Variedades

"Laços" vai reunir heranças culturais de Belém e Portugal

Durante dois dias, Belém vai respirar ares portugueses em eventos como um grande jantar sob a tutela de um chef português e outro paraense

Portal Amazônia, com informações da Agência Belém

jornalismo@portalamazonia.com


As fortes relações entre o Pará e Portugal, em especial na área da gastronomia, serão as atrações do projeto Laços que a Prefeitura de Belém vai realizar, nos dias 7 e 8 de junho, na capital paraense. Além da presença de chefs de cozinha, o evento contará também com as participações da cantora Fafá de Belém e do ator Alexandre Borges.

Durante dois dias, a cidade vai respirar ares portugueses em eventos como um grande jantar sob a tutela de um chef português e outro paraense, um grande arraial de comidas típicas portuguesas e paraenses, na área do Complexo Feliz Lusitânia, exposições de artes plásticas e audiovisual, além de um show da cantora Fafá de Belém com fados. Fafá será, ainda, empossada embaixadora dos laços culturais entre Belém e Portugal durante o jantar de abertura do evento. A honraria concedida à cantora, será feita através de um decreto municipal asssinado pelo prefeito.

O projeto Laços dá continuidade às ações do programa Cidades Criativas da Gastronomia, que tem a chancela da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Belém foi declarada Cidade Criativa da Gastronomia em 2015, e no ano passado, sediou o Primeiro Encontro das Cidades Criativas da Gastronomia da Unesco, realizado nas Américas.
 
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Programação

Na noite da última quinta-feira (7), ocorre a abertura oficial do evento, com um jantar para convidados e autoridades, no Parque da Residência, cujo cardápio será elaborado pelo chef português Vítor Sobral e pela paraense Wânia Martins.

Vitor Sobral é uma grande referência da gastronomia de Portugal e conhecido pela forma única de interpretar e modernizar pratos tradicionais portugueses, um verdadeiro mestre em conservar temperos e sabores tipicamente de Além Mar.
 
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Nascido em 1967, na margem sul do rio Tejo, Sobral tem suas raízes na matriz de sabores e paladares do litoral alentejano. O percurso dele o levou aos restaurantes mais conhecidos, mas atualmente ele tem os seus próprios espaços como a Tasca da Esquina, Peixaria da Esquina e Padaria da Esquina, em Lisboa, Portugal. Vitor Sobral recebeu o grau de comendador da Ordem do Infante D. Henrique, em março de 2006, em Portugal, e é chef consultor gastronômico de várias marcas portuguesas.

Cultural

No segundo dia do evento, sexta-feira (8), a programação tem início com uma exposição de artesanato luso brasileiro, com foco na azulejaria típica de Portugal, além de uma mostra de fotografias. As duas exposições ocorrem, das 9 às 18 horas, no Boulevard de Feiras e Exposições, da Estação das Docas, com entrada franca.
 
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
À tarde, das 14h30 às 16 horas, no teatro Maria Sylvia Nunes, da Estação das Docas, haverá um workshop com historiadores, músicos e poetas portugueses e brasileiros, que irão discutir a herança lusitana na Amazônia. A entrada também é de graça.

Das 16 às 18 horas, ainda no teatro Maria Sylvia Nunes, haverá uma tertúlia – como esse tipo de evento é conhecido em Portugal -, com músicos, atores e cantores paraenses e portugueses. Neste momento, haverá a participação especial do ator Alexandre Borges, que irá recitar obras do poeta português Fernando Pessoa e do brasileiro Vinícius de Morais. Ao lado de Borges, haverá a participação de um artista paraense que cantará e recitará poetas locais. Entrada gratuita.

Gastronomia

Ao final da tarde, a partir das 17 horas, no Complexo Feliz Lusitânia, com o Festival Gastronômico, ao ar livre, que vai reunir restaurantes paraenses e portugueses, que realizam suas atividades em Belém. O festival é aberto ao público em geral, que poderá usufruir, degustar e comprar a comida dos dois países nas barraquinhas que serão instaladas no entorno da praça Frei Caetano Brandão, entre as igrejas da Sé e de Santo Alexandre, na Cidade Velha.
 
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Às 19 horas, a cantora Fafá de Belém faz o show intimista “Coração Lusitano”, cantando fados e outras canções portuguesas, na igreja de Santo Alexandre, com distribuição de convites para 600 lugares.

