Publicidade

Turismo

Home > Cultura > null

Em Manaus, comunidade ribeirinha na RDS do Uatumã ganha novo empreendimento turístico

Pousada entregue por meio do Edital Floresta em Pé, com recursos do FAS e Fundo Amazônia, se tornará alternativa de geração de renda para população local

Portal Amazônia, com informações da FAS

jornalismo@portalamazonia.com


Moradores da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã agora têm uma nova alternativa para impulsionar o turismo local e o crescimento econômico sustentável. Sonho antigo dos ribeirinhos da região, a Pousada Paraíso do Uatumã foi entregue, no último sábado (10), pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e Governo do Amazonas, com apoio financeiro do Fundo Amazônia/BNDES.

 

Localizada na comunidade de São Francisco do Caribi, dentro da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, em Itapiranga (a 331 quilômetros da capital), a pousada é um empreendimento turístico sustentável e está inserida no projeto de incentivo a alternativas de geração de renda para populações que vivem dentro de Unidades de Conservação (UC) do estado, em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

 

 
Foto: Divulgação/FAS
 

"Esse é um empreendimento feito pela própria comunidade, em uma Reserva de Desenvolvimento Sustentável localizada ao longo do rio Uatumã. Já é a décima pousada feita dentro desse modelo em que os administradores são os moradores e tudo isso é revertido em forma de benefício para esses cidadãos. É um modelo que nós queremos levar para outras regiões do estado, levando em conta o potencial de cada uma delas. Aqui, o potencial é a atividade turística, principal atividade econômica desses moradores", destacou o governador Wilson Lima.

 

A pousada foi financiada com recursos do Fundo Amazônia/BNDES. A entrega contou com a presença do governador Wilson Lima; da primeira-dama do Estado, Taiana Lima; do secretário da Sema, Eduardo Taveira; do superintendente-geral da FAS, Virgílio Viana, além dos deputados estaduais Joana Darc, Terezinha Ruiz e Saullo Viana.

 

 
Foto: Divulgação/FAS
 

Conquista histórica

 

A presidente da Associação Agroextrativista das Comunidades da RDS Uatumã, Cleide Oliveira Ferreira, disse que este momento se trata de uma conquista histórica. "Não imaginam como isso é importante para todos nós, principalmente para os moradores da própria comunidade. É um sonho deles, e como a associação é parceira, queríamos ver esse sonho realizado. Para a gente, é muito gratificante e nós só temos a agradecer às pessoas que nos apoiaram e nos ajudaram", disse Cleide.

 

"O turismo de base comunitária tem um potencial enorme no Amazonas, pois além de beneficiar as famílias que participam, ajuda a valorizar a floresta, e esse é um dos objetivos do Edital Floresta em Pé. São 17 projetos apoiados em 11 municípios do  Amazonas, que recebem apoio para diversas cadeias produtivas sustentáveis, como o turismo, artesanato, pirarucu e outras”, destacou o superintendente-geral da FAS, Virgílio Viana.

 

Iniciado em 2017 pela FAS com apoio da Fundo Amazônia/BNDES e Governo do Amazonas, o edital recebeu 181 inscrições, avaliadas por um comitê independente que selecionou os projetos 17 aptos para receberem os aportes em torno de R$ 150 mil. Desde então, além do investimento em ações estruturantes, a FAS fornece monitoramento e assessoria em gestão de projetos junto às organizações.

 
Foto: Divulgação/FAS
 

Sobre a Fundação Amazonas Sustentável (FAS)

 

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é uma organização brasileira sem fins lucrativos, sem vínculos político-partidários, que tem por missão contribuir para a conservação ambiental da Amazônia por meio da erradicação da pobreza e redução do desmatamento. Seus programas beneficiam cerca de 40 mil pessoas em 16 Unidades de Conservação (UC) do estado, com iniciativas de geração de renda, empoderamento comunitário, melhoria social, bem como conhecimento sobre o a importância do desenvolvimento sustentável. Mais informações em www.fas-amazonas.org.

