TV

Gleici volta hoje para a casa do ‘BBB 18’ e vira meme

Reflexo do aumento da popularidade de Gleici veio na semana passada, com a decepção do público ao ver o voto de Kaysar

Portal Amazônia, com informações do iBahia

jornalismo@portalamazonia.com


   
Foto:Reprodução
A baixa estatura, a voz mansa e o pouco peso deram a Gleici a imagem de frágil entre os seus adversários no “BBB 18”. Mas ela cresceu aos olhos do público ao rejeitar rótulos, ao mostrar que se impõe e que não foge de briga. Dos três paredões que disputou, todos triplos, a acreana nunca teve mais que 5% de rejeição. Nesse ritmo, o prêmio de R$ 1,5 milhão fica cada vez mais perto.

— Gleici começou quietinha, as pessoas achavam que ela era frágil e, com isso, alguns queriam montar em cima dela. Mas ela foi mostrando sua força. Isso fez com que eu me identificasse. Além disso, somos de um estado vizinho, ela estuda Psicologia e era amiga da Ana Clara, de quem eu era próximo na casa. Assim surgiu o trio do pop — valoriza Mahmoud, o último eliminado do reality.

O reflexo do aumento da popularidade de Gleici veio na semana passada, com a decepção do público ao ver o voto de Kaysar. O sírio, até então o candidato considerado mais forte nesta edição, votou na acreana, influenciado por Patrícia.

— Gleici e Kaysar têm uma conexão emocional com o público e jogam mais para quem está aqui fora do que para o pessoal de dentro da casa. A diferença entre eles é que ela joga com o coração e tem também uma capacidade estratégica impressionante. Gleici não bota panos quentes e se entrega — avalia Mara Telles, primeira eliminada do “BBB 18” e amiga da sister.

Até entrar no confinamento, Gleici vivia com a mãe e um irmão no bairro Sobral, na periferia de Rio Branco, no Acre. O seu quarto fica na sala da casa. Da família, ela foi a primeira a concluir o ensino médio e a entrar na faculdade. Antes do programa, presidia o núcleo de igualdade racial de uma militância política. E é por essas e outras que para Vanuzia, mãe da moça, não há nada que agora possa tirar o foco da filha na busca pelo prêmio.

— Eu trabalhava muito e não tive tempo de cuidar dos meus filhos. Acho que é por isso que ela cresceu uma menina tão forte. Ela sempre correu atrás dos sonhos, nunca deixou que dissessem que ela não ia conseguir algo. Nada vai atrapalhá-la de atingir os seus objetivos.

O retorno aguardado gera memes

Depois do “Olha ela” de Ana Paula Renault, no “BBB 16”, fãs esperam de Gleici um bordão à altura para anunciar aos adversários que ela não foi eliminada. “Vocês não imaginam o prazer que é estar de volta”, frase dita por Clara, em “O outro lado do paraíso”, e repetida pela estudante de Psicologia em paredões anteriores, tem sido a grande aposta.

Mais que surpreender os colegas de confinamento, Gleici volta à casa com vantagens: está imune e com a capacidade de indicar alguém para a berlinda. Com tanto poder, o que, então, poderia prejudicá-la?

— A reação dela ao entrar no quarto foi muito engraçada e emocionante. Então, o público espera um retorno tão bom quanto. E que ela entre no jogo. Se Gleici errar na indicação, pode decepcionar — diz Mara, que é apoiada por Mahmoud:

— Espero que ela foque nas verdadeiras inimizades, pede.

TV

Home > Cultura > null

Gleici volta hoje para a casa do ‘BBB 18’ e vira meme

Reflexo do aumento da popularidade de Gleici veio na semana passada, com a decepção do público ao ver o voto de Kaysar

Portal Amazônia, com informações do iBahia

jornalismo@portalamazonia.com


   
Foto:Reprodução
A baixa estatura, a voz mansa e o pouco peso deram a Gleici a imagem de frágil entre os seus adversários no “BBB 18”. Mas ela cresceu aos olhos do público ao rejeitar rótulos, ao mostrar que se impõe e que não foge de briga. Dos três paredões que disputou, todos triplos, a acreana nunca teve mais que 5% de rejeição. Nesse ritmo, o prêmio de R$ 1,5 milhão fica cada vez mais perto.

— Gleici começou quietinha, as pessoas achavam que ela era frágil e, com isso, alguns queriam montar em cima dela. Mas ela foi mostrando sua força. Isso fez com que eu me identificasse. Além disso, somos de um estado vizinho, ela estuda Psicologia e era amiga da Ana Clara, de quem eu era próximo na casa. Assim surgiu o trio do pop — valoriza Mahmoud, o último eliminado do reality.

O reflexo do aumento da popularidade de Gleici veio na semana passada, com a decepção do público ao ver o voto de Kaysar. O sírio, até então o candidato considerado mais forte nesta edição, votou na acreana, influenciado por Patrícia.

— Gleici e Kaysar têm uma conexão emocional com o público e jogam mais para quem está aqui fora do que para o pessoal de dentro da casa. A diferença entre eles é que ela joga com o coração e tem também uma capacidade estratégica impressionante. Gleici não bota panos quentes e se entrega — avalia Mara Telles, primeira eliminada do “BBB 18” e amiga da sister.

Até entrar no confinamento, Gleici vivia com a mãe e um irmão no bairro Sobral, na periferia de Rio Branco, no Acre. O seu quarto fica na sala da casa. Da família, ela foi a primeira a concluir o ensino médio e a entrar na faculdade. Antes do programa, presidia o núcleo de igualdade racial de uma militância política. E é por essas e outras que para Vanuzia, mãe da moça, não há nada que agora possa tirar o foco da filha na busca pelo prêmio.

— Eu trabalhava muito e não tive tempo de cuidar dos meus filhos. Acho que é por isso que ela cresceu uma menina tão forte. Ela sempre correu atrás dos sonhos, nunca deixou que dissessem que ela não ia conseguir algo. Nada vai atrapalhá-la de atingir os seus objetivos.

O retorno aguardado gera memes

Depois do “Olha ela” de Ana Paula Renault, no “BBB 16”, fãs esperam de Gleici um bordão à altura para anunciar aos adversários que ela não foi eliminada. “Vocês não imaginam o prazer que é estar de volta”, frase dita por Clara, em “O outro lado do paraíso”, e repetida pela estudante de Psicologia em paredões anteriores, tem sido a grande aposta.

Mais que surpreender os colegas de confinamento, Gleici volta à casa com vantagens: está imune e com a capacidade de indicar alguém para a berlinda. Com tanto poder, o que, então, poderia prejudicá-la?

— A reação dela ao entrar no quarto foi muito engraçada e emocionante. Então, o público espera um retorno tão bom quanto. E que ela entre no jogo. Se Gleici errar na indicação, pode decepcionar — diz Mara, que é apoiada por Mahmoud:

— Espero que ela foque nas verdadeiras inimizades, pede.

TAG gleiciparedaoBig Brother BrasilBBB 18BBBreality showtelevisaoTV

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
VOCÊ VIU ?