Publicidade

Música

Banda de Roraima exalta belezas naturais e força indígena em novo videoclipe

Primeira produção audiovisual da banda Kruviana foi gravada no lago Caracaranã e em paisagens da comunidade indígena Raposa Serra do Sol

Portal Amazônia, com informações do G1 Roraima

jornalismo@portalamazonia.com


Com o objetivo de enaltecer a exuberância da flora amazônica e exaltar as lutas dos povos indígenas roraimenses, a banda Kruviana, que faz parte do programa de extensão da Universidade de Roraima (UFRR), gravou seu primeiro videoclipe. As filmagens foram feitas no lago Caracaranã e em paisagens da comunidade indígena Raposa Serra do Sol, situada no município de Normandia, no extremo Norte de Roraima.
 
     
Foto: Coordcom/Divulgação
 
Makdones Santos de Almeida, aluno do curso de Gestão Territorial Indígena, que é descendente dos povos Macuxi, Wapichana e Saterê, disse que escolha do lago levou em conta a sua história, como uma das sedes de importantes reuniões e assembleias dos povos indígenas.

"Estamos fazendo este clipe para promover a identidade e a reivindicação dos diretos dos povos indígenas. Estaremos em outros lugares para falar sobre estas questões políticas, ambientais e sociais que nos cabem", explicou ele.

Novidade: 'Tainá' reestreia na televisão em série de animação que se passa na Amazônia

A música escolhida nesta primeira fase é “Mente Aberta”, composição dos próprios acadêmicos. Baseada no enfrentamento ao preconceito, a valorização da cultura e da tradição indígena, a letra os eleva a uma posição na luta e conquista de seus direitos previstos na Constituição Brasileira.

Os conceitos e rumos que tomou o roteiro foram definidos ao longo do mês de outubro pelos próprios integrantes da banda. Os de ensaios também são realizados para consolidar a performance.

Veja também: Quer nos ajudar a construir um 2019 mais a cara da Amazônia? Saiba como

Cristian Alves da Silva, vocalista da banda, está no sexto semestre do curso de Engenharia Elétrica na UFRR. Ele diz que poucas pessoas conhecem as raízes indígenas de Roraima e gravar no lago Caracaranã e na comunidade indígena Raposa pode trazer ao grande público a percepção do valor da cultura e da região.

“É preciso diálogo de ambas as partes para o convívio saudável. O povo brasileiro precisa conversar sobre estes assuntos. Muitas pessoas não sabem como é a cultura indígena”, disse.

Confira: Amazonense Fredd Lima lança música inspirada em Caetano Veloso

Próxima produção

Nos dias 18, 19 e 20 de dezembro, o segundo vídeo clipe será filmado na região da serra do Tepequém, município de Amajari, também no Norte de Roraima. A música tem como título "Amanhecer" e descreve as potencialidades e belezas naturais da Amazônia, sobretudo do estado de Roraima, com seus rios, serras, fauna e flora.

     
Foto: Coordcom/Divulgação
 
   

Música

Home > Cultura > null

Banda de Roraima exalta belezas naturais e força indígena em novo videoclipe

Primeira produção audiovisual da banda Kruviana foi gravada no lago Caracaranã e em paisagens da comunidade indígena Raposa Serra do Sol

Portal Amazônia, com informações do G1 Roraima

jornalismo@portalamazonia.com


Com o objetivo de enaltecer a exuberância da flora amazônica e exaltar as lutas dos povos indígenas roraimenses, a banda Kruviana, que faz parte do programa de extensão da Universidade de Roraima (UFRR), gravou seu primeiro videoclipe. As filmagens foram feitas no lago Caracaranã e em paisagens da comunidade indígena Raposa Serra do Sol, situada no município de Normandia, no extremo Norte de Roraima.
 
     
Foto: Coordcom/Divulgação
 
Makdones Santos de Almeida, aluno do curso de Gestão Territorial Indígena, que é descendente dos povos Macuxi, Wapichana e Saterê, disse que escolha do lago levou em conta a sua história, como uma das sedes de importantes reuniões e assembleias dos povos indígenas.

"Estamos fazendo este clipe para promover a identidade e a reivindicação dos diretos dos povos indígenas. Estaremos em outros lugares para falar sobre estas questões políticas, ambientais e sociais que nos cabem", explicou ele.

Novidade: 'Tainá' reestreia na televisão em série de animação que se passa na Amazônia

A música escolhida nesta primeira fase é “Mente Aberta”, composição dos próprios acadêmicos. Baseada no enfrentamento ao preconceito, a valorização da cultura e da tradição indígena, a letra os eleva a uma posição na luta e conquista de seus direitos previstos na Constituição Brasileira.

Os conceitos e rumos que tomou o roteiro foram definidos ao longo do mês de outubro pelos próprios integrantes da banda. Os de ensaios também são realizados para consolidar a performance.

Veja também: Quer nos ajudar a construir um 2019 mais a cara da Amazônia? Saiba como

Cristian Alves da Silva, vocalista da banda, está no sexto semestre do curso de Engenharia Elétrica na UFRR. Ele diz que poucas pessoas conhecem as raízes indígenas de Roraima e gravar no lago Caracaranã e na comunidade indígena Raposa pode trazer ao grande público a percepção do valor da cultura e da região.

“É preciso diálogo de ambas as partes para o convívio saudável. O povo brasileiro precisa conversar sobre estes assuntos. Muitas pessoas não sabem como é a cultura indígena”, disse.

Confira: Amazonense Fredd Lima lança música inspirada em Caetano Veloso

Próxima produção

Nos dias 18, 19 e 20 de dezembro, o segundo vídeo clipe será filmado na região da serra do Tepequém, município de Amajari, também no Norte de Roraima. A música tem como título "Amanhecer" e descreve as potencialidades e belezas naturais da Amazônia, sobretudo do estado de Roraima, com seus rios, serras, fauna e flora.

     
Foto: Coordcom/Divulgação
 
   

TAG