 

 


 

     
Turismo

Em Manaus, comunidade ribeirinha na RDS do Uatumã ganha novo empreendimento turístico

Pousada entregue por meio do Edital Floresta em Pé, com recursos do FAS e Fundo Amazônia, se tornará alternativa de geração de renda para população local

Portal Amazônia, com informações da FAS

jornalismo@portalamazonia.com


Moradores da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã agora têm uma nova alternativa para impulsionar o turismo local e o crescimento econômico sustentável. Sonho antigo dos ribeirinhos da região, a Pousada Paraíso do Uatumã foi entregue, no último sábado (10), pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e Governo do Amazonas, com apoio financeiro do Fundo Amazônia/BNDES.

 

Localizada na comunidade de São Francisco do Caribi, dentro da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, em Itapiranga (a 331 quilômetros da capital), a pousada é um empreendimento turístico sustentável e está inserida no projeto de incentivo a alternativas de geração de renda para populações que vivem dentro de Unidades de Conservação (UC) do estado, em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

 

 
Foto: Divulgação/FAS
 

"Esse é um empreendimento feito pela própria comunidade, em uma Reserva de Desenvolvimento Sustentável localizada ao longo do rio Uatumã. Já é a décima pousada feita dentro desse modelo em que os administradores são os moradores e tudo isso é revertido em forma de benefício para esses cidadãos. É um modelo que nós queremos levar para outras regiões do estado, levando em conta o potencial de cada uma delas. Aqui, o potencial é a atividade turística, principal atividade econômica desses moradores", destacou o governador Wilson Lima.

 

A pousada foi financiada com recursos do Fundo Amazônia/BNDES. A entrega contou com a presença do governador Wilson Lima; da primeira-dama do Estado, Taiana Lima; do secretário da Sema, Eduardo Taveira; do superintendente-geral da FAS, Virgílio Viana, além dos deputados estaduais Joana Darc, Terezinha Ruiz e Saullo Viana.

 

 
Foto: Divulgação/FAS
 

Conquista histórica

 

A presidente da Associação Agroextrativista das Comunidades da RDS Uatumã, Cleide Oliveira Ferreira, disse que este momento se trata de uma conquista histórica. "Não imaginam como isso é importante para todos nós, principalmente para os moradores da própria comunidade. É um sonho deles, e como a associação é parceira, queríamos ver esse sonho realizado. Para a gente, é muito gratificante e nós só temos a agradecer às pessoas que nos apoiaram e nos ajudaram", disse Cleide.

 

"O turismo de base comunitária tem um potencial enorme no Amazonas, pois além de beneficiar as famílias que participam, ajuda a valorizar a floresta, e esse é um dos objetivos do Edital Floresta em Pé. São 17 projetos apoiados em 11 municípios do  Amazonas, que recebem apoio para diversas cadeias produtivas sustentáveis, como o turismo, artesanato, pirarucu e outras”, destacou o superintendente-geral da FAS, Virgílio Viana.

 

Iniciado em 2017 pela FAS com apoio da Fundo Amazônia/BNDES e Governo do Amazonas, o edital recebeu 181 inscrições, avaliadas por um comitê independente que selecionou os projetos 17 aptos para receberem os aportes em torno de R$ 150 mil. Desde então, além do investimento em ações estruturantes, a FAS fornece monitoramento e assessoria em gestão de projetos junto às organizações.

 
Foto: Divulgação/FAS
 

Sobre a Fundação Amazonas Sustentável (FAS)

 

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é uma organização brasileira sem fins lucrativos, sem vínculos político-partidários, que tem por missão contribuir para a conservação ambiental da Amazônia por meio da erradicação da pobreza e redução do desmatamento. Seus programas beneficiam cerca de 40 mil pessoas em 16 Unidades de Conservação (UC) do estado, com iniciativas de geração de renda, empoderamento comunitário, melhoria social, bem como conhecimento sobre o a importância do desenvolvimento sustentável. Mais informações em www.fas-amazonas.org.

 

 


 

     

TAG turismo na AmazoniaturismoFundo Amazôniaribeirinhosfas