse. 

     
Foto: Divulgação
 
A produção das pizzas não é simples, segundo Lamarão, leva muito tempo, por isso, que os pedidos devem ser feito com antecedência. “Lembro que a primeira pizza que produzi, a de dois metros, demorei cerca de 12 horas. Foi um experimento, e deu certo, com o tempo fui diminuindo esse tempo, atualmente, a produção demora cerca de três horas e meia. Para assar, conto com a ajuda de um forno especial”, revelou. 


O número de clientes aumentou e o lucro de Lamarão também. Ele contou ao Portal Amazônia que já realizou pedidos para fora de Porto Velho, nos municípios de Candeias do Jamari e Vilhena. “Estou muito feliz com o retorno, foram dois anos até as nossas pizzas ficarem conhecidas. Acho muito engraçado a reação dos clientes quando olham no cardápio ou veem a pizza pela primeira vez”, falou o empresário. 


Veja como as pizzas gigantes chagam nas casas dos clientes de Porto Velho:



As principais demandas das pizzas são para festas ou reuniões, mas existem os corajosos que encaram as gigantonas na própria pizzaria, alguns até fazem desafios de quem come mais fatias. “O legal é que os clientes podem se reunir e juntar o dinheiro, fazer as famosas cotinhas, e eles comem bem, saem satisfeitos. E muitos depois que terminam de saborear, ainda levam muitas fatias para casa”, contou. 


Ficou curioso e quer conferir as pizzas gigantescas? A Lamarinho Pizzaria está localizada na Henrique Soro, 6088 -  Aponiã. As pizzas custam R$ 120 (60 fatias), R$ 320 (270 fatias) e R$ 500 (570 fatias). Informações pelo telefone (69) 99287-5393.

       
Foto: Divulgação
 

Gastronomia

Home > Cultura > null

Pizza com 570 fatias chama atenção da população de Porto Velho

No cardápio da pizzaria, os clientes se impressionam com os tamanhos das pizzas, a menor mede 60x60

Diego Oliveira

jornalismo@portalamazonia.com


Até qual ponto você gosta de pizza? Será que toparia comer uma pizza com mais de 500 fatias? Em Porto Velho, a pizzaria 'Lamarinho' desafia os apaixonados por pizza com tamanhos descomunais, como por exemplo, uma de dois metros e que rende 570 pedaços. O Portal Amazônia conversou com o empresário, Agnaldo Lamarão, que contou sobre as pizzas que chamam a atenção dos rondonienses.
       
Foto: Divulgação
 


No cardápio da pizzaria, os clientes se impressionam com os tamanhos das pizzas, a menor mede 60x60, outra tem 80x80, tem também a de 1,40cm, e para os mais gulosos, a pedida é a pizza de 2m. Os sabores são diversos, salgados e doces, e as pizzas podem alimentar até 70 pessoas. “Criei as pizzas gigantes para fazer um diferencial no mercado de Porto Velho”, destacou Lamarão.


Os clientes podem escolher entre comer na pizzaria ou pedir em casa, mas é necessário avisar que existe uma lista de espera, o ideal é a pessoa ligar um dia antes e encomendar a sua pizza. E, como uma pizza tão grande, é levada até o cliente? De acordo com Lamarão, ele precisou adaptar um carro só para as entregas. “Produzi uma plataforma especial no bagageiro externo de uma Dobló, só assim para entregar os pedidos”, disse. 

     
Foto: Divulgação
 
A produção das pizzas não é simples, segundo Lamarão, leva muito tempo, por isso, que os pedidos devem ser feito com antecedência. “Lembro que a primeira pizza que produzi, a de dois metros, demorei cerca de 12 horas. Foi um experimento, e deu certo, com o tempo fui diminuindo esse tempo, atualmente, a produção demora cerca de três horas e meia. Para assar, conto com a ajuda de um forno especial”, revelou. 


O número de clientes aumentou e o lucro de Lamarão também. Ele contou ao Portal Amazônia que já realizou pedidos para fora de Porto Velho, nos municípios de Candeias do Jamari e Vilhena. “Estou muito feliz com o retorno, foram dois anos até as nossas pizzas ficarem conhecidas. Acho muito engraçado a reação dos clientes quando olham no cardápio ou veem a pizza pela primeira vez”, falou o empresário. 


Veja como as pizzas gigantes chagam nas casas dos clientes de Porto Velho:



As principais demandas das pizzas são para festas ou reuniões, mas existem os corajosos que encaram as gigantonas na própria pizzaria, alguns até fazem desafios de quem come mais fatias. “O legal é que os clientes podem se reunir e juntar o dinheiro, fazer as famosas cotinhas, e eles comem bem, saem satisfeitos. E muitos depois que terminam de saborear, ainda levam muitas fatias para casa”, contou. 


Ficou curioso e quer conferir as pizzas gigantescas? A Lamarinho Pizzaria está localizada na Henrique Soro, 6088 -  Aponiã. As pizzas custam R$ 120 (60 fatias), R$ 320 (270 fatias) e R$ 500 (570 fatias). Informações pelo telefone (69) 99287-5393.

       
Foto: Divulgação
 

TAG PizzaRondoniaPorto Velhopizzariapizza gigante

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
VOCÊ VIU ?