Variedades

Home > Cultura > null

"Laços" vai reunir heranças culturais de Belém e Portugal

Durante dois dias, Belém vai respirar ares portugueses em eventos como um grande jantar sob a tutela de um chef português e outro paraense

Portal Amazônia, com informações da Agência Belém

jornalismo@portalamazonia.com


As fortes relações entre o Pará e Portugal, em especial na área da gastronomia, serão as atrações do projeto Laços que a Prefeitura de Belém vai realizar, nos dias 7 e 8 de junho, na capital paraense. Além da presença de chefs de cozinha, o evento contará também com as participações da cantora Fafá de Belém e do ator Alexandre Borges.

Durante dois dias, a cidade vai respirar ares portugueses em eventos como um grande jantar sob a tutela de um chef português e outro paraense, um grande arraial de comidas típicas portuguesas e paraenses, na área do Complexo Feliz Lusitânia, exposições de artes plásticas e audiovisual, além de um show da cantora Fafá de Belém com fados. Fafá será, ainda, empossada embaixadora dos laços culturais entre Belém e Portugal durante o jantar de abertura do evento. A honraria concedida à cantora, será feita através de um decreto municipal asssinado pelo prefeito.

O projeto Laços dá continuidade às ações do programa Cidades Criativas da Gastronomia, que tem a chancela da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Belém foi declarada Cidade Criativa da Gastronomia em 2015, e no ano passado, sediou o Primeiro Encontro das Cidades Criativas da Gastronomia da Unesco, realizado nas Américas.
 
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Programação

Na noite da última quinta-feira (7), ocorre a abertura oficial do evento, com um jantar para convidados e autoridades, no Parque da Residência, cujo cardápio será elaborado pelo chef português Vítor Sobral e pela paraense Wânia Martins.

Vitor Sobral é uma grande referência da gastronomia de Portugal e conhecido pela forma única de interpretar e modernizar pratos tradicionais portugueses, um verdadeiro mestre em conservar temperos e sabores tipicamente de Além Mar.
 
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Nascido em 1967, na margem sul do rio Tejo, Sobral tem suas raízes na matriz de sabores e paladares do litoral alentejano. O percurso dele o levou aos restaurantes mais conhecidos, mas atualmente ele tem os seus próprios espaços como a Tasca da Esquina, Peixaria da Esquina e Padaria da Esquina, em Lisboa, Portugal. Vitor Sobral recebeu o grau de comendador da Ordem do Infante D. Henrique, em março de 2006, em Portugal, e é chef consultor gastronômico de várias marcas portuguesas.

Cultural

No segundo dia do evento, sexta-feira (8), a programação tem início com uma exposição de artesanato luso brasileiro, com foco na azulejaria típica de Portugal, além de uma mostra de fotografias. As duas exposições ocorrem, das 9 às 18 horas, no Boulevard de Feiras e Exposições, da Estação das Docas, com entrada franca.
 
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
À tarde, das 14h30 às 16 horas, no teatro Maria Sylvia Nunes, da Estação das Docas, haverá um workshop com historiadores, músicos e poetas portugueses e brasileiros, que irão discutir a herança lusitana na Amazônia. A entrada também é de graça.

Das 16 às 18 horas, ainda no teatro Maria Sylvia Nunes, haverá uma tertúlia – como esse tipo de evento é conhecido em Portugal -, com músicos, atores e cantores paraenses e portugueses. Neste momento, haverá a participação especial do ator Alexandre Borges, que irá recitar obras do poeta português Fernando Pessoa e do brasileiro Vinícius de Morais. Ao lado de Borges, haverá a participação de um artista paraense que cantará e recitará poetas locais. Entrada gratuita.

Gastronomia

Ao final da tarde, a partir das 17 horas, no Complexo Feliz Lusitânia, com o Festival Gastronômico, ao ar livre, que vai reunir restaurantes paraenses e portugueses, que realizam suas atividades em Belém. O festival é aberto ao público em geral, que poderá usufruir, degustar e comprar a comida dos dois países nas barraquinhas que serão instaladas no entorno da praça Frei Caetano Brandão, entre as igrejas da Sé e de Santo Alexandre, na Cidade Velha.
 
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Às 19 horas, a cantora Fafá de Belém faz o show intimista “Coração Lusitano”, cantando fados e outras canções portuguesas, na igreja de Santo Alexandre, com distribuição de convites para 600 lugares.

TAG BelemPortugal

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
VOCÊ VIU